F1
09/01/2018 12:05

Newey revela dificuldade da Red Bull em instalar novos motores Renault: “São mais complexos que os antigos”

A Red Bull deseja brigar pelo título em 2018, mas as dificuldades vão além da briga com Mercedes e Ferrari nas pistas. Na pré-temporada, o projetista Adrian Newey já revela que a equipe está com problemas com os novos motores Renault
Warm Up / Redação GP,  de São Paulo
 Max Verstappen (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

Daniel Ricciardo e Max Verstappen já deixaram claro que desejam brigar pelo título em 2018. E a Red Bull precisa se fortalecer para conseguir brigar, nas pistas, contra Mercedes e Ferrari. Mas a temporada ainda está distante de seu início e a equipe já encontra dificuldades em sua garagem.

Em entrevista para a 'Sky Sports', Adrian Newey, projetista da equipe, revelou que a Red Bull encontra problemas em conseguir instalar os novos motores da Renault com seu chassi RB14.

"Temos algumas dificuldades com isso. Os novos motores são muito mais complexos que os antigos V8", declarou Newey.
Adrian Newey (Foto: Getty Images)
"A equipe de fábrica (Renault) que está marcando a direção a ser tomada, não nós. Não é ótimo, mas não acredito que a Renault tenha motores melhores que os nossos", completou.

Como o contrato com a Renault se encerra ao final de 2018, a Red Bull não possui mais influência no desenvolvimento dos motores, função que será tomada pela McLaren em 2019.

Isso faz com que diversas dúvidas se propaguem na cabeça do projetista: "Nos esforçaremos ao máximo, mas nem tudo está em nossas mãos. Temos um bom carro para 2018. A Renault progrediu bastante e diminuiu o espaço (para quem está acima), então a pergunta é: Podemos ganhar? Essa distância segue diminuindo para que possamos brigar pelo título? Ou Mercedes e Ferrari seguem à frente?", finalizou Newey.