F2
14/12/2017 15:29

Equipe Charouz fecha parceria com Academia de Pilotos da Ferrari e estreia na F2 com Fuoco e Delétraz

Os tchecos da Charouz vão fazer a estreia na F2 na próxima temporada. Campeã da World Series em 2017 em parceria com a Lotus, a Charouz vai começar a caminhada na F2 em parceria com a Academia da Ferrari e escalando Antonio Fuoco e Louis Delétraz
Warm Up
Redação GP, de São Paulo

A F2 vai ter algumas novas equipes no grid em 2018. Uma delas é a Charouz, time tcheco que já tem alguns anos de estrada no automobilismo de base, mas passou os últimos anos na World Series - onde inclusive foi campeão em 2017 com Pietro Fittipaldi, correndo em parceria com a Lotus.
 
Nesta quinta-feira (14), a equipe confirmou presença no grid da F2, anunciou uma parceria com a Academia de Pilotos da Ferrari e, de quebra, já revelou sua dupla de pilotos para o ano todo: o italiano Antonio Fuoco e o suíço Louis Delétraz.
 
"Estou bem animado por poder anunciar Louis e Antonio na nossa equipe e muito empolgado pela parceria com a Ferrari para a nossa primeira temporada na F2. Os dois impressionaram no primeiro ano deles de novatos na F2 e, com certeza, aprenderam muito para 2018. Estou confiante de que essa mistura de pessoal inteligente vai nos colocar em boa posição no sempre apertado grid da categoria", disse Antonín Charouz.
Antonio Fuoco vai correr com a Charouz (Foto: Reprodução/Facebook)
Fuoco é um dos mais comentados membros da Academia de Pilotos da Ferrari e busca fazer mais do que em 2017, quando decepcionou com a Prema, equipe que fez Charles Leclerc campeão. O italiano tem um bom currículo, com quinto lugar na F3 em 2014 e terceiro na classificação final da GP3 em 2016.
 
"Estou muito feliz por ganhar a chance na Charouz e ter um novo desafio na F2. O time já tem um bom nome e vem com moral depois de vencer a World Series esse ano. Todo mundo vai trabalhar duro para manter a equipe bem. Se isso acontecer, sei que podemos ter uma bela temporada", falou o italiano.
Louis Delétraz estará com Antonio Fuoco (Foto: Reprodução/Facebook)
Delétraz, por sua vez, já fez parte do programa de jovens da Renault e também decepcionou na temporada de calouro na F2. Em seu currículo, o vice-campeonato na World Series em 2016 chama a atenção.
 
"É um grande projeto, acho que podemos ir longe. 90% de tudo vai ser novo para a gente, sabemos que vamos começar do zero, mas a Charouz tem muitos profissionais competentes, podemos ter um grande ano", avaliou o suíço.
 
O grid da F2 começa a ganhar forma. Além da Charouz, a Carlin já confirmou entrada na categoria com Lando Norris e o brasileiro Sérgio Sette Câmara. A poderosa Prema, por sua vez, vai de Sean Gelael e Nyck de Vries.

EM BUSCA DO SONHO DA F1

PIETRO FITTIPALDI REVELA QUE NEGOCIOU COM A SAUBER PARA 2018


Últimas Notícias
segunda-feira, 22 de janeiro de 2018
Endurance
Rali
Rali
Endurance
F1
F1
F1
Rali
Rali
F1
F1
F1
F1
domingo, 21 de janeiro de 2018
F1
MotoGP
Galerias de Imagens
Facebook