F1
04/11/2017 12:32

Diretor da Williams confirma que Kvyat está na lista de candidatos para segunda vaga na temporada 2018

Com o anúncio da aposentadoria de Felipe Massa, o mercado de pilotos para 2018 se incendiou. Todas as atenções se voltaram para o segundo carro da Williams, que ainda não tem a dupla definida para a próxima temporada. Além dos já nomes sabidos de Robert Kubica, Paul Di Resta e Pascal Werhelein, um novo piloto entrou para a briga: Daniil Kvyat
Warm Up
NATHÁLIA DE VIVO, de São Paulo

A dupla de pilotos da Williams para a próxima temporada segue indefinida. Neste sábado (4), Felipe Massa anunciou sua aposentadoria ao final da temporada 2017 da F1, o que botou fogo no mercado de pilotos para a próxima temporada e voltou todas as atenções para a equipe de Sir Frank.
 
Não é de hoje que a lista de nomes para ocupar o segundo carro do time é grande. Com competidores como Robert Kubica, que chegou a testar com um carro de 2014, Pascal Wehrlein, que está em desvantagem por ter apenas 22 anos - a exigência da Martini é um piloto de 25, por questões de marketing, e Paul di Resta, a expectativa em torno da escuderia inglesa é grande. E agora, um novo piloto apareceu na briga.
Daniil Kvyat (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

Paddy Lowe admitiu que a Williams está também olhando pra Daniil Kvyat. Atualmente, o russo está a pé após ter sido descartado pela Toro Rosso duas vezes só neste ano: uma em Singapura e outra após o GP dos Estados Unidos.

O diretor da equipe inglesa reconheceu que todos os cenários possíveis estão sendo avaliados para a escolha do segundo piloto. "Nós estamos considerando todos os pilotos que não têm contratos. Kvyat é um piloto de bastante respeito. Talvez possa estar no radar. Eu prefiro não comentar muito sobre isso, porque estamos falando internamente. Mas estamos acompanhando todos os cenários”, explicou.
 
A carreira do piloto não tem sido das mais fáceis. Após pouco mais de uma temporada como titular da Red Bull, o competidor foi rebaixado para a equipe satélite por conta de seus fracos resultados. Quem assumiu seu carro foi Max Verstappen, que já conquistou três vitórias, duas delas neste ano, uma delas na Malásia e outra no México.
 
Mas mesmo após assumir o cockpit da Toro Rosso, o russo ainda assim não mostrou resultados. Após três nono lugares como melhores resultados, ele acabou chutado novamente após a prova em Singapura, dando lugar a Pierre Gasly. Ele chegou a voltar para a corrida em Austin, mas a décima colocação não foi suficiente para terminar a temporada.
 
Agora, Kvyat está apenas por si e correndo atrás de uma vaga para a temporada 2018. Mas caso queira integrar a Williams no próximo campeonato, terá que brigar com nomes de peso pelo assento.

Últimas Notícias
sexta-feira, 19 de janeiro de 2018
MotoGP
Rali
Outras
MotoGP
F1
F1
F1
F-E
F1
F1
F1
F1
quinta-feira, 18 de janeiro de 2018
F1
Rali
Rali
Galerias de Imagens
Facebook