F1
07/07/2018 07:59

Hamilton retoma liderança para Mercedes em TL3 marcado por acidente grave de Hartley em Silverstone

A Ferrari mostrou sua força e realmente está próxima da Mercedes. Mas Lewis Hamilton também provou que tem algo a mais a dar e foi o mais rápido no terceiro treino livre em Silverstone. A sessão foi marcada pelo grave acidente sofrido por Brendon Hartley. O neozelandês, contudo, passa bem
Warm Up / FERNANDO SILVA,  de Sumaré
 Lewis Hamilton (Foto: Mercedes)

A Mercedes abriu o sábado (7) na frente e liderou o terceiro treino livre do GP da Inglaterra graças a uma grande volta feita por Lewis Hamilton. O britânico cravou 1min26s722 na sua melhor passagem e ficou a apenas 0s122 do recorde de Silverstone na atual versão do traçado. No entanto, a tendência é que a batalha pela pole logo mais, às 10h, seja bastante acirrada, uma vez que a Ferrari definitivamente está muito próxima. Kimi Räikkönen, segundo colocado na tabela de tempos, fechou apenas 0s093 atrás do tetracampeão.

Valtteri Bottas foi o terceiro colocado da sessão, enquanto Sebastian Vettel marcou o quarto tempo. O alemão não conseguiu melhorar seu tempo no fim porque se queixou de um incômodo no pescoço. Max Verstappen completou o top-5, seguido pelo seu companheiro de Red Bull, Daniel Ricciardo. Destaque novamente para a Sauber, que encaixou Charles Leclerc como o 'melhor do resto', em sétimo lugar. Kevin Magnussen e Romain Grosjean colocaram a Haas em oitavo e nono lugar, respectivamente, enquanto Marcus Ericsson manteve o grande momento da Sauber na Inglaterra. Fernando Alonso foi o 13º colocado.

Um grande susto marcou o derradeiro treino livre, quando, com 15 minutos de sessão, Brendon Hartley viu a suspensão dianteira esquerda do carro da Toro Rosso se romper no fim da reta Wellington. O neozelandês virou passageiro e acertou em cheio a barreira de proteção instalada na curva 6. Por muita sorte, o piloto escapou sem nenhum ferimento. Foi a única bandeira vermelha da manhã.

O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP da Inglaterra de F1 AO VIVO e em TEMPO REAL. Siga tudo aqui.
Lewis Hamilton ficou muito perto do recorde da pista na manhã deste sábado em Silverstone (Foto: Mercedes/Twitter)

Saiba como foi o terceiro treino livre do GP da Inglaterra

Por determinação da direção de prova, Silverstone instalou algumas 'salsichas' na zebra da curva Club, a 18, para deixar mais restrito o limite da pista para os pilotos e evitar um ganho em termos de tempo de volta na área de escape asfaltada da pista. A sessão começou com a temperatura do asfalto em 33ºC e com a expectativa sobre a performance da Ferrari, que foi bem no segundo treino livre, na comparação com a Mercedes e sua condição de favorita à vitória na Inglaterra.

A primeira volta rápida do dia coube a Max Verstappen, que tinha de recuperar tempo de pista depois de uma sexta-feira bastante complicada. O holandês marcou 1min29s238 com os pneus macios, mas logo era superado por Kimi Räikkönen, que passava com sua Ferrari a 1min27s913.




Com 15 minutos de sessão, o treino livre foi interrompido por conta de uma forte batida de Brendon Hartley na altura da curva 6. A suspensão dianteira  esquerda da Toro Rosso simplesmente quebrou no fim da reta Wellington e tornou o neozelandês passageiro do seu carro. Hartley foi direto para a barreira de proteção. Mas, por sorte, o piloto não sofreu nenhuma grande lesão. A cena provocou grande apreensão no meio da F1 e levou a própria Toro Rosso a realizar uma revisão exaustiva no carro de Pierre Gasly para evitar uma nova ocorrência do tipo.

A bandeira verde tremulou após quase 15 minutos de paralisação e levou todos os 19 pilotos restantes de volta à pista, o que provocou grande tráfego. Räikkönen continuava na liderança, mas Lewis Hamilton registrava a segunda marca e tinha apenas 0s094 de desvantagem para o finlandês. Mas a Mercedes começava a ditar o ritmo na fase final da sessão não apenas com Hamilton, mas também com Valtteri Bottas. E Charles Leclerc seguia brilhando depois de uma sexta-feira forte e aparecia em quinto lugar.
Charles Leclerc novamente andou bem demais com uma Sauber que faz grande trabalho na Inglaterra (Foto: Sauber)
Hamilton tomou a ponta com 26 minutos de sessão para marcar 1min27s442 — a melhor marca do fim de semana até aquele momento —, 0s165 mais rápido em relação a Räikkönen, enquanto Vettel permanecia na terceira posição. Bottas, Leclerc, Verstappen, Daniel Ricciardo, Marcus Ericsson, Kevin Magnussen e Fernando Alonso completavam o rol dos dez primeiros. Pouco depois, Ericsson melhorava bem sua marca e dava sequência a um grande trabalho da Sauber ao subir para a sexta posição.

Mas ainda havia treino pela frente, e Räikkönen encaixou grande volta para cravar 1min27s199, enfiando 0s243 em Hamilton, que seguia nos boxes da Mercedes durante o trabalho de simulação de classificação da Ferrari. Quem acelerava a Flecha de Prata antes de Lewis era Bottas, que poderia mostrar uma imagem mais cristalina do potencial real da Mercedes contra a Ferrari na fase final da sessão.

De fato, Bottas fez um bom tempo, mas não o bastante para superar o compatriota. O piloto da Mercedes registrou 1min27s364, mas Kimi estava impossível e fazia outra volta espetacular: 1min26s815. Com dez minutos para o fim, era a vez de Hamilton acelerar em Silverstone e tentar medir forças com o 'Homem de Gelo'.

E que grande volta fez Lewis Hamilton: com 1min26s722, mesmo com um pequeno erro na última curva, o tetracampeão bateu Räikkönen e colocou novamente a Mercedes, ficando a apenas 0s122 do recorde de Silverstone nesta versão do traçado. A volta do dono da casa mostra a Mercedes um pouco à frente da Ferrari e com ligeiro favoritismo para a pole-position logo mais, às 10h.

F1 2018, GP da Inglaterra, Silverstone, treino livre 3: 

1   44 Lewis HAMILTON ING Mercedes 1:26.722   14
2   7 Kimi RÄIKKÖNEN FIN Ferrari 1:26.815 +0.093 14
3   77 Valtteri BOTTAS FIN Mercedes 1:27.364 +0.642 16
4   5 Sebastian VETTEL ALE Ferrari 1:27.851 +1.129 8
5   33 Max VERSTAPPEN HOL Red Bull Tag Heuer 1:28.012 +1.290 22
6   3 Daniel RICCIARDO AUS Red Bull Tag Heuer 1:28.018 +1.296 15
7   16 Charles LECLERC MCO Sauber Ferrari 1:28.146 +1.424 17
8   20 Kevin MAGNUSSEN DIN Haas Ferrari 1:28.418 +1.696 15
9   8 Romain GROSJEAN FRA Haas Ferrari 1:28.554 +1.832 18
10   9 Marcus ERICSSON SUE Sauber Ferrari 1:28.814 +2.092 17
11   31 Esteban OCON FRA Force India Mercedes 1:28.917 +2.195 14
12   11 Sergio PÉREZ MEX Force India Mercedes 1:29.066 +2.344 14
13   14 Fernando ALONSO ESP McLaren Renault 1:29.070 +2.348 16
14   27 Nico HÜLKENBERG ALE Renault 1:29.094 +2.372 12
15   55 Carlos SAINZ JR ESP Renault 1:29.133 +2.411 15
16   18 Lance STROLL CAN Williams Mercedes 1:29.829 +3.107 12
17   35 Sergey SIROTKIN RUS Williams Mercedes 1:29.984 +3.262 16
18   2 Stoffel VANDOORNE BEL McLaren Renault 1:30.004 +3.282 17
19   10 Pierre GASLY FRA Toro Rosso Honda 1:30.050 +3.328 4
20   28 Brendon HARTLEY NZL Toro Rosso Honda     3
          Tempo 107% 1:32.793 +6.071  
                 
Recorde Lewis HAMILTON ING Mercedes 1:26.600 15/07/2017  
Melhor volta Lewis HAMILTON ING Mercedes 1:30.621 16/07/2017  


UMA DAS MELHORES CORRIDAS DO ANO

ABANDONO DE HAMILTON RECOLOCA VETTEL NO CAMINHO DO PENTA