Endurance
03/06/2018 08:30

Alonso põe Toyota na frente e marca melhor tempo da primeira sessão de testes coletivos na estreia em Le Mans

O Journée Test, tradicional sessão de testes coletivos que abre o cronograma de atividades de pista visando a mais importante prova de endurance do planeta começou na manhã deste domingo com 44 carros na pista e Fernando Alonso, na sua estreia em Sarthe, como o mais rápido. O bicampeão mundial de F1 cravou 3min21s468 no seu turno na pista com o Toyota TS050 Hybrid. A surpresa foi o protótipo #3 da Rebelllion, que ficou em segundo, apenas 0s3 atrás
Warm Up
Redação GP, de Sumaré

Valeu a pena demais assistir 16 horas de vídeos de corridas em Le Mans. Finalmente Fernando Alonso fez sua estreia no icônico traçado de La Sarthe nesta manhã de domingo (3), durante a primeira das duas sessões de testes coletivos visando as 24 Horas de Le Mans, dentro de duas semanas, e debutou com o tempo mais rápido. Dentre os 44 carros que foram à pista entre as categorias LMP1, LMP2, LMGTE-PRO e LMGTE-AM, o bicampeão mundial de F1 colocou a Toyota na ponta da tabela de tempos ao registrar 3min21s468 na sua melhor passagem. 
 
Chama a atenção, também, a diferença de apenas 0s3 para o segundo colocado, o protótipo #3 da Rebellion, que teve seu melhor tempo registrado por Thomas Laurant. A equipe suíça se colocou logo à frente do Toyota #7, enquanto Bruno Senna, com o Rebellion #1, foi o quarto. Foram dez os LMP1 na pista nesta manhã. O protótipo #11 da SMP Racing, que conta com Jenson Button na sua tripulação, fechou em sexto no geral.
 
A sessão desta manhã teve uma bandeira vermelha um pouco mais longa por conta de um acidente sofrido por Marco Sørensen, que vai correr pela equipe oficial da Aston Martin com o #95 na LMGTE-PRO após um incidente com o LMP2 da SMP guiado por Harrison Newey. O dinamarquês de 27 anos foi examinado no centro médico de Le Mans e logo foi liberado.
Fernando Alonso foi absoluto na tabela de tempos da primeira sessão de testes em Le Mans (Foto: Fernando Alonso/Twitter)
Na LMP2, o melhor tempo foi do protótipo #26 da G-Drive, que tem na sua tripulação os pilotos Andrea Pizzitola, Roman Rusinov e Jean-Éric Vergne, atual líder da temporada 2017/18 da FE e calçado por pneus Dunlop. Mas quem anotou o melhor tempo da classe,  3min30s176 em sua melhor passagem, foi o reserva Alexandre Imperatori, deixando para trás o #48 da Idec Sport, segundo colocado, enquanto a DragonSpeed fechou o top-3 da sessão para a classe. Ao todo, 20 LMP2 estiveram na pista nesta manhã.
 
Pela classe LMGTE-PRO, a Ganassi dominou a sessão e colocou seus quatro Ford GT nas quatro primeiras colocações. O #67, que foi capitaneado por Andy Priaulx — autor da volta mais rápida da manhã na categoria — e Harry Tincknell, companheiro de carro de Tony Kanaan — que disputa neste fim de semana a rodada dupla de Detroit da Indy — comandou a tabela de tempos da classe com 3min53s008, 0s909 à frente para o Ford GT #66.
Fernando Alonso estreou em Le Mans na liderança do primeiro teste coletivo (Foto: Toyota)
Ao todo, foram 17 carros da LMGTE-PRO na pista nesta sessão. Daniel Serra, que faz seu primeiro teste oficial com a Ferrari #51 da equipe AF Corse, fechou a sessão com o décimo melhor tempo com 3min56s156, duas posições à frente do seu novo companheiro de equipe, o compatriota Pipo Derani.
 
E por fim, a LMGTE-AM teve 13 carros na sessão que abriu o Journée Test em Le Mans. A melhor marca ficou com a Ferrari 488 GTE da Clearwater Racing, tripulada pelo malaio Weng Sun Mok, o japonês Keita Sawa e o irlandês Matthew Griffin.
 
A segunda sessão deste domingo acontece entre 9 e 13h (horários de Brasília).
PADDOCK GP ESPECIAL BAR DO ZÉ #1

AFINAL DE CONTAS, MÔNACO MERECE OU NÃO CONTINUAR NA F1?


Últimas Notícias
domingo, 24 de junho de 2018
F3
F1
F1
DTM
Outras
F1
F2
sábado, 23 de junho de 2018
F1
Indy
Indy
F2
Indy
Indy
F1
Indy
Galerias de Imagens
Facebook