F1
05/06/2018 07:07 - Atualizada 05/06/2018 12:09

FOTO: Márquez vive dia de piloto de F1 e acelera pela Toro Rosso em teste privado no Red Bull Ring

Tetracampeão mundial de MotoGP e já uma das lendas do Mundial de motovelocidade, Marc Márquez vive um dia diferente na sua carreira nesta terça-feira (5). O espanhol de 25 anos tem a chance de guiar um carro de F1 em sessão promovida pela Red Bull, sua patrocinadora, no circuito Red Bull Ring, na Áustria. Por questões contratuais em razão do seu vínculo com a Honda, Márquez guiou um carro com a pintura da Toro Rosso
Warm Up / Redação GP,  de Sumaré
 Marc Márquez andou com o RB8 em Spielberg (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

Passada a frustração da queda no GP da Itália de MotoGP e apenas o 16º lugar na corrida do último domingo em Mugello, Marc Márquez vive um dia diferente na sua carreira no esporte a motor. Na manhã desta terça-feira (5), o tetracampeão da classe rainha do Mundial de Motovelocidade tem a chance de acelerar um carro de F1 em teste promovido pela Red Bull, sua patrocinadora de longa data, no circuito Red Bull Ring, em Spielberg, na Áustria.
 
Por motivos contratuais em razão do seu vínculo com a Honda, Márquez pilotou um carro de F1 com a pintura da Toro Rosso, que tem a fábrica japonesa com sua fornecedora de motores. Antes de ir à pista pela primeira vez, Márquez recebeu instruções nos boxes do circuito austríaco e foi acompanhado de perto por Mark Webber, ex-piloto da Red Bull na F1, e Helmut Marko, consultor da equipe tetracampeã mundial. Depois, até Niki Lauda foi prestigiar o tetracampeão.

Ao completar sua sessão de testes, Márquez se mostrou maravilhado: "Experiência incrível pilotando um F1. Sem palavras para descrever. Estou muito feliz", escreveu o piloto em sua conta no Twitter. 
Marc Márquez deixa os boxes do Red Bull Ring em carro com a pintura da Toro Rosso Honda (Foto: Honda Racing)
Márquez segue assim os passos de outros tantos pilotos campeões da MotoGP que tiveram a oportunidade de pilotar carros de F1. Valentino Rossi realizou várias sessões de testes com a Ferrari no fim da década passada. Mike Doohan, por sua vez, já teve a chance de guiar um bólido da Williams.
 
E, no ano passado, Jorge Lorenzo pilotou um carro da Mercedes em ação promocional realizada pela Monster, concorrente da Red Bull no ramo de bebidas energéticas, patrocinadora de Lorenzo e também da equipe prateada.
Marc Márquez andou com o carro taurino em Spielberg (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
As ações de marketing envolvendo os testes promovidos pela Red Bull não se resumem apenas a Márquez. Outros dois pilotos vinculados à marca vão guiar o carro com a pintura da Toro Rosso.

Dani Pedrosa, companheiro de Márquez na Honda e que teve o anúncio da sua saída da equipe japonesa também nesta terça-feira, deu suas primeiras voltas no período da tarde no Red Bull Ring. Há ainda a previsão de que Antonio Cairoli, campeão mundial de motocross, também acelere o carro taurino.