F1
24/08/2017 06:20

Família confirma presença de Mick Schumacher a bordo de Benetton do 1º título do pai em homenagem na Bélgica

A assessora de imprensa da família Schumacher, Sabine Kehm, confirmou que Mick Schumacher vai guiar o Benetton B194 pouco antes da largada do GP da Bélgica, no próximo domingo. O carro, usado por Michael Schumacher na campanha do seu primeiro título mundial, vai à pista de Spa-Francorchamps como parte das homenagens ao heptacampeão
Warm Up
Redação GP, de Sumaré

Sabine Kehm confirmou que Mick Schumacher, filho do heptacampeão mundial, Michael Schumacher, vai pilotar o Benetton-Ford B194 usado pelo pai durante a campanha do seu primeiro título mundial, em 1994, pouco antes da largada do GP da Bélgica, no próximo domingo (27). A notícia, que já havia sido divulgada no último dia 12, foi confirmada pela assessora de imprensa da família. Mick vai guiar o carro do título do pai como parte das homenagens feitas pela organização do GP da Bélgica. Foi lá que, há 25 anos, o maior campeão da F1 venceu a primeira das suas 91 corridas no Mundial.
 
Schumacher, aliás, é um dos grandes símbolos de Spa-Francorchamps, já que boa parte das suas marcas históricas na F1 aconteceu no icônico circuito belga. Foi lá, por exemplo, que o alemão fez sua estreia no Mundial, em 1991, um ano antes de alcançar a primeira vitória. Em 1995, ainda pela Benetton, alcançou um triunfo histórico depois de ter largado em 16º. 
Mick Schumacher vai guiar o carro do pai neste fim de semana em Spa-Francorchamps (Foto: Forix)
Em 2004, nem precisou vencer para confirmar a incrível marca de sete títulos mundiais conquistados na F1 ao terminar o GP da Bélgica daquele ano em segundo lugar. E em 2012, pela Mercedes, no seu último ano na categoria, alcançou os 300 GPs disputados em Spa-Francorchamps.
 
Michael luta pela vida desde que sofreu o gravíssimo acidente em uma estação de esqui de Méribel, nos Alpes Franceses, em 29 de dezembro de 2013. A homenagem feita pela organização do GP da Bélgica neste fim de semana é uma forma de manter vivo o legado do heptacampeão mundial, que triunfou nada menos que seis vezes em Spa-Francorchamps.
 
A assessora da família Schumacher informou à agência de notícias ‘Reuters’ que, em princípio, a ideia era que Mick Schumacher pilotasse o carro da primeira vitória do pai na F1 nesse fim de semana, o Benetton-Ford B192. No entanto, problemas mecânicos no carro impediram o jovem alemão de guiar o modelo de 1992, sendo disponibilizando então o carro de 1994, do primeiro título de Michael.
 

No primeiro ano como piloto da F3 Europeia, Mick Schumacher ocupa atualmente a 11ª colocação na temporada 2017.
 
Michael Schumacher, por sua vez, pode ter uma das suas principais marcas no Mundial de F1 ser igualada neste fim de semana. Caso alcance a pole-position no sábado, Lewis Hamilton vai empatar com o heptacampeão mundial, que tem 68 largadas na posição de honra do grid.
RENOVAÇÃO COM RÄIKKÖNEN DIZ MUITO SOBRE O QUE É A FERRARI E SEU PENSAMENTO SOBRE A F1


Últimas Notícias
sexta-feira, 19 de janeiro de 2018
MotoGP
Rali
Outras
MotoGP
F1
F1
F1
F-E
F1
F1
F1
F1
quinta-feira, 18 de janeiro de 2018
F1
Rali
Rali
Galerias de Imagens
Facebook