F1
30/08/2017 08:25

Lauda relega Bottas a segundo plano e põe Hamilton como prioridade: “Está claro que ele tem mais chances de título”

Ainda que se veja com chances de título mesmo após uma jornada bem apagada na Bélgica, Valtteri Bottas passa a ser deixado em segundo plano em relação a Lewis Hamilton. Pelo menos, é a visão de Niki Lauda, presidente não-executivo da Mercedes, que colocou o britânico como prioridade na batalha contra a Ferrari e Sebastian Vettel pela taça de 2017
Warm Up
Redação GP, de Sumaré

A grande vitória conquistada por Lewis Hamilton no último GP da Bélgica acirrou ainda mais a batalha pelo título da temporada 2017 da F1. Agora, o britânico está a apenas sete pontos de Sebastian Vettel e, caso o resultado de Spa se repita no GP da Itália, neste fim de semana, então Lewis vai empatar a fatura, mas assumirá a liderança do campeonato pelos critérios de desempate (maior número de vitórias, no caso). Em contrapartida, Valtteri Bottas, com o quinto lugar no último domingo, se viu com um atraso de 41 pontos para o topo da tabela.
 
Assim, Niki Lauda, presidente não-executivo da Mercedes, não tem dúvidas ao colocar Hamilton como a prioridade da equipe na batalha pelo título contra Vettel. O austríaco destacou que cada ponto é importante e recordou a campanha do tri, em 1984, quando faturou a taça por 0,5 ponto de vantagem para Alain Prost.
Lauda entende que Hamilton deve ser a prioridade da Mercedes na luta contra Vettel (Foto: Getty Images)
“Fui campeão por meio ponto, de modo que sei exatamente o quão importante cada ponto é quando você conta com eles no fim. Bottas não teve um fim de semana sólido em Spa, de modo que está claro que Hamilton tem mais chances de título”, salientou Lauda em entrevista à emissora alemã RTL.
 
O dirigente até citou a perda que Lewis teve ao devolver o terceiro lugar a Bottas na volta final do GP da Hungria. “Se Hamilton não tivesse dado a ele esses três pontos em Budapeste, estaria só a quatro de Vettel”, lembrou.
 
Toto Wolff, chefe da Mercedes, não tem um discurso tão contundente quanto o de Lauda, mas disse que vai esperar o resultado do GP de Monza para definir sobre priorizar Hamilton na equipe em prol do título contra Vettel e a Ferrari.
 

“Só é possível vencer um rival como a Ferrari quando tudo se encaixa. Queremos manter todas as opções em aberto sempre que possível e sabemos que não há um manual para lidar com esses problemas. A Ferrari tem o luxo de ter um piloto que está claramente à frente do outro, então, desde agora, vamos decidir corrida após corrida. Vamos ver depois de Monza. É um circuito bom para nós, mas vimos em Spa que a Ferrari melhorou”, alertou.
 
Por outro lado, Valtteri ainda se vê com chances de título, ainda que esteja bem mais atrás dos ponteiros, mas entenderia se a Mercedes priorizar Hamilton. “Ainda faltam oito corridas e muitos pontos ainda estão em disputa. Simplesmente tenho de estar na pole-position e então bater meus rivais”, afirmou o finlandês durante entrevista à revista alemã ‘Auto Motor und Sport’.
ALONSO COLHE O QUE PLANTA E FICA SEM NOVAS ALTERNATIVAS NA F1 PARA 2018


Últimas Notícias
domingo, 24 de junho de 2018
F3
F1
F1
DTM
Outras
F1
F2
sábado, 23 de junho de 2018
F1
Indy
Indy
F2
Indy
Indy
F1
Indy
Galerias de Imagens
Facebook