Copa Grande Prêmio
16/10/2017 17:00

Vencedor da 3ª etapa da Copa GP perdeu avô horas antes da corrida: “Tenho o nome dele e o troféu é para ele”

Convencido pela esposa a participar da etapa, até pelo gosto do avô por corridas, Alicio Del Nero garantiu não só o troféu de vencedor, mas também a vaga nas 500 Milhas da Granja Viana, assumidamente seu sonho
Warm Up
FELIPE NORONHA, de São Paulo

GRANDE PRÊMIO transmitia o pódio da terceira etapa da Copa GP ao vivo na noite de do último sábado (14): Renato Kazumi (terceiro), Diego Mesa (segundo) e Alicio Del Nero (vencedor) conversavam com a equipe do site sobre a etapa e sobre a bateria final, que os consagrou. Kazumi e Mesa falaram sobre a briga pela segunda posição, a mais acirrada da noite, e em seguida Del Nero começou a comentar sobre sua vitória logo na estreia no campeonato. Foi quando ele soltou a informação: "Deixa eu só falar uma coisa: para mim é muito especial esse prêmio, porque duas horas antes de vir para cá recebi a notícia de que meu avô faleceu."

Não é fácil reagir à esta informação. Claro, aquele segundo de silêncio em que ninguém sabe exatamente o que falar, como continuar a conduzir a entrevista, ou não encontra a palavra certa para consolo, ocorreu. O próprio Del Nero salvou a todos: se sentiu à vontade para explicar o porquê de ter ido até a Granja Viana participar da copa GP mesmo com tal notícia.

"Ele queria que eu corresse. Eu tenho o nome dele. Esse troféu é para ele". Pronto, estava explicado. O piloto usou a notícia que poderia abalá-lo para ajudá-lo a realizar o sonho, além de honrar seu avô.


Não é incomum vermos casos no esporte mundial em que um atleta perde um familiar, uma pessoa próxima, e opta por, mesmo assim, honrar seu compromisso e entrar em campo, na quadra, na pista. O que surpreende é a superação, é conseguir deixar o fato de lado durante os minutos em que a busca pela vitória dura. Del Nero surpreendeu a todos do GP até por esconder isso não só nas palavras, mas nas feições que apresentou durante a noite de Copa GP.  Esteve sempre sorridente e solícito, como se fosse um dia normal.

Ao sentar com a reportagem, enfim se sentiu à vontade para contar sobre aquele que é, até aqui, o caso mais emocionante da história do campeonato.
Alicio Del Nero, vencedor da terceira etapa da Copa GP (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
"Ele já estava assim há um bom tempo, não foi novidade. Só que hoje (sábado), por volta das 16h, veio a confirmação. Claro, veio aquela tristeza, aquele choro. Só que assim: o tempo em que ele ainda estava vivo, a gente ajudou bastante, eu e minha família. Fiquei na dúvida entre vir ou não, mas pensei que havia feito tudo que podia fazer enquanto ele estava vivo.", começou a explicar o piloto.

"Ele sempre gostou de fazer trocadilhos, piadas. Ele falava que me emprestou o nome, mas que eu nunca ganhava: 'Nunca ganha, nunca ganha'", continuou.

Então chegou a hora dele quebrar este "tabu". E, assim, optou por não deixar de disputar a Copa GP. Com uma ajuda da esposa, Gisele.

'Na verdade eu falei para ele vir porque ele gosta muito, e o avô dele sempre o incentivou a correr. Ele ia gostar que estivesse aqui", disse.
Alicio e Gisele (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
Del Nero achou que tinha "boas chances" de vencer - e estava certo. Optou por ir até a Granja Viana e conseguir o troféu no palco em que desejava estar em dezembro - na disputa das 500 Milhas. Agora, com a vitória na terceira etapa, conseguirá realizar este sonho. Ele é o terceiro membro confirmado da Equipe GP, ao lado de Ricardo Talarico, vencedor da segunda etapa, e Miguel Capuccio, da Amika. 

"Só quem está passando por uma situação dessa sabe. O luto fica dentro da gente. Não tem mais o que fazer para a pessoa que não está mais em vida", completou.

Agora, Del Nero pode focar na prepração para as 500 Milhas, que ocorrem nos dias 16 e 17  do último mês do ano. Até lá, ele pode se preparar para repetir a tática usada para vencer a etapa da Copa GP.

"Durante a corrida eu só pensava nele. Pode parecer jogar para a torcida, mas é. Eu só falava: 'Vô, é para você."

A Copa Grande Prêmio tem coorganização da Amika - Associação de Amigos do Kart Amador.

'EXTRAORDINÁRIO'

DI GRASSI VÊ HAMILTON COMO UM DOS TRÊS MAIORES DA HISTÓRIA
 

Últimas Notícias
terça-feira, 16 de janeiro de 2018
F1
Rali
Rali
F1
Rali
Indy
F1
F1
Indy
F1
MotoGP
F1
Indy
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook