F1
06/04/2018 13:29

Räikkönen comanda 'trenzinho' Ferrari-Mercedes-Red Bull no TL2 no Bahrein. Mas termina com problema 'à la Haas'

Kimi Räikkönen se colocou como mais veloz da sexta-feira (6), que abriu as atividades do GP do Bahrein, a segunda etapa da temporada 2018 da F1. O finlandês exibiu a grande velocidade dos carros vermelhos, uma vez que Sebastian Vettel ficou em segundo, a 0s011 do colega de equipe. A Mercedes terminou discreta, em terceiro e quatro, com Valtteri Bottas à frente de Lewis Hamilton
Warm Up / EVELYN GUIMARÃES,  de São Paulo
 Kimi Räikkönen (Foto: Ferrari)

Depois de vencer na Austrália, a Ferrari mostrou velocidade também no Bahrein  e puxou o ‘trenzinho’ das três principais equipes do grid. E quem comandou a tabela foi Kimi Räikkönen. O finlandês foi sempre veloz a cada saída dos boxes e ficou 0s011 à frente do companheiro Sebastian Vettel, para liderar o segundo treino livre da etapa barenita da temporada 2018 - apenas os dois viraram tempos na casa de 1min29s e quase 0s5 melhor que a rival Mercedes. Apesar da performance, o nórdico não conseguiu completar a sessão. A equipe italiana errou em uma troca do pneu dianteiro direito, que ficou solto. E acabou pela pista, em uma quase reprise do que aconteceu com a Haas há duas semanas. 

E a Mercedes, hein? Os carros prateados tiveram um desempenho mais discreto, digamos assim.
 
Precisando se recuperar dos erros do fim de semana australiano, Valtteri Bottas foi novamente mais rápido do que Lewis Hamilton. É bem verdade que o inglês foi atrapalhado em seus giros de classificação, mas, ainda assim, o nórdico sai em vantagem. A equipe alemã optou por se concentrar na estratégia de corrida. 
 
A Red Bull assumiu seu lugar de terceira força, e colocou Max Verstappen – que conseguiu recuperar parte do tempo perdido do primeiro treino – à frente de Daniel Ricciardo. O top-10 ainda veio formando pela Renault de Nico Hülkenberg, a Toro Rosso de Pierre Gasly e a McLaren de Fernando Alonso e Stoffel Vandoorne. 

A F1 volta agora às 9h deste sábado, para o terceiro e último treino livre do fim de semana. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL
Kimi Räikkönen liderou a sexta-feira barenita da F1 (Foto: Ferrari)
Confira como foi o segundo treino livre da F1 no Bahrein

Diferente do primeiro treino livre, liderado por Daniel Ricciardo, a segunda sessão do GP do Bahrein teve início já no fim de tarde e início de noite no circuito de Sakhir. E sob temperaturas um pouco menores do que no TL1. Mas só um pouco. Os termômetros registravam 28ºC no ambiente e 32ºC no asfalto árabe. Na verdade, a atividade complementar desta sexta-feira (6) se mostrou mais importante para os dados e análises, uma vez que foi disputada no mesmo horário que será realizada a classificação e a corrida, no domingo.
 
E novamente a Haas foi a primeira deixar os boxes. Como mais cedo, Romain Grosjean deu início ao seu primeiro stint com os pneus médios - a composição mais dura do fim de semana. Além dos compostos de cor branca, a Pirelli também levou ao Bahrein os macios (amarelos) e os supermacios (vermelhos). O francês, então, abriu a cronometragem com 1min33s988. Mas Kevin Magnussen acabou sendo mais rápido na sequência e assumiu a ponta com 1min33s366. 
 
Logo, a Sauber, a Force India e a Williams também mandaram seus pilotos à pista. E ambos de macios. Neste novo cenário, o jovem Charles Leclerc chegou a figurar na ponta da tabela, mas o P1 durou pouco. Isso porque a Ferrari mandou Kimi Räikkönen também com os macios. Aí o finlandês surgiu com 1min30s689. O monegasco ainda se sustentou em segundo, à frente de Magnussen, Pérez, Grosjean, Brendon Hartley, Lance Stroll e Sergey Sirotkin. 
Lewis Hamilton não viveu uma boa sexta-feira (Foto: AFP)

Só que a pista foi melhorando também, e Esteban Ocon conseguiu 1min32s512 - de macios. Nico Hülkenberg se colocou em quinto, mas perdeu logo em seguida a posição. Isso porque Fernando Alonso surgiu em terceiro. Neste meio tempo, Marcus Ericsson cometeu um erro, perdeu o carro e foi parar na área de escape do setor 2 da pista árabe.
 
Minutos depois, Max Verstappen veio à pista. O holandês, que completou apenas duas voltas no TL1 depois de uma falha eletrônica, começou seu stint com os pneus macios, assim como o colega Daniel Ricciardo. O mais jovem da dupla andou em 1min32s134. Já o mais velho se colocou perto do desempenho do líder Räikkönen. Ricciardo virou apenas 0s062 pior que o finlandês. 
 
Aí veio a vez da Mercedes. Lewis Hamilton e Valtteri Bottas decidiram por táticas diferentes - enquanto o inglês optou pelos médios, o finlandês foi de macios. Já Sebastian Vettel e a Ferrari seguiram de macios. Assim, o ferrarista cravou 1min30s041. Bottas ficou com 1min30s447. Já Hamilton virou 1s2 pior que o rival alemão, ficando apenas em quinto. Entre eles, Bottas, Räikkönen e Ricciardo – todos separados por 0s7. Verstappen, Stoffel Vandoorne, Gasly, Aonso e Carlos Sainz completavam os dez primeiros.
 
Já perto da primeira meia hora de trabalhos, a Ferrari decidiu testar os supermacios pela primeira vez. E o escolhido foi o campeão de 2007. Que, naturalmente, pulou para a ponta da tabela com o 1min29s817 – 0s8 melhor do que Vettel, que tinha o tempo mais veloz, mas com os compostos macios. Não demorou, e a Mercedes também surgiu na pista com os supermacios – e agora com os dois pilotos. 
 
Bottas saiu à frente de Hamilton. E não conseguiu bater o tempo dos carros da Ferrari, terminando a primeira volta rápida em terceiro, com 1min30s380. Já Hamilton caiu em um tráfego no giro inicial e teve de tirar o pé. Na segunda tentativa, o inglês novamente não conseguiu pista limpa, pegou o Magnussen na parte final, e foi capaz de virar apenas 1min30s472 - ou o quarto tempo. Minutos antes, Ricciardo e Bottas se envolveram em um pequeno incidente sem vítimas na curva 4. O finlandês bloqueou o australiano, que não ficou nada feliz. Sem nada que ver com isso, Vettel tirou um pouquinho mais da marca do colega de equipe e, ainda em segundo, ficou a 0s011 de Kimi.
 
A dupla da Mercedes, com Bottas à frente de Hamilton, se colocou ali em terceiro e quarto. Ricciardo, Nico Hülkenberg, Gasly, Alonso, Verstappene e Vandoorne formavam os postos até o décimo lugar. Mais atrás, a Force India tentava escapar do fundo da tabela e vinha bem atrás da Williams. 

Enquanto isso, Verstappen voltou à pista de supermacios. O holandês precisou recuperar o tempo perdido no TL1 e completou um longo stint de macios. E apesar de ter se queixado da pouca velocidade do RB14 nas retas de Sakhir, o jovem conseguiu se colocar em quinto, logo atrás de Hamilton e à frente de Ricciardo. 

Quando a sessão se aproximou dos 30 minutos finais - e como sempre acontece -, as equipes começaram as simulações de corrida. E Vettel foi um dos primeiros a sair com o pneus macios. Hamilton, por sua vez, preferiu iniciar o stint com os supermacios, assim como o australiano da Red Bull. Na sequência, McLaren e Renault também mandaram seus pilotos para os testes de corrida. 

Novidade na área: PADDOCKAST, o podcast do GRANDE PRÊMIO, com Renan do Couto e Victor Martins. Ouça já


Aí a sessão acompanhou uma série de ensaios, com revezamento de pneus pelos pilotos. E pouco antes do fim da sessão, a Ferrari errou em uma troca de pneu - deixou o solto o dianteiro direito do carro de Räikkönen, que teve de acabar a sessão a pé. O incidente, entretanto, foi para a mesa dos comissários. Mesmo líderando o dia.

F1 2018, GP do Bahrein, Sakhir, treino livre 2:

1   7 Kimi RÄIKKÖNEN FIN Ferrari 1:29.817  
2   5 Sebastian VETTEL ALE Ferrari 1:29.828 +0.011
3   77 Valtteri BOTTAS FIN Mercedes 1:30.380 +0.563
4   44 Lewis HAMILTON ING Mercedes 1:30.472 +0.655
5   33 Max VERSTAPPEN HOL Red Bull Tag Heuer 1:30.745 +0.928
6   3 Daniel RICCIARDO AUS Red Bull Tag Heuer 1:30.751 +0.934
7   27 Nico HÜLKENBERG ALE Renault 1:31.220 +1.403
8   10 Pierre GASLY FRA Toro Rosso Honda 1:31.232 +1.415
9   14 Fernando ALONSO ESP McLaren Renault 1:31.282 +1.465
10   2 Stoffel VANDOORNE BEL McLaren Renault 1:31.422 +1.605
11   8 Romain GROSJEAN FRA Haas Ferrari 1:31.591 +1.774
12   55 Carlos SAINZ JR ESP Renault 1:31.601 +1.784
13   31 Esteban OCON FRA Force India Mercedes 1:31.809 +1.992
14   11 Sergio PÉREZ MEX Force India Mercedes 1:31.868 +2.051
15   20 Kevin MAGNUSSEN DIN Haas Ferrari 1:31.969 +2.152
16   16 Charles LECLERC MCO Sauber Ferrari 1:32.372 +2.555
17   18 Lance STROLL CAN Williams Mercedes 1:32.382 +2.565
18   35 Sergey SIROTKIN RUS Williams Mercedes 1:32.474 +2.657
19   9 Marcus ERICSSON SUE Sauber Ferrari 1:32.733 +2.916
20   28 Brendon HARTLEY NZL Toro Rosso Honda 1:32.908 +3.091
          Tempo 107% 1:36.104 +6.287
               
Recorde Lewis HAMILTON ING Mercedes 1:28.769 15/04/2017
Melhor volta Pedro DE LA ROSA ESP McLaren Mercedes 1:31.447 03/04/2005