Indy
19/05/2015 00:18

Kanaan mostra confiança nos novos kits após acidentes em Indy e lembra: “Sempre foi um esporte perigoso”

Tony Kanaan não demonstrou estar abalado com a série de acidentes que estão acontecendo nos testes para as 500 Milhas de Indianápolis. O brasileiro defendeu que o automobilismo sempre foi e sempre vai ser extremamente perigoso
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Tony Kanaan com o #10 da Ganassi (Foto: AP)
O acidente de James Hinchcliffe deixou muita gente alarmada nesta segunda-feira (18) de testes para a Indy 500. Tony Kanaan, contudo, explicou que acidentes são corriqueiros em corridas e que os pilotos precisam saber seguir em frente mesmo em situações assim.
 
Para o baiano, os riscos estão sempre presentes nas corridas e os pilotos têm plena consciência disso.
 
“Nós precisamos entender que este é um esporte extremamente perigoso. E sempre foi assim, desde o século passado. Nós estamos bem conscientes disso. Sempre que entramos em um carro de corrida, não temos a certeza de que vamos sair inteiros”, disse.
Tony Kanaan explicou que o automobilismo sempre foi e sempre vai ser perigoso (Foto: IndyCar)
Kanaan explicou que os pilotos precisam ter posturas diferentes das dos fãs da categoria. O homem da Ganassi crê que não há espaço para desconforto com acidentes no automobilismo.
 
“São coisas assim que nos diferenciam do resto das pessoas. Nunca é fácil ver um amigo se machucar, mas este é o esporte que nós escolhemos. Se as pessoas ficam abaladas com situações como esta, elas não deveriam estar em carros de corrida”, falou.
 
O brasileiro demonstrou confiança nos novos kits aerodinâmicos, mas deixou claro que nada dá 100% de segurança.
 
“É um esporte perigoso, mas precisamos conviver com isso. Nós sempre vamos ter preocupações e, quando alguém bate, elas aparecem. Eu confio nos engenheiros e em quem fez os kits. Nunca dá para ter tudo perfeito, mas fazemos o melhor para que seja um grande show. Acidentes acontecem, odiamos isso, mas é assim o nosso trabalho”, declarou.

O acidente de Hinchcliffe foi o quarto que chamou bastante a atenção dos fãs da categoria. Antes, Helio Castroneves, Ed Carpenter e Josef Newgarden já haviam decolado.
 
Quarto colocado no grid das 500 Milhas de Indianápolis, Kanaan ocupa a sexta posição na classificação da temporada 2015 da Indy 25 pontos atrás do líder Juan Pablo Montoya.