Copa Grande Prêmio
09/02/2018 14:20

FAQ Copa Grande Prêmio de Kart 2018: tire todas suas dúvidas

A segunda edição da competição do GRANDE PRÊMIO para pilotos não profissionais começa em 24 de fevereiro; se inscreva e participe das diversas atrações
Warm Up / Redação GP,  do Rio de Janeiro
 Final da Copa GP (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

A Copa Grande Prêmio de Kart está de volta para sua segunda temporada - e dessa vez em calendário completo! A partir do próximo dia 24 de fevereiro, os karts voltam à pista. Seja no Kartódromo de Interlagos ou na Granja Viana, a Copa GP chega com tudo para a temporada 2018 - com mais etapas e pilotos.
 
Mas essas, claro, não são as únicas dúvidas que chegam ao GRANDE PRÊMIO sobre a Copa. Pensando em facilitar a vida de nossos leitores e nossos futuros competidores, resolvemos abrir um FAQ para responder de vez todas as questões possíveis sobre aquela que já é um destaque no kart amador o Brasil. Preparados?
Allyson Nazario comemora o título da primeira Copa GP (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

— Preciso ter kart próprio?
Não. Tanto o Kartódromo da Grana Viana quanto o Kartódromo de Interlagos fornecerão karts para todos os pilotos inscritos.
 
— Quais os equipamentos que o kartódromo oferece?
Além do kart, capacete, luva, balaclavas. O kartódromo não fornece macacão e sapatilha, mas o piloto pode correr com uma camiseta de manga comprida ou um casaco, calça e um tênis confortável.
 
— Posso levar os meus pertences de corrida?
Sem problemas, não há restrições. Os lastros particulares também podem ser levados; eles serão verificados pela organização da prova.
 
— Qualquer um mesmo pode participar? Ou preciso ser assinante?
Não precisa ser, mas ajuda. Veja só: o custo da inscrição por etapa é de R$ 240. Para assinantes GRANDE PREMIUM, porém, os valores são outros: quem assina o plano VALE paga R$ 210 pela etapa; já os do plano BRAWN se inscrevem por R$ 220 por etapa.
 
— Posso me inscrever a qualquer momento, mesmo se perder uma etapa, então?
Pode, desde que com certa antecedência para a etapa desejada. A primeira, por exemplo, ocorre no dia 24 de fevereiro. Neste caso, as inscrições estão abertas até 19 de fevereiro.
 
— Que horas começa essa primeira etapa?
12h30. Mas é obrigatório que todos os pilotos cheguem uma hora antes, para participar do briefing, fazer o check-in, pesagem, verifiquem equipamento e tudo mais. Todos os horários estão no regulamento do campeonato, e a regra de uma hora de antecedência vale para todas as etapas.
 
— O campeonato terá três campeões?
Não, o campeonato terá um campeão, que será conhecido no dia 1º de dezembro de 2018, após 11 etapas. O primeiro e o segundo turno do campeonato servem para distribuir de forma mais justa a todos os participantes as vagas nas 500 Milhas da Granja Viana.
 
— Para correr nas 500 Milhas, o piloto deverá ter corrido um número mínimo de etapas da Copa GP de Kart? 
Sim. A Scuderia GP 500 Milhas, a equipe do Grande Prêmio nas 500 Milhas da Granja Viana quer ter novamente pessoas que estiveram com a gente durante todo o ano. Então, esse ano há uma regra para todos os pilotos que ganharem a vaga. Eles precisarão correr um número mínimo de etapas.
Final da Copa GP (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

— E qual é esse número?
O número mínimo é de oito etapas. Mas, há umas regras para isso:
 
- os pilotos inscritos na primeira etapa deverão correr o mínimo de oito etapas do campeonato para ter direito a vaga, podendo não participar de três etapas durante o ano, sendo o máximo de duas etapas não corridas por turno;
 
- pilotos inscritos na segunda etapa, também deverão correr o mínimo de oito etapas do campeonato para ter direito a vaga, podendo não participar de duas etapas, sendo uma por turno;
 
- pilotos inscritos na terceira etapa, também deverão correr o mínimo de oito etapas para ter direito a vaga, mas só poderão não participar de uma etapa durante todo o ano;
 
- pilotos inscritos na quarta etapa não poderão descartar nenhuma etapa e deverão correr as oito etapas do campeonato para concorrer a vaga nas 500 Milhas.
 
