MotoGP
07/06/2018 09:28

Barberá é detido por dirigir embriagado e vai ser julgado por delito contra segurança de trânsito em Valência

A polícia de Valência deteve Héctor Barberá na última madrugada por dirigir embriagado. Piloto da Pons na Moto2 será julgado por delito contra a segurança no trânsito
Warm Up
Redação GP, de São Paulo

Héctor Barberá aprontou mais uma vez. O piloto da Pons na Moto2 foi detido na madrugada de quarta para quinta-feira (7) pela policia de Valência por dirigir embriagado. Submetido ao teste do bafômetro, o espanhol foi flagrado com uma taxa de álcool de 0,67 miligramas por litro de ar espirado, superando, assim, o limite de 0,60 de falta administrativa.
 
De acordo com o jornal local ‘Las Provincias’, Barberá foi parado pela polícia na Avenida de Baleares por guiar seu Audi R6 em alta velocidade. Comprovada a embriaguez, Héctor foi levado à delegacia central. Na sexta-feira, o piloto da Pons vai comparecer a um tribunal para responder por delito contra a segurança no trânsito. 
Héctor Barberá foi detido por dirigir embriagado (Foto: Pons)
Esta, aliás, não é a primeira vez que Héctor é preso. Há seis anos, o ex-MotoGP foi detido depois de ‘queimar’ vários semáforos vermelhos, rodar em alta velocidade por Valência e dirigir embriagado. Na época, o piloto se desculpou publicamente, mas, dois anos depois, voltou a ser detido ao ser flagrado pilotando um Maserati quando estava com a habilitação suspensa
 
Em 2013, Barberá foi condenado a seis meses de prisão ― pena convertida em serviços comunitários ― em um caso de maus-tratos contra a então namorada. O caso aconteceu em um hotel de Jerez de la Frontera, onde o piloto foi julgado pelo Tribunal de Violência de Gênero.
 
CONFLITO À VISTA?

NOVA EQUIPE DE LORENZO, HONDA É TODA MOLDADA PARA MÁRQUEZ


Últimas Notícias
segunda-feira, 25 de junho de 2018
F1
MotoGP
F1
Indy
F1
F3
Superbike
F1
Mitsubishi
F1
Nascar
Motociclismo
F1
F2
F1
Galerias de Imagens
Facebook