Indy
04/10/2017 11:43

Penske confirma saída de Castroneves da Indy em tempo integral e ida ao SportsCar a partir de 2018

Helio Castroneves deixa a Indy em tempo integral a partir de 2018. O brasileiro parte para uma nova aventura com a Penske no SportsCar, principal campeonato de endurance dos Estados Unidos
Warm Up
VITOR FAZIO, de Porto Alegre

A longa trajetória de Helio Castroneves em tempo integral na Indy, com início em 1998, chega ao fim em 2017. A Penske confirmou nesta quarta-feira (4) que o brasileiro vai disputar a temporada completa do SportsCar, principal campeonato de endurance dos Estados Unidos, a partir de 2018.
 
Castroneves se une a Juan Pablo Montoya e Dane Cameron, formando o trio que vai pilotar um dos dois Acuras que a Penske alinha já na próxima temporada.

A mudança é radical, mas já era prevista. Ainda em julho a revista americana 'Racer' afirmou que o SportsCar era o destino do brasileiro em 2018. Em setembro, a Penske confirmou que o piloto disputaria o Petit Le Mans, última corrida da temporada 2017 do campeonato, dando mais força aos rumores. A própria Indy não gostou da situação e interviu para manter Helio, mas em vão.
Helio Castroneves parte para nova empreitada com a Penske (Foto: IndyCar)

“Helio vem sendo um membro valioso da Penske por quase 20 anos, e estamos ansiosos para compartilhar mais êxitos juntos. Competidores como Helio, Rick Mears e Mark Donohue fizeram ser o que a Penske é hoje. Isso representa um novo desafio para ele, e sei que ele está empolgado com a oportunidade. Definindo pilotos vitoriosos como Helio e Juan, unindo-se a pilotos jovens e talentosos que conhecem a categoria, como Dane Cameron, isso vai nos ajudar a dar ao nosso novo programa de SportsCar uma base sólida ao passo em que nos dirigimos para a temporada 2018”, disse Roger Penske, fundador da icônica equipe norte-americana.

Castroneves falou sobre o novo desafio que vai empreender na sua carreira, desta vez nos protótipos. “Sou um cara sortudo por ter alcançado a maior parte dos meus objetivos pessoais com a Penske ao longo dos anos. Ajudar Roger, a equipe e todos com a Acura a começar este programa e construí-lo desde o início vai ser outro grande desafio e uma ótima oportunidade na minha carreira. Estou orgulhoso de tudo o que conseguimos juntos na Indy, e agora estou concentrado em ajudar a desenvolver o ARX-05 para tentar vencer as 24 Horas de Daytona e o SportsCar em 2018 com a Acura”, afirmou o veterano, que não vai deixar a Indy totalmente.
Helio Castroneves teve longa carreira na Indy, mas o título nunca veio (Foto: IndyCar)

Castroneves pode deixar o calendário completo, não vai tirar o pé de vez da Indy: a Penske vai manter o carro de Helio para as 500 Milhas de Indianápolis, onde o brasileiro segue buscando o quarto triunfo. “Também estou empolgado por ter uma chance de correr novamente com a Penske na Indy 500. Essa corrida está em meu coração, e tentar ser o quarto piloto a vencer quatro vezes é algo que quero muito alcançar na minha carreira. Chegamos tão perto nos últimos anos e, com esta equipe, sei que teremos uma ótima oportunidade para fazer algo histórico”, complementou.
 
Na temporada 2017 da Indy, Castroneves teve como ponto alto o fim do jejum de vitórias no oval de Iowa. Mesmo assim, o piloto não conseguiu acompanhar o companheiro Josef Newgarden, que se sagrou campeão. Aliás, a falta do título acabou sendo a grande pedra no sapato de Castroneves: apesar da longa carreira, o piloto nunca foi campeão. O máximo que o brasileiro conseguiu foi o vice em quatro oportunidades (2002, 2008, 2013 e 2014).
 
HÁ ESPERANÇA?

MESMO COM RESULTADO RUIM, VETTEL GANHA FORÇA NA MALÁSIA  
 

Últimas Notícias
segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018
F1
F1
F1
F1
F1
Stock Car
F1
F1
MotoGP
F1
F1
F1
domingo, 18 de fevereiro de 2018
Nascar
F1
MotoGP
Galerias de Imagens
Facebook