MotoGP
23/04/2017 13:51

Fenati aproveita queda de Canet e vence GP das Américas de duas partes. Líder da Moto3, Mir é oitavo

Romano Fenati usou uma tática impecável em Austin neste domingo (23) e pressionou fortemente Arón Canet na segunda parte de uma corrida interrompida em bandeira vermelha. Sonhando com a primeira vitória da carreira, o #44 sucumbiu na curva 19, entregando ao italiano uma liderança confortável rumo à vitória
Warm Up
JULIANA TESSER, de São Paulo
 
Romano Fenati está de volta. Neste domingo (23), o italiano deixou definitivamente para trás os fantasmas de sua tumultuada saída da VR46 na temporada 2016 para voltar ao topo do pódio da Moto3.
 
A corrida deste domingo foi realizada em duas partes, já que, com três voltas, a disputa foi interrompida por conta de um tombo de Kaito Toba na curva 14. A paralisação custou algumas voltas, com a forçada segunda perna caindo para 12 giros.

A classificação do Mundial de Motovelocidade após o GP das Américas
Romano Fenati venceu em Austin neste domingo (Foto: Ongetta)
Pole-position, Canet se manteve na ponta, mas não conseguiu escapar como tinha feito anteriormente. Fenati, por sua vez, pressionou fortemente desde a curva um. Os dois inverteram as posições algumas vezes, mