20 anos sem Senna
01/05/2014 18:27

Amigo de Senna, Gugelmin prega reflexão após tragédia: “O mundo perdeu um herói que fazia parte da minha vida”

Maurício Gugelmin e Ayrton Senna chegaram a morar juntos na Europa na década de 1980, quando ambos trilhavam os primeiros passos no automobilismo. “Como colega, amigo e quase irmão, acho que o silêncio é a maneira de pensar no que isso diz”
Warm Up
HUGO BECKER, de Guarulhos
A morte de Ayrton Senna após um violento acidente na sétima volta do GP de San Marino, neste domingo (1), rapidamente reverberou nos ouvidos dos pilotos que atuam na Indy – todos, sem exceção, com importantes passagens pela F1.
 
Maurício Gugelmin, que entre 1988 e 1991 correu na principal categoria do automobilismo mundial, contou com a parceria do tricampeão no início de sua jornada na Europa. Desde então, ambos se tornaram grandes amigos.
 
Maurício Gugelmin lamentou a perda de Ayrton Senna (Foto: Getty Images)
A confirmação do falecimento de Senna causou grande comoção no piloto da Ganassi, que na década de 1980 chegou a dividir apartamento com seu amigo. “É um momento de silêncio, um momento de pensar, de lembrar os bons momentos que passamos juntos”, afirmou. “O mundo perdeu um herói, e esse herói fazia parte da minha vida.”
 
“É um momento difícil”, prosseguiu Gugelmin. “Como piloto, como colega, amigo e quase irmão, acho que o silêncio é a maneira mais fácil de você pensar no que realmente isso diz para nós”, encerrou o brasileiro, sem esconder a comoção.

Senna morreu em decorrência dos graves danos neurológicos consequentes de uma violenta batida na curva Tamburello, na sétima volta do GP de San Marino, em Ímola.

Últimas Notícias
sábado, 24 de fevereiro de 2018
Superbike
Indy
F1
F1
Indy
F1
Nascar
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook