F1
24/05/2018 11:29

Ricciardo consolida domínio da Red Bull com novo recorde da pista e liderança do segundo treino livre em Mônaco

A quinta-feira (24) foi perfeita para a Red Bull, que liderou os dois treinos do dia, os dois com Daniel Ricciardo. O australiano quebrou o recorde estabelecido por ele próprio pela manhã e marcou a melhor volta de sempre no Principado, mostrando ser a grande força, até o momento, no fim de semana. Max Verstappen completou a nova dobradinha taurina, enquanto Sebastian Vettel foi o terceiro
Warm Up
FERNANDO SILVA, de Sumaré

Dobradinha e recorde da pista no primeiro treino livre e também no segundo treino livre da quinta-feira (24) que abriu os trabalhos do fim de semana do GP de Mônaco. Foi assim que a Red Bull viveu um dia perfeito nas ruas de Monte Carlo e exerceu pleno domínio sobre as rivais Ferrari e Mercedes, com Daniel Ricciardo repetindo o resultado da sessão matinal ao liderar novamente a tabela dos tempos no Principado. Com excepcional tempo de 1min11s841, o australiano marcou novamente a melhor volta de sempre em Mônaco, com Max Verstappen completando o 1-2 taurino ao ficar 0s194 atrás. Sebastian Vettel, com a Ferrari, finalizou o dia na terceira colocação, pouco à frente de Lewis Hamilton, quarto.

Kimi Räikkönen repetiu quinto lugar obtido pela manhã e finalizou o dia à frente do compatriota Valtteri Bottas, da Mercedes. A Renault voltou a figurar como a melhor do resto no Principado, mas desta vez com Nico Hülkenberg, sétimo colocado. O alemão foi seguido pelas McLaren de Stoffel Vandoorne e Fernando Alonso, enquanto Carlos Sainz completou o top-10 ao ter completado sua volta apenas 0s022 mais rápido em relação a Brendon Hartley, da Toro Rosso.

A sessão ficou interrompida durante alguns minutos por um motivo inusitado e, ao mesmo tempo, perigoso. A direção de prova acionou a bandeira vermelha para que os fiscais de pista pudessem realizar reparos na tampa de um bueiro antes da curva Mirabeau. 

Como é tradição em Mônaco, a F1 não corre nesta sexta-feira, dia que é destinado a uma série de eventos envolvendo pilotos, equipes e patrocinadores. As atividades de pista vão ser retomadas no sábado com o terceiro treino livre, marcado para 7h (horário de Brasília), enquanto a sessão classiicatória acontece às 10h. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.
Daniel Ricciardo brilhou em quinta-feira de recordes em Monte Carlo (Foto: Red Bull Content Pool)
Saiba como foi o segundo treino livre do GP de Mônaco

O treino da tarde em Monte Carlo começou tão agitado quanto a primeira sessão, porém com a maioria dos pilotos usando os pneus ultramacios. Foi desta forma que a Ferrari ocupou a liderança nos primeiros minutos com Sebastian Vettel, quarto melhor colocado do TL1. O tetracampeão do mundo cravou 1min13s180 no seu stint com os pneus roxos, com destaque também para a Toro Rosso, que chegou a ter Pierre Gasly e Brendon Hartley figurando entre os três primeiros.

Mas a Ferrari ficou na liderança só até a Red Bull começar seu stint de voltas rápidas com Max Verstappen. E não demorou para o holandês subir para a ponta depois de marcar 1min12s468, enfiando 0s7 de frente para Vettel. Com os hipermacios, Max seguiu melhorando e passou a 1min12s267. Já as Mercedes de Valtteri Bottas e Lewis Hamilton aceleravam com os ultramacios, assim como a Ferrari.
Sebastian Vettel liderou os primeiros minutos do TL2 em Mônaco (Foto: Ferrari)
Por isso, a Red Bull seguiu nadando de braçada. Verstappen seguiu baixando seu tempo e quebrou a marca estabelecida por Ricciardo pela manhã, cravando assim a volta mais rápida da história de Mônaco: 1min12s071. Max vinha ainda mais rápido, até que a direção de prova acionou a bandeira vermelha. A interrupção do treino causou estranheza porque não houve nenhum acidente, mas sim porque oi necessário trabalhos de reparo da pista entre as curvas 4 e 5. O problema, mais precisamente, era em razão de um reparo numa tampa de bueiro.

A sessão foi retomada quando restavam 48 minutos para a bandeirada final. Foi a deixa para a Ferrari calçar os pneus dos carros de Vettel e Kimi Räikkönen com um novo jogo de pneus hipermacios. Mas era a Red Bull quem se destacava novamente na sessão, com Verstappen vindo em volta voadora, mas perdeu um pouco de tempo na terceira e última parcial na pista. Na sequência, Daniel Ricciardo completou a dobradinha taurina, mas Vettel deu o troco em seguida para voltar à segunda posição.
A direção de prova interrompeu o treino por conta de um reparo numa tampa de bueiro no circuito de Mônaco (Foto: Reprodução)
Kimi Räikkönen aparecia logo atrás, em quarto, e disparava contra Sergey Sirotkin ao pegar o russo no tráfego em Mônaco: "A mesma porra da Williams o tempo todo", bradou o 'Homem de Gelo' via rádio. Por sua vez, Verstappen melhorava ainda mais seu tempo com a nova melhor marca da história de Mônaco: 1min12s035.

Nem a Mercedes, com Bottas e Hamilton usando pneus hipermacios, não conseguiam alcançar a Red Bull. Com 37 minutos para o fim do treino livre 2, Hamilton era o melhor carro prateado e aparecia em quarto depois de superar Räikkönen, que foi batido minutos depois também por Bottas.
Max Verstappen chegou a quebrar o recorde da pista, mas foi batido por Ricciardo no fim (Foto: Red Bull Content Pool)
Se a Red Bull já tinha confirmado ser a grande força da quinta-feira, Ricciardo tratou de ratificar a supremacia taurina em Monte Carlo com o segundo tempo do TL2, sendo meramente 0s018 mais lento que Verstappen, consolidando um desempenho irrepreensível da equipe austríaca na abertura dos trabalhos de pista. Um dia com duas dobradinhas, dois recordes da pista quebrados e a certeza que, ao menos na teoria, a Red Bull desponta mesmo como a grande força do GP de Mônaco, colocando muita pressão sobre as rivais Mercedes e Ferrari.

Enquanto Verstappen já fazia os trabalhos de simulação de pista, Ricciardo ainda seguia em ritmo de classiicação. E foi o australiano o primeiro piloto da história a andar em Monte Carlo com uma volta abaixo de 1min12s. Com o excepcional tempo de 1min11s841, Daniel assumiu a liderança do TL2 e inverteu a dobradinha taurina, ratificando de maneira ainda mais contundente o domínio nesta quinta-feira toda azul em Monte Carlo.

F1 2018, GP de Mônaco, Monte Carlo, segundo treino livre:

1   3 Daniel RICCIARDO AUS Red Bull Tag Heuer 1:11.841  
2   33 Max VERSTAPPEN HOL Red Bull Tag Heuer 1:12.035 +0.194
3   5 Sebastian VETTEL ALE Ferrari 1:12.413 +0.572
4   44 Lewis HAMILTON ING Mercedes 1:12.536 +0.695
5   7 Kimi RÄIKKÖNEN FIN Ferrari 1:12.543 +0.702
6   77 Valtteri BOTTAS FIN Mercedes 1:12.642 +0.801
7   27 Nico HÜLKENBERG ALE Renault 1:13.047 +1.206
8   2 Stoffel VANDOORNE BEL McLaren Renault 1:13.077 +1.236
9   14 Fernando ALONSO ESP McLaren Renault 1:13.115 +1.274
10   55 Carlos SAINZ JR ESP Renault 1:13.200 +1.359
11   28 Brendon HARTLEY NZL Toro Rosso Honda 1:13.222 +1.381
12   11 Sergio PÉREZ MEX Force India Mercedes 1:13.370 +1.529
13   31 Esteban OCON FRA Force India Mercedes 1:13.382 +1.541
14   10 Pierre GASLY FRA Toro Rosso Honda 1:13.410 +1.569
15   35 Sergey SIROTKIN RUS Williams Mercedes 1:13.547 +1.706
16   20 Kevin MAGNUSSEN DIN Haas Ferrari 1:13.572 +1.731
17   16 Charles LECLERC MCO Sauber Ferrari 1:13.575 +1.734
18   8 Romain GROSJEAN FRA Haas Ferrari 1:13.763 +1.922
19   18 Lance STROLL CAN Williams Mercedes 1:14.011 +2.170
20   9 Marcus ERICSSON SUE Sauber Ferrari 1:14.173 +2.332
          Tempo 107% 1:16.870 +5.029


TEM LENHA PRA QUEIMAR

CASTRONEVES SENTE FALTA DA INDY E MERECE ESTAR NO GRID


Últimas Notícias
segunda-feira, 25 de junho de 2018
F1
MotoGP
F1
Indy
F1
F3
Superbike
F1
Mitsubishi
F1
Nascar
Motociclismo
F1
F2
F1
Galerias de Imagens
Facebook