F1
29/07/2017 07:30 - Atualizada 29/07/2017 09:57

Massa volta a passar mal e fica fora da sequência do GP da Hungria. Williams confirma Di Resta como substituto

Assim como na sexta-feira, Felipe Massa passou mal durante o terceiro treino livre da F1 na Hungria. A situação leva a Williams a efetivar o reserva Paul di Resta como titular para o resto das atividades do fim de semana. Assim, o Brasil fica de fora de um GP da categoria pela primeira vez em 35 anos
Warm Up, de Hungaroring
VITOR FAZIO, de Porto Alegre

Felipe Massa está de fora do GP da Hungria deste fim de semana. O brasileiro voltou a se sentir mal durante o terceiro treino livre da F1, neste sábado (29), e a Williams optou por uma solução emergencial. De última hora, o reserva Paul di Resta foi confirmado como piloto da equipe britânica para o treino classificatório e a corrida na Hungria.
 
O mal estar é uma repetição do que aconteceu com Massa já na sexta-feira. Alegando tontura, o brasileiro foi levado a um hospital de Budapeste para fazer exames. Apesar da suspeita de virose, ficou decidido que o brasileiro tentaria dar sequência aos trabalhos no Hungaroring – o que não foi possível. A decisão de abandonar a etapa húngara partiu do próprio Felipe.

A informação é de que Massa apresenta um quadro de labirintite viral, segundo a FIA. Os sintomas do quadro incluem vertigem, náusea, tontura e desequilíbrio. A Williams, posteriormente, negou a informação, mas não disse qual seria a correta.
Paul di Resta volta ao grid da F1 como substituto de Felipe Massa (Foto: Getty Images)

Os problemas de saúde de Massa significam que o grid da F1 não contará com um piloto brasileiro pela primeira vez em 35 anos. A última vez que o Brasil esteve ausente em uma corrida da categoria foi no GP de San Marino de 1982. Na ocasião, os três brasileiros da categoria – Nelson Piquet, Chico Serra e Raul Boesel – ficaram fora por conta de um boicote das equipes à FISA, entidade que regia a F1.

A situação também significa que Massa perde um GP de F1 pela primeira vez desde o GP de Abu Dhabi de 2009. A corrida árabe foi a última das oito que Felipe perdeu por conta do grave acidente durante o treino classificatório do GP da Hungria, em que o piloto foi acertado por uma mola.
 
Paul di Resta disputou três temporadas completas da F1, entre 2011 e 2013. Pela Force India, o britânico pouco fez: mesmo pontuando com frequência, Paul nunca chamou muita atenção. Depois de perder seu espaço na categoria, Di Resta concentrou esforços no DTM, onde já havia sido campeão em 2010. Além disso, o piloto também participa das transmissões de TV da F1 no Reino Unido. Em seu retorno, o primo de Dario Franchitti corre com o número #40. Questionado sobre o retorno, Paul foi direto: "É um tiro no escuro".

Di Resta é o primeiro piloto britânico a correr pela Williams desde 2000. O último a correr pela esquadra de Frank Williams, sempre muito identificada com o Reino Unido, foi Jenson Button, em sua temporada de estreia.
Felipe Massa não tem condições de disputar o GP da Hungria (Foto: AFP)
Confira o comunicado da Williams sobre Felipe Massa

Depois de se sentir mal durante os treinos livres de sexta-feira e sábado, Felipe Massa não vai pilotar no resto das atividades do GP da Hungria.
 
Felipe visitou o centro médico e o hospital MH EK Honvedkorhaz por precaução depois de sentir tontura no TL2. Ele foi liberado para participar do TL3, mas voltou a passar mal e tomou a decisão de abandonar o fim de semana.
 
A Williams apoia a decisão do Felipe. A equipe vai trabalhar para garantir uma recuperação completa, pensando no retorno às pistas no GP da Bélgica.
CASO VÁ BEM EM TESTE, KUBICA DEVE VIRAR TITULAR DA RENAULT JÁ A PARTIR DO GP DA BÉLGICA
Por conta desta decisão, o reserva Paul di Resta vai pilotar ao lado de Lance Stroll na sequência do fim de semana do GP da Hungria.
 
Massa: "Preciso descansar um pouco para voltar mais forte em Spa"

A Williams gravou um vídeo com Massa momentos antes da classificação do GP da Hungria. O brasileiro confirma que não vai estar no teste do meio de semana também marcado para a pista magiar.



Oi, gente. Como vocês sabem, eu não vou correr aqui neste fim de semana. Não estava me sentindo bem no carro, estava meio tonto, e estou triste porque queria estar no carro, correr pela equipe e por mim neste lugar especial, a Hungria. Espero o melhor para Paul (di Resta) e para a equipe. Preciso descansar um pouco para voltar mais forte para Spa, então muito obrigado pelo apoio e pela ajuda, e vamos ajudar a equipe neste fim de semana. Obrigado, e vejo vocês em Spa.


O GRANDE PRÊMIO acompanha o fim de semana do GP da Hungria de F1 AO VIVO, em TEMPO REAL e ‘in loco’ com o jornalista Flavio Gomes no circuito de Hungaroring.

Últimas Notícias
segunda-feira, 25 de junho de 2018
Mitsubishi
F1
Nascar
Motociclismo
F1
F2
F1
F1
domingo, 24 de junho de 2018
F1
Indy
Indy
F1
Indy
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook