Endurance
12/06/2018 06:45

Feliz por estar em Le Mans, Alonso busca curtir cada momento e se vê “pronto para mudar esta parte da história” pela Toyota

Menos de 24 horas depois de ter abandonado o frustrante GP do Canadá de F1, Fernando Alonso já havia cruzado o Atlântico para se unir à Toyota nas inspeções técnicas e administrativas nesta segunda-feira em Le Mans. E O bicampeão não escondeu a felicidade por desbravar um novo mundo, que vai muito além do desejo de vencer e fazer história, mas o de curtir cada instante de um momento único na carreira
Warm Up / Redação GP, de Sumaré
 Fernando Alonso mostra a felicidade por estar em Le Mans (Foto: Fernando Alonso/Twitter)

A expressão fechada como reflexo de mais um fim de semana decepcionante na F1, ainda que tenha sido seu GP 300 na carreira no último domingo no Canadá, contrasta com o sorriso aberto da felicidade de desbravar um novo mundo. Menos de 24 horas depois de ter abandonado a corrida em Montreal, Fernando Alonso já havia cruzado o Atlântico para estar em Le Mans para uma semana que promete ser das mais movimentadas e especiais da carreira. Nesta segunda-feira, o piloto esteve ao lado dos seus companheiros de tripulação no LMP1 TS050 Hybrid #8 da Toyota — com Sébastien Buemi e Kazuki Nakajima — para um dia de inspeções técnicas e administrativas e de entrevistas. Ficou clara, no seu sorriso e no contato com o público, a satisfação por estar em Sarthe.
 
“Agora é realidade, estou aqui, com a Toyota, uma equipe muito competitiva. Vamos fazer um bom trabalho. Tudo é possível, somos muito competitivos”, afirmou o espanhol em entrevista ao site oficial do Mundial de Endurance. Alonso sonha em escrever a história e ajudar a levar a marca japonesa ao topo do pódio da maior prova de resistência do esporte a motor pela primeira vez.
 
“É especial pilotar para a Toyota. A Toyota nunca venceu aqui, mas estamos preparados para mudar esta parte da história”, garantiu o piloto, que reconheceu as possibilidades bastante razoáveis de alcançar o objetivo traçado em comum com a fábrica japonesa, que o trouxe para ser a maior estrela da 86ª edição das 24 Horas de Le Mans.
Fernando Alonso brinca na foto com fãs em Le Mans nesta segunda-feira (Foto: Fernando Alonso/Twitter)
“Nossas oportunidades de vencer são muito boas, é verdade. Agora só precisamos fazer uma corrida profissional, sem erros, e vamos terminar com um resultado bom. Realmente sinto que a equipe está pronta, mais do que nunca. Acho que vai ser uma corrida interessante”, previu.
 
Alonso jamais deixa de lado o sonho de alcançar a Tríplice Coroa, feito só logrado por Graham Hill, único a vencer as 500 Milhas de Indianápolis, as 24 Horas de Le Mans e o GP de Mônaco. Contudo, Fernando quer ir além e fazer o que ninguém jamais fez na história do esporte a motor: vencer também o Mundial de Endurance e também ser campeão da Indy.
 
“A Tríplice Coroa é um dos meus desafios e, indo mais além, vencer os três campeonatos. Ninguém fez isso. Vamos ver o que acontece no futuro, mas agora é a semana das 24 Horas de Le Mans”, pontuou.
 
Entretanto, muito além que o claro objetivo da vitória, Alonso tem outra meta durante todos os próximos dias: aproveitar cada momento e curtir, ou desfrutar, como dizem os espanhóis. “É muito especial estar aqui, não apenas pelas atividades na pista mas também o que acontece fora dela. Todo mundo fala do desfile dos pilotos na sexta-feira, de forma que estou muito ansioso e, antes de pensar em vencer ou não a corrida, quero aproveitar cada minuto aqui”.
A classe da 86ª edição das 24 Horas de Le Mans (Foto: FIA WEC/Twitter)
Nesta terça-feira, os pilotos ainda participam de atividades fora do carro, como a foto oficial com todos os 180 inscritos para a disputa da prova neste fim de semana. A partir desta quarta-feira, os competidores já aceleram com o primeiro treino livre, à tarde, e o primeiro treino classificatório, à noite. Na quinta-feira, acontecem outras duas sessões classificatórias: uma no fim da tarde e outra também no período noturno.
 
E Alonso não esconde a ansiedade pela chance de guiar pela primeira vez em Le Mans à noite. É mais uma nova experiência que o espanhol vai se permitir nessa sua incursão pelo mundo do endurance. “As primeiras voltas com o Toyota no outro fim de semana foram muito especiais, parece que os LMP1 foram feitos para este tipo de circuito. Estou muito ansioso para saber como é correr aqui de noite na quarta-feira”, concluiu.
CONFLITO À VISTA?

NOVA EQUIPE DE LORENZO, HONDA É TODA MOLDADA PARA MÁRQUEZ