Endurance
10/05/2018 13:10

Alonso considera Mundial de Endurance “menos previsível” do que F1 mesmo com Toyota sozinha como híbrida

Sem chances de título na F1, Fernando Alonso encontrou no Mundial de Endurance um local no qual pode vencer. E, nesta quinta-feira (10), elogiou o WEC durante a entrevista coletiva pré-GP da Espanha - falando até mesmo que ele é mais competitivo do que a F1
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 O #8 vai largar na pole em Spa (Foto: Toyota)

Vitorioso nas 6 horas de Spa-Francorchamps no último sábado (5), em sua estreia no Mundial de Endurance, Fernando Alonso está de volta à F1, mas cheio de elogios ao outro campeonato que disputa nesta temporada.

Segundo o espanhol, o WEC é mais imprevisível que a F1 - e isso mesmo com a Toyota correndo praticamente 'sozinha' no Mundial de Endurance, já que é a única equipe híbrida. Além disso, as equipes privadas da LMP1 podem sofrer punições caso rendam mais que a Toyota.

"O grande problema na F1 é que as coisas são muito previsíveis. Você pode colocar no papel agora qual será o resultado da classificação em Mõnaco, em Silverstone, no Canadá", afirmou.

"No WEC você pode ter a mente aberta e ser super flexível sobre tudo", seguiu o piloto asturiano.
Trio do Toyota #8 venceu as 6h de Spa-Francorchamps com Alonso incluso (Foto: FIA WEC)
Para ele, é importante que no Mundial de Endurance nenhum piloto consegue repetir a mesma volta durante as seis horas de corrida: "Você vai encontrar tráfego em locais diferentes, vai encontrar diferentes condições, terá diversas condições de desgaste dos pneus."

"É parte do que faz o WEC especial. Você precisa se adaptar a todas as curvas, todas as voltas, diferentes estilos de pilotagem e o fato de que as corridas são imprevisíveis até a bandeira quadriculada", opinou.

"É o que queremos em termos de pilotagem e para os fãs", finalizou Alonso.
CAMINHO PARA VIRAR LENDA

TRÍPLICE COROA É O QUE SOBROU PARA CARREIRA DE ALONSO