Indy
02/06/2018 12:25

Andretti atropela rivais, encerra jejum de quase cinco anos e crava pole para corrida 1 do GP de Detroit

A primeira corrida do GP de Detroit terá Marco Andretti na pole. O americano passou por cima dos rivais e quebrou uma série de quase cinco anos sem poles na Indy. Tony Kanaan sai em 15º e Matheus Leist é 21º
Warm Up
GABRIEL CURTY, de São Paulo

Poucas vezes se viu uma vantagem tão grande em classificações da Indy. Neste sábado (2), Marco Andretti voou e colocou nada menos que 0s475 no segundo colocado de seu grupo Robert Wickens. Com 1min14s851, Marco quebrou um jejum de quase cinco anos e ficou com a pole para a corrida 1 de Detroit.

Esta foi a quinta pole da carreira de Marco, que também tenta encerrar longos jejuns sem vitória e até sem pódio. Será a primeira vez do americano na posição de honra em um circuito misto ou de rua.

Em Detroit, o esquema de classificação alterna um piloto de cada grupo, portanto, Scott Dixon parte da segunda colocação mesmo tendo sido mais lento, por exemplo, que Wickens, que sai em terceiro.

Vivo na briga pelo título, Alexander Rossi sai do quarto lugar, numa sequência de Andretti que também tem Ryan Hunter-Reay. O sexto posto é de Will Power, o melhor da Chevrolet. 

Em uma de suas melhores posições de largada do ano, Takuma Sato parte de sétimo, com Graham Rahal, James Hinchcliffe e Max Chilton completando o grupo dos dez primeiros colocados. Tony Kanaan parte de 15º e Matheus Leist de 21º.
Marco Andretti garantiu a pole da corrida 1 em Detroit (Foto: IndyCar)
Confira como foi a definição para a corrida 1 da rodada dupla de Detroit

A classificação para a rodada dupla de Detroit era uma das grandes novidades da temporada. Sem o Fast Six, a definição do grid aconteceria simplesmente com a realização de dois grupos de 12 minutos e o melhor tempo sairia da pole. 
 
Assim, o mais veloz do outro grupo ficaria com a segunda posição e as demais colocações seriam definidas da seguinte forma: o grupo do pole fica com as posições ímpares e o do segundo com as pares.
 
O primeiro grupo, provavelmente com a pista pior, tinha Josef Newgarden, Scott Dixon, Will Power, Graham Rahal, Santino Ferrucci, Jordan King, Spencer Pigot, Charlie Kimball, Alexander Rossi, Zach Veach e Max Chilton.
Alexander Rossi larga em quarto (Foto: IndyCar)

Com pouco tempo no relógio, os pilotos trataram de atacar a pista desde o início e não demorou nada para que as marcas já estivessem abaixo de 1min17s0, por exemplo. Perto da metade, Rossi, Dixon e Rahal dominavam na casa de 1min16s.
 
Aí veio Power querendo mostrar que a Chevrolet tinha, sim, condições de brigar e enfiou mais de 0s6 nos rivais, acertando o giro em 1min15s959. Rossi e Rahal bem que tentaram responder, mas ficaram quase 0s2 acima.
 
Só que tinha tempo para o show de Dixon. Primeiro, o neozelandês virou segundo com 1min16s0, mas tudo podia melhorar - e muito: 1min15s419 e um tempo fortíssimo para sonhar com pole. Rossi bem que tentou, mas ficou 0s458 acima do piloto da Ganassi.
 
No estouro do cronômetro, Rossi conseguiu colar, mas ficou 0s076 atrás do rival. O melhor Chevrolet foi mesmo Power, 0s302 acima de Dixon. Na sequência vieram Rahal, o surpreendente Chilton, Pigot, Newgarden, Veach, Ferrucci, King e Kimball, todos torcendo pela pole de Dixon por uma posição na frente no grid. 
Scott Dixon parte de segundo (Foto: IndyCar)
Grupo 2 aproveita pista melhor e Andretti é pole

O segundo grupo foi para a pista logo na sequência, com Matheus Leist, James Hinchcliffe, Robert Wickens, Ed Jones, Tony Kanaan, Sébastien Bourdais, Simon Pagenaud, Ryan Hunter-Reay, Takuma Sato, René Binder, Gabby Chaves e Marco Andretti.
 
Wickens e Andretti foram os pilotos que começaram ditando o ritmo, juntos baixando de 1min17s e, na sequência, se aproximando de romperem a barreira de 1min16s. Wickens conseguiu, cravando 1min15s704 e já aparecendo no retrovisor de Dixon.
 
Os brasileiros tentavam se livrar do fundo do pelotão, com Leist em oitavo e Kanaan em nono, ambos andando acima de 1min16s5. Na frente deles, Hunter-Reay, Hinch, Pagenaud e Sato também apareciam.
Robert Wickens tem sido sempre muito rápido (Foto: IndyCar)
Buscando a redenção após cair no Bump Day, Hinch achou uma excelente volta em 1min15s540 e ficou pouco mais de 0s1 atrás de Dixon, mas puxando a fila no grupo 2 já nos instantes finais. Nisso, Tony virava sexto.
 
Já no minuto derradeiro, Hunter-Reay aproveitou o melhor momento da pista para não só bater Hinch, mas também Dixon, cravando 1min15s335 e garantindo a pole no grupo 2.
 
Foi aí que, quando tudo parecia definido, Marco e Wickens resolveram duelar. Primeiro, o americano foi para a frente, sendo batido por bem pouquinho pelo canadense. No cronômetro zerado, no entanto, surgiu Andretti com uma volta absurda: 1min14s851 e a pole mais dominante do ano. Fim do jejum para ele, 36ª pole da equipe.

Indy, GP de Detroit 1, Grid de Largada

1 98 Marco ANDRETTI EUA Andretti Honda 1:14.851  
2 9 Scott DIXON NZL Ganassi Honda 1:15.419 +0.568
3 6 Robert WICKENS CAN Schmidt Peterson Honda 1:15.327 +0.476
4 27 Alexander ROSSI EUA Andretti Honda 1:15.495 +0.644
5 28 Ryan HUNTER-REAY EUA Andretti Honda 1:15.335 +0.484
6 12 Will POWER AUS Penske Chevrolet 1:15.721 +0.870
7 30 Takuma SATO JAP RLL Honda 1:15.392 +0.541
8 15 Graham RAHAL EUA RLL Honda 1:15.827 +0.976
9 5 James HINCHCLIFFE CAN Schmidt Peterson Honda 1:15.540 +0.689
10 59 Max CHILTON ING Carlin Chevrolet 1:16.040 +1.189
11 10 Ed JONES ING Ganassi Honda 1:15.888 +1.037
12 21 Spencer PIGOT EUA Carpenter Chevrolet 1:16.143 +1.292
13 22 Simon PAGENAUD FRA Penske Chevrolet 1:16.010 +1.159
14 1 Josef NEWGARDEN EUA Penske Chevrolet 1:16.192 +1.341
15 14 Tony KANAAN BRA Foyt Chevrolet 1:16.074 +1.223
16 26 Zach VEACH EUA Andretti Honda 1:16.316 +1.465
17 18 Sébastien BOURDAIS FRA Dale Coyne Honda 1:16.221 +1.370
18 19 Santino FERRUCCI EUA Dale Coyne Honda 1:16.753 +1.902
19 88 Gabby CHAVES COL Harding Chevrolet 1:16.231 +1.380
20 20 Jordan KING ING Carpenter Chevrolet 1:17.249 +2.398
21 4 Matheus LEIST BRA Foyt Chevrolet 1:16.418 +1.567
22 23 Charlie KIMBALL EUA Carlin Chevrolet 1:17.207 +2.356
23 32 René BINDER AUT Juncos Chevrolet 1:18.611 +3.760
 


PADDOCK GP ESPECIAL BAR DO ZÉ #1

AFINAL DE CONTAS, MÔNACO MERECE OU NÃO CONTINUAR NA F1?


Últimas Notícias
domingo, 24 de junho de 2018
F3
F1
F1
DTM
Outras
F1
F2
sábado, 23 de junho de 2018
F1
Indy
Indy
F2
Indy
Indy
F1
Indy
Galerias de Imagens
Facebook