F1
30/06/2018 12:10

Ricciardo critica estratégia traçada pela Red Bull para classificação na Áustria e reclama: “Poderíamos ter sido mais justos”

Daniel Ricciardo, que não foi bem neste sábado de treino classificatório do GP da Áustria e esteve atrás do ritmo de Max Verstappen, se sentiu prejudicado pela estratégia definida pela Red Bull. No revezamento promovido pela equipe, coube a Ricciardo sair à frente de Verstappen neste fim de semana para a classificação, mas o australiano acredita que teria um maior ganho de performance se seu companheiro de equipe tivesse puxado a fila
Warm Up / Redação GP,  de Sumaré
 Daniel Ricciardo (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

O treino classificatório do GP da Áustria marcou não apenas a grandiosa pole-position conquistada por Valtteri Bottas na tarde deste sábado (30), mas também uma discordância na Red Bull. Seguindo ao revezamento traçado pela equipe taurina, neste fim de semana foi a vez de Daniel Ricciardo puxar a fila e sair à frente de Max Verstappen nos três segmentos da classificação. O australiano, no entanto, se sentiu prejudicado e acredita que teria melhor rendimento se partisse atrás do companheiro de equipe, que obteve o quinto lugar no grid de largada. Ricciardo não foi tão bem e marcou apenas o sétimo tempo, sendo superado pela Haas de Romain Grosejan.
 
A discordância tornou-se pública primeiro pela transmissão da comunicação dos pilotos via rádio. Depois, o piloto australiano falou à emissora britânica Sky Sports a respeito e não escondeu a irritação com o episódio. “Não estou muito impressionado, para ser sincero. Poderíamos ter sido mais justos”, bradou.
 
Verstappen, por sua vez, amenizou a irritação do seu companheiro de equipe e explicou como funciona o revezamento traçado pela Red Bull para os treinos classificatórios.
Daniel Ricciardo criticou a determinação da Red Bull da ordem de saída dos pit-stops na classificação (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
“Nós sempre acertamos, antes do fim de semana, quem parte à frente. Estava à frente em Paul Ricard, na corrida anterior ele estava à frente. Então nós tínhamos discutido isso, e era seu fim de semana de ir para a frente. É muito simples. A cada saída [dos boxes] em Paul Ricard, eu estava à frente, então nós temos de fazer o mesmo aqui”, comentou o piloto.
 
O holandês, no entanto, evitou polemizar com Ricciardo. “Claro que você quer fazer a melhor performance de classificação e claro que nós queremos bater um ao outro e, evidentemente, você quer tirar vantagem em cima disso. Se a equipe diz que você tem de estar à frente durante toda a classificação, então você tem de fazer isso”, disse Max.
 
“E é isso o que fiz. Claro, é a vez de Daniel aqui. Nós sempre tentamos buscar a melhor posição possível, mas entre mim e Daniel vai ficar tudo bem”, assegurou.
 
Christian Horner, chefe de equipe da Red Bull, também deixou claro que o esquema de revezamento da ordem dos pilotos na saída para as tentativas de voltas rápidas na classificação é antiga e visa, acima de tudo, trazer um pouco mais de igualdade entre seus pilotos.
 
“Nós temos uma política muito simples aqui, a qual nós operamos nos últimos sete anos, que é a de alternarmos, a cada fim de semana, quem sai da garagem primeiro. Esta é a única forma de ser justo de um circuito para o outro. Neste fim de semana, foi a vez de Daniel sair em primeiro, e ele sentiu que Max poderia ter se beneficiado disso”, considerou o dirigente britânico.
 
O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL todos as atividades de pista do GP da Áustria de F1. Siga tudo aqui.
LISTRAS LISÉRGICAS

COM CHICANE E CORES POLÊMICAS, PAUL RICARD DIVIDE OPINIÕES