Endurance
15/06/2017 14:40

Piloto francês Maris sofre grave acidente durante segundo treino classificatório das 24 Horas de Le Mans

Erik Maris perdeu controle do Ligier de LMP2 em plena reta Mulsanne e sofreu um grave acidente. A situação preocupa: a direção de prova não mostrou nenhum replay do impacto e acionou bandeira vermelha enquanto a equipe médica checava o francês
Warm Up / VITOR FAZIO e FERNANDO SILVA,  de Porto Alegre
 Ligier-Gibson da Eurasia Motorsport pilotado por Erik Maris em Le Mans (Foto: FIA WEC)

O treino classificatório das 24 Horas de Le Mans, realizado nesta quinta-feira (15), rendeu momentos de apreensão. O piloto francês Erik Maris perdeu controle do Ligier #33 da Eurasia Motorsports em plena reta Mulsanne, bateu com força contra o guard-rail e exigiu o acionamento da bandeira vermelha.
 
O impacto gerou preocupação. Sobretudo porque não houve a exibição de nenhum replay do acidente. Apenas imagens da câmera de monitoramento mostravam os trabalhos de resgate e de reparos do guard-rail, mas não havia nenhuma informação mais precisa sobre as condições do piloto francês. As únicas imagens disponíveis apontavam que o carro estava com a traseira danificada. Só uma hora depois que a equipe Eurasia afirmou que Maris estava bem, mas em um hospital para fazer exames.
A cena do acidente de Maris (Foto: Reprodução/TV)

Maris é um veterano do automobilismo. O piloto francês tem 53 anos e parte para a quarta 24 Horas de Le Mans da carreira, na classe LMP2. Nas edições anteriores, o melhor resultado geral o 29º lugar obtido em 2015. O francês, de graduação Bronze, é um dos chamados gentlemen-drivers, que são os pilotos não-profissionais.

A Eurasia Motorsport é uma equipe de origem filipina e que conta com outros dois franceses como pilotos: o não menos veterano Jacques Nicolet, de 61 anos, e seu filho, Pierre Nicolet, que faz sua estreia nas 24 Horas de Le Mans em 2017.
Aos 53 anos, Erik Maris sofreu forte acidente nesta tarde em Le Mans (Foto: Reprodução)
O GP DO CANADÁ É PARA HAMILTON O QUE O GP DE MÔNACO FOI PARA SENNA?