F1
11/12/2017 05:15

Williams credita top-5 no Mundial ao melhor trabalho da Force India e à falta de pontos de Stroll na primeira fase de 2017

Diretor-técnico da Williams, Paddy Lowe fez uma análise da temporada da esquadra inglesa e disse que o desenvolvimento melhor da Force India e a falta de pontos de Lance Stroll impediram a equipe de retomar a quarta posição no Mundial de Construtores
Warm Up / Redação GP,  de Curitiba
 Lance Stroll (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

A Williams travou uma dura batalha com a Force India no ano passado e perdeu para a quarta posição no Mundial de Construtores. A história se repetiu nesta temporada, mas os indianos foram ainda melhores e não deram chance para os ingleses, que tiveram de se contentar pelos com o quinto posto no Mundial. No fim, a diferença entre as duas melhores equipes do grupo intermediário do grid foi de 104. Falando sobre o desempenho de sua esquadra, Paddy Lowe reconheceu a superioridade técnica e o trabalho mais apurado dos rivais.
 
"Começamos a temporada com um carro que era em geral mais rápido que o deles, mas acabamos o ano com um carro mais lento", explicou o diretor-técnico do time inglês em declaração ao site da revista britânica 'Autosport'. "Por isso, fomos perdendo terrenos para a Force India em termos de performance", completou.
Paddy Lowe apontou as falhas da Williams (Foto: Williams)

"As duas equipes promoveram o desenvolvimento do carro ao longo do ano a uma taxa que ninguém vê, mas eles fizeram um trabalho melhor. Agora, o nosso trabalho é recuperar isso e fazer melhor durante a pré-temporada. Além disso, a Renault também mostrou um bom desempenho", emendou o engenheiro.
 
Lowe ainda fez uma análise mais detalhada e explicou as razões para a derrota, lembrando que apenas Felipe Massa somou pontos em boa parte da primeira parte do campeonato. "Na primeira metade da temporada, quando tínhamos muitas vezes o carro mais rápido, não marcávamos pontos, particularmente Lance (Stroll). Como ele era novo no esporte, sabíamos que a primeira metade do ano seria realmente mais difícil. Então, esses dois aspectos foram suficientes para que a Force India obtivesse essa vantagem", concluiu.
FALTA DE HONESTIDADE

PERDA DE ETAPA DA FÓRMULA E É DESASTROSA PARA SÃO PAULO