F1
22/08/2017 07:35

Ferrari opta pela experiência, confirma rumores e renova contrato com Räikkönen para temporada 2018 da F1

Em curto comunicado emitido na manhã desta terça-feira (22), a Ferrari confirmou o que já se esperava desde antes das férias. A escuderia de Maranello anunciou a permanência de Kimi Räikkönen para a próxima temporada da F1. Resta apenas o anúncio da esperada renovação de contrato com Sebastian Vettel
Warm Up
FERNANDO SILVA, de Sumaré
 

Kimi Räikkönen vai continuar na Ferrari pelo menos até o fim da temporada 2018 do Mundial de F1. Em curto comunicado publicado na manhã desta terça-feira (22), a escuderia italiana confirmou a renovação de contrato com o finlandês, o último piloto a conquistar um título pela Ferrari, há quase dez anos. A renovação já era esperada depois de o presidente Sergio Marchionne sinalizar com a permanência do ‘Homem de Gelo’. Mas o anúncio, que chegou a ser cogitado para Monza, foi antecipado para as vésperas do GP da Bélgica, prova que abre a segunda parte do campeonato neste fim de semana.

“A Ferrari renovou seu acordo com Kimi Räikkönen. O piloto finlandês, portanto, corre para a equipe de Maranello no Mundial de F1 em 2018”, diz o breve comunicado emitido pelo lendário time vermelho.
 
A Ferrari, assim, opta pela experiência de Kimi, que tinha seu último vínculo vencendo ao fim deste ano. Nomes como Sergio Pérez e Romain Grosjean chegaram a ser ventilados, mas no fim das contas prevaleceu a vontade da cúpula da Ferrari e também de Sebastian Vettel. O tetracampeão também tem seu vínculo atual vencendo neste ano.
Kimi Räikkönen vai seguir por mais um ano na Ferrari (Foto: Ferrari)
A tendência, no fim das contas, é que Vettel renove contrato com a Ferrari, que manteria assim uma das duplas mais experientes e equilibradas do grid. Tudo para seguir sua cruzada para voltar ao topo de uma F1 dominada pela Mercedes nos últimos anos. Espera-se que o anúncio da renovação de Vettel com a escuderia italiana seja anunciada nas próximas semanas.

Räikkönen, se não faz uma temporada brilhante, ao menos não compromete e serve como bom escudeiro para Vettel, como aconteceu no último GP da Hungria, onde terminou em segundo, logo atrás do alemão, para depois ser elogiado pela cúpula da Ferrari. Ao todo, Kimi soma 116 pontos na temporada, um a menos que Daniel Ricciardo. O ‘Homem de Gelo’ tem como melhores resultados dois segundos lugares, nas duas provas onde a Ferrari fez dobradinha, em Mônaco e na Hungria.
 
Perto de completar 38 anos, em 17 de outubro, o piloto mais velho da F1 atual voltou a largar na pole-position neste ano, em Mônaco, depois de um jejum de quase nove anos sem abrir o grid de largada.
 

Pela Ferrari, além do título em 2007, Kimi soma 122 GPs, nove vitórias, seis poles e 37 pódios em dois períodos distintos: entre 2007 e 2009, na sua primeira passagem por Maranello antes de deixar a F1; e a partir de 2014, quando foi contratado após ter feito dois grandes anos pela Lotus no seu retorno ao Mundial. Em 2018, o ‘Homem de Gelo’ vai completar sua quinta temporada seguida pela equipe italiana.
 
Pelos números, Räikkönen deve passar, ao fim de 2018, Felipe Massa e se tornar o segundo piloto com maior número de largadas pela Ferrari. Schumacher é o recordista, com 180 GPs pela equipe italiana, enquanto Massa tem 139.
TUKA ROCHA ANALISA NOVO MOMENTO DA STOCK CAR


Últimas Notícias
domingo, 21 de janeiro de 2018
Indy
F1
Rali
Rali
F1
sábado, 20 de janeiro de 2018
Rali
Rali
Rali
Rali
Rali
Rali
Rali
Nascar
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook