Endurance
03/06/2018 13:40

Alonso melhora tempo da manhã, confirma liderança dos testes coletivos e completa debute perfeito em Le Mans

Fernando Alonso foi, de fato, o grande protagonista do Journée Test, a tradicional sessão de testes coletivos que acontece duas semanas antes das 24 Horas de Le Mans. E como tal, o bicampeão mundial de F1 provou seu valor e talento na pista para melhorar o tempo da manhã e confirmar o Toyota TS050 Hybrid #8 na ponta da tabela deste domingo (3) com 3min19s066
Warm Up
Redação GP, de Sumaré


O domingo (3) que marcou a estreia de Fernando Alonso em Le Mans não poderia ter sido melhor. Com um desempenho bastante sólido e turnos muito fortes sempre que esteve na pista, o bicampeão mundial de F1 mostrou rápida adaptação ao lendário traçado francês — fruto do forte trabalho feito nos simuladores e também durante as 16 horas de vídeo de corridas as quais o espanhol assistiu — e tirou a melhor performance do Toyota TS050 Hybrid nesta tarde. Alonso melhorou em quase 2s5 o tempo registrado pela manhã e fechou o dia no topo da tabela de tempos com 3min19s066, liderando a tripulação composta também pelo suíço Sébastien Buemi e pelo japonês Kazuki Nakajima.
 
É bem verdade que Alonso não foi o senhor soberano da tabela de tempos durante toda a sessão em Le Mans. Na retomada dos testes à tarde, Kamui Kobayashi, que corre com o Toyota TS050 Hybrid #8, assumiu a ponta com 3min20s008. Mas quando o espanhol voltou a pista para fazer mais um stint, então a marca do nipônico foi demolida com contundência com 3min19s066 para confirmar o melhor tempo dos testes coletivos antes de entregar o comando do LMP1 a Buemi, que se revezou com Nakajima e novamente Alonso, em mais um turno. Coube a Kazuki encerrar os trabalhos do dia para o protótipo #8 nesta tarde.
 
Cabe destacar, novamente, a forte performance do LMP1 Rebellion R13 Gibson, que foi o primeiro dentre os protótipos não híbridos da sessão de testes. A tripulação do #3, formada por Thomas Laurent, Mathias Beche e Gustavo Menezes ficou a apenas 0s614 do tempo registrado por Alonso e quase 0s4 à frente do Toyota #7, de Kobayashi, Mike Conway e José María López. O argentino, no entanto, teve a chance de guiar o #8, invertendo papeis com Alonso, que também pilotou o LMP1 do segundo trio da marca japonesa.
Fernando Alonso confirmou a liderança do teste coletivo de Le Mans neste domingo (Foto: Toyota)
O forte trio formado por André Lotterer, Neel Jani e Bruno Senna, a bordo do LMP1 #1 da Rebellion, marcou o quarto melhor tempo da sessão, enquanto Jenson Button, que também fez seu debute em Le Mans neste domingo a bordo do BR1 AER da equipe russa SMP, completou o top-5 da sessão em tripulação composta também por Vitaly Petrov e Mikhail Aleshin.
 
Na classe LMP2, a melhor marca dos testes coletivos ficou com a DragonSpeed, que neste ano ataca em duas frentes em Le Mans, tendo também um protótipo na LMP1. A tripulação do Oreca 07 Gibson #31, formada por Pastor Maldonado, Ricardo González e Nathanaël Berthon, superou com folga o tempo registrado pelo reserva da G-Drive, Alexandre Imperatori, para liderar a segunda classe mais rápida na pista de Le Mans com 3min27s228.
 
E se pela manhã o domínio na tabela de tempos ficou todo com os quatro Ford GT da Ganassi nas quatro primeiras posições, no período da tarde a equipe de fábrica virou o jogo e colocou seus dois carros na ponta da tabela da LMGTE-PRO. O conjunto do carro #93, formado por Patrick Pilet, Nick Tandy, Earl Bamber e Dirk Werner, marcou 3min52s551 em sua melhor passagem num total de 67 voltas, ficando apenas 0s095 à frente do 911 RSR guiado por Richard Lietz, Gianmaria Bruni e Frédéric Makowiecki. 
 
O melhor Ford GT foi novamente o #67, de Andy Priaulx, Harry Tincknell e Tony Kanaan, em ação neste fim de semana em Detroit com a Indy.
 
Pipo Derani e Daniel Serra, que neste ano vão defender a AF Corse, equipe oficial da Ferrari em Le Mans na LMGTE-PRO, tiveram seus carros em 12º e 13º, respectivamente, na categoria.
 
Por fim, na classe LMGTE-AM, a liderança ficou com a tripulação da Dempsey-Proton Racing, formada por Christian Ried, Julien Andlauer e Matt Campbell. A bordo do Porsche 911 RSR, o trio terminou na frente com 3min55s970 como melhor tempo da sessão em Sarthe.
PADDOCK GP ESPECIAL BAR DO ZÉ #1

AFINAL DE CONTAS, MÔNACO MERECE OU NÃO CONTINUAR NA F1?


Últimas Notícias
domingo, 24 de junho de 2018
F3
F1
F1
DTM
Outras
F1
F2
sábado, 23 de junho de 2018
F1
Indy
Indy
F2
Indy
Indy
F1
Indy
Galerias de Imagens
Facebook