F-E
13/06/2018 14:40

Após pódio em Zurique, D'Ambrosio reforça busca por nova equipe: “Todo mundo sabe o que ofereço na FE”

Jérôme D'Ambrosio não vai ficar na Dragon para a temporada 2018/19. A decisão está tomada, mas o piloto belga negocia com outras equipes para ficar no grid. A expectativa de D'Ambrosio é se manter no grid da categoria
Warm Up
Redação GP, do Rio de Janeiro

Jérôme D'Ambrosio foi bem na Suíça, deu uma dose de sorte e conseguiu levar a Dragon de volta ao pódio na temporada 2017/18 da Fórmula E. O piloto belga, entretanto, não permanecerá no time de Jay Penske para o próximo campeonato. Mesmo assim, a expectativa é que o bom resultado em Zurique possa ajudar a destravar um acordo para que fique na categoria.
 
A decisão sobre o fim do acordo entre Dragon e D'Ambrosio, que estão juntos desde a primeira temporada da categoria dos campeonatos elétricos, está tomada. A Dragon negocia com outros pilotos, com Maximilian Günther como o favorito para assumir o espaço. Ao passo que D'Ambrosio também negocia com outros times ainda com vagas abertas. 
 
"Como piloto, você precisa fazer seu trabalho sem se importar com o que está acontecendo, mas com certeza há momentos importantes não apenas para mim, mas também para todos no time. Mas, claro, espero poder finalizar algo antes de Nova York. Veremos. No momento, ainda não sei", disse ao site inglês 'E-Racing365.com'.
O pódio de Zurique (Foto: Audi)
"Todo mundo sabe o que eu posso oferecer para uma equipe nesse campeonato, então preciso trabalhar para ter alguma coisa acertada logo", seguiu.
 
De fato, D'Ambrosio venceu duas corridas e conquistou sete pódios nestes quatro campeonatos da FE por uma equipe que nem sempre foi importante. 
 
Sobre a ainda atual casa, o belga lembrou os problemas de gerenciamento de energia que estão sendo uma grande questão para a Dragon. Estão melhorando, porém.  
Jérôme D'Ambrosio (Foto: Dragon)
"Melhoramos um pouco nas últimas duas corridas, mas mostramos que podemos ser rápidos. Assim, presentear a equipe com um pódio é bom. [Em Zurique], com uma meta de gasto de energia mais baixo, foi difícil, mas isso é algo difícil de gerenciar e precisamos avançar nesse sentido. Temos feito isso recentemente, mas sofremos problemas que custaram muito, é óbvio", seguiu.
 
A FE termina a temporada nos dias 14 e 15 de julho, com o eP de Nova York.
CHOQUE DE REALIDADE

F1 TEM CAMPEONATO BOM DE CORRIDAS MONÓTONAS EM 2018


Últimas Notícias
quarta-feira, 13 de junho de 2018
F-E
F1
F1
F1
Mitsubishi
Indy
F1
F1
MotoGP
MotoGP
F1
MotoGP
Endurance
Indy
Indy
Galerias de Imagens
Facebook