- pilotos inscritos da quinta etapa em diante não serão elegíveis para correr na Scuderia GP 500 Milhas.
Final da Copa GP (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

— Como serão distribuídas as vagas nas 500 Milhas da Granja Viana?
As cinco vagas serão distribuídas da seguinte forma:
 
- as primeiras cinco etapas são o primeiro turno. O piloto com maior pontuação ao fim delas, ganha a primeira vaga na Scuderia GP 500 Milhas;
 
- as seis etapas seguintes são o segundo turno. Elas terão os pontos somados de forma paralela a pontuação geral do campeonato e o piloto que, na soma dessas etapas, tiver a maior quantidade de pontos, ganha a segunda vaga na Scuderia GP 500 Milhas;
 
- o campeão e o vice da Copa GP de Kart – soma das 11 etapas – ganharão a terceira e quarta vagas na Scuderia GP 500 Milhas;
 
- um dos pilotos que participou de mínimo oito etapas, ganhará a quinta vaga via sorteio.
 
— Quando será realizado o sorteio da última vaga?
O sorteio será realizado ao fim da última etapa da Copa GP de Kart, em 1º de dezembro no Kartódromo da Granja Viana. O sorteio deve acontecer por volta das 22h.
 
— Quanto é a filiação para correr as 500 Milhas da Granja Viana?
O valor é definido pela Liga Paulista de Automobilismo. No ano passado, girou em torno de R$ 300.
 
— Quando acontecem as 500 Milhas da Granja Viana?
A previsão é que ela aconteça no dia 15/12, porém, os pilotos classificados têm um calendário a cumprir antes disso.
 
Na semana de 3 a 7/12, haverá um dia em que o piloto deverá estar disponível por um período de 3 a 4 horas para comparecer em local determinado pelo Grande Prêmio e organização da Copa GP de Kart. Essa data será utilizada para que tomemos as medidas administrativas necessárias para quem vai correr as 500 Milhas. Essa data será informada antes da última etapa, em 01/12 e a presença do piloto é obrigatória.
 
Além disso, o piloto deve ter disponibilidade para estar no Kartódromo da Granja Viana, por um período de pelo menos duas horas, nos dias 13 e 14/12, dias que marcam os treinos livres e classificatórios para as 500 Milhas da Granja Viana.
 
— Porque há apenas uma categoria? Sou muito pesado/muito leve e isso vai me prejudicar na tocada.
O peso único é um padrão de todos os campeonatos de kart, inclusive já era o das finais mensais na nossa primeira temporada. Como esse ano qualquer participante da Copa GP de Kart poderá correr – via sorteio – nas 500 Milhas mesmo sem chegar a qualquer final mensal ou ter experiência nesse tipo de prova de longa duração – mesmo que amadora –, nós tentamos aproximar o máximo possível o nosso regulamento com o regulamento das 500 Milhas para que pilotos mais leves estejam habituados a correr com muito lastro no kart e para que pilotos mais pesados se acostumem com a diferença de peso.
 
Um exemplo prático: o peso de retorno do kart aos boxes nas 500 Milhas do ano passado era de 200 kg, sendo que o kart abastecido tinha 105 kg e os outros 95 kg deveriam ser completados por piloto e lastro. Um piloto com 60 kg corria com 35 kg de lastro no kart e no corpo e um piloto de 110 kg saía sem lastro.
 
— As inscrições são limitadas?
Sim, nós temos um número máximo de pilotos por bateria e no momento que esse número é atingido as inscrições são encerradas.
 
— Como serão informadas as alterações no regulamento?
Na página da Copa GP de Kart do Grande Prêmio e pelo e-mail informado pelos participantes a organização.
 
— Como posso me comunicar com a organização da Copa GP de Kart caso tenha alguma dúvida?
Você pode mandar um e-mail para grandepremium@warmup.com.br