Indy
21/01/2018 09:27

Indy planeja testar Aeroscreen em Phoenix, mas uso nos carros para temporada 2018 ainda é incerto

Presidente de competições da Indy, Jay Frye afirmou que ainda não há um consenso sobre o uso do Aeroscreen pela categoria nesta temporada. O elemento, que foi bastante testado no simulador, deve ir para a pista no mês que vem, durante a pré-temporada do campeonato
Warm Up / Redação GP, de Curitiba
 Daniel Ricciardo testa Aeroscreen durante o primeiro treino livre da F1 em Sóchi, na Rússia, nesta sexta-feira (Foto: Getty Images)

A Indy deixou claro que, apesar do teste que vai promover com o Aeroscreen em Phoenix no mês que vem, não há uma garantia de que o elemento será realmente usado nos carros nesta temporada. A peça é a solução encontrada pela categoria norte-americana para ampliar a segurança do cockpit. A utilização do recurso vem na esteira da adoção do Halo pela F1.
 
O Aeroscreen, peça que se parece com um para-brisa à frente da cabeça do piloto e que foi incialmente desenvolvido pela Red Bull para a F1, foi amplamente testado em um simulador e será colocado na pista pela primeira vez nos treinos coletivos da Indy, entre os dias 9 e 10 de fevereiro. Ou na sessão para novatos, que acontece um pouco antes.
A Indy apresentou a versão final do kit aerodinâmico para 2018 (Foto: Reprodução)

No entanto, Jay Frye, presidente de competições e operações do campeonato de Indiana, afirmou que não há pressa para chegar a uma conclusão sobre o uso do elemento, acrescentando ainda que não tem certeza se o Aeroscreen terá a luz verde dos competidores. "Ainda é um ponto de discussão se será mesmo usado ou não, mas é algo em que estamos trabalhando. Todos decidimos coletivamente se vamos avançar com isso ou não. Ou se vamos estudar uma solução diferente", afirmou o dirigente em entrevista ao site da revista 'Autosport'.
 
Frye ainda disse que é "muito cedo" para falar sobre datas ou local para a introdução da peça. "Se colocarmos isso para a aprovação de todos e houver um acordo, quem sabe? É um processo passo a passo e eu só não quero especular sobre quando, onde ou se vamos usar como algo definitivo", disse.
 
"O kit aerodinâmico para 2018 foi projetado para um potencial uso do Aeroscreen, então não é nenhum problema", garantiu o dirigente. "Nós temos o dia de testes dos novatos antes dos treinos coletivos. Provavelmente, vamos colocá-lo na pista por algumas horas, de dia e à noite, porque, obviamente, precisamos respostas. Então, vamos vê-lo ao menos em um carro em Phoenix", concluiu.