F1
19/06/2016 12:51

Presidente da Ferrari descarta mudar foco para 2017 e vê campeonato “completamente aberto”

Sergio Marchionne avaliou que não é hora de mudar o foco para a temporada 2017 da F1. Presidente da Ferrari avaliou que o Mundial deste ano segue completamente aberto
Warm Up
Redação GP, de São Paulo
Os 76 pontos de atraso em relação à Mercedes na classificação do Mundial de Construtores não assustam a Ferrari. Apesar de ainda não ter conquistado uma vitória em 2016, a escuderia de Maranello segue confiante de que pode reagir ao domínio da escuderia alemã.
 
Falando à imprensa em Baku, palco do GP da Europa deste domingo (19), Sergio Marchionne avaliou que não é hora de mudar o foco para a temporada 2017. Na visão do presidente da escuderia italiana, o Mundial ainda está aberto e, por isso, é preciso seguir trabalhando.
Sergio Marchionne avaliou que não é hora de mudar foco para 2017 (Foto: Ferrari)
Marchionne iniciou o ano pressionando Sebastian Vettel e Kimi Räikkönen por vitórias, mas, até aqui, a Red Bull foi a única a furar o bloqueio da Mercedes — com Max Verstappen no GP da Espanha.
 

A performance resultou em sugestões de que os italianos deveriam mudar o foco para 2017, mas Marchionne acredita que ainda é cedo para fazer isso.
 
“Pensar que temos de começar a pensar no próximo ano por não termos vencido nas primeiras seis corridas é errado”, disse Marchionne. “A corrida é agora, então você tem de focar em hoje. Em duas semanas, temos a Áustria e, de qualquer forma, temos de tentar melhorar os carros, porque isso é essencial”, avaliou.
 
Questionado sobre a desconfiança do público em relação à capacidade da Ferrari de se aproximar da Mercedes ainda em 2016, Marchionne respondeu: “Entendo isso muito bem, mas a diferença de pontos não justifica tal pessimismo”.
 
“Isso não significa que será fácil, mas o time não vai desistir e começar a pensar em 2017”, assegurou.
 
Além disso, o presidente da Ferrari avaliou que é difícil iniciar o projeto de 2017 sem comprometer o trabalho deste ano.
 
“Isso não deve atrapalhar o que estamos fazendo para 2016”, ponderou. “Com o que vimos nas últimas corridas, acredito que o campeonato está completamente aberto”, opinou.
 
“Nós temos de tentar entrar no jogo: Maurizio [Arrivabene] e o time querem fazer isso. Ouvi que Vettel está convencido de que o carro está lá e eles são capazes de trazer resultados”, relatou. “Então vamos trabalhar nas próximas corridas, porque não estamos nem na metade do campeonato”, concluiu.
 
PADDOCK GP #33 ANALISA GP DO CANADÁ E FAZ PRÉVIA DO GP DA EUROPA



Últimas Notícias
domingo, 22 de abril de 2018
Mitsubishi
MotoGP
MotoGP
MotoGP
Indy
MotoGP
MotoGP
Indy
MotoGP
Indy
Stock Car
MotoGP
Indy
Stock Car
Superbike
Galerias de Imagens
Facebook