F1
15/12/2017 10:07

Massa vê Williams em “um caminho financeiro” e nega surpresa com indecisão sobre dupla para temporada 2018

Mesmo longe da F1, Felipe Massa não se negou a falar sobre a atual condição da Williams, que ainda segue sem confirmar sua dupla para 2018. O brasileiro disse não se surpreender com a busca por dinheiro do ex-time e acha que a equipe está apenas em um “caminho financeiro” sobre a decisão do segundo piloto
Warm Up / Redação GP,  de Curitiba
 Robert Kubica acelera com o carro da Williams nesta terça-feira (Foto: Sky Sports/Twitter)

Felipe Massa disse não se surpreender com a busca por dinheiro da Williams e afirmou que a ex-equipe está apenas seguindo um "caminho financeiro" no que diz respeito à decisão sobre quem vai ocupar o posto de companheiro de Lance Stroll em 2018. O time inglês é o único que ainda não anunciou a dupla para a próxima temporada da F1.
 
O brasileiro ratificou a segunda aposentadoria do esporte no fim desta temporada, depois de também negociar com a esquadra inglesa a continuidade no time. A saída de Massa deixou um lugar cobiçado no grid. Robert Kubica e Paul di Resta, então, surgiram como favoritos à vaga. E de acordo com o que revelou o 'Diário Motorsport', parceiro do GRANDE PRÊMIO, o polonês assinou contrato com Grove, mas, desde os testes em Abu Dhabi, o russo Sergey Sirotkin apareceu na briga e vem tentando cavar um espaço, apoiado por um forte aporte financeiro de seus investidores. 
Felipe Massa descarta surpresa com busca da Williams por dinheiro (Foto: FIA)

Questionado sobre a condição do polonês e o atual cenário dentro da Williams, Massa disse: "O caminho da equipe é financeiro, incluindo Kubica, então não me surpreende. Mas não sei o que vai acontecer. Não estou acompanhando o que acontece com a equipe agora."
 
"A minha cabeça está em outras coisas e no que estou fazendo agora. E não tem nada a ver com a F1 mais", completou em declaração ao site da revista inglesa 'Autosport'.
 
Felipe também foi convidado a falar sobre o futuro. Sempre associado a uma possível vaga na Fórmula E para o próximo ano, o brasileiro revelou que toda a negociação ainda está em um estágio inicial. "Eu tive algumas conversas com alguns times, com algumas pessoas, mas tudo ainda está no começo. Não tem nada muito próximo que possa falar, mas acho que algo vai aparecer logo", explicou.
 
Por fim, Massa voltou a reiterar que deixou a F1 feliz e satisfeito com a carreira que construiu desde 2002. O paulista de 36 anos passou por Sauber, Ferrari e Williams. Foi vice-campeão em 2008 e obteve 11 vitórias. "A única coisa que faltou foi um título mundial e acredito que fui o brasileiro que mais perto chegou disso entre aqueles que não se tornaram campeões."
 
"Não tenho nada que me preocupar, sou um cara bem-sucedido, e isso é o mais importante. Na verdade, eu conquistei mais do que imaginava na minha carreira. Eu realizei todos os meus sonhos”, concluiu.
EM BUSCA DO SONHO DA F1

PIETRO FITTIPALDI REVELA QUE NEGOCIOU COM A SAUBER PARA 2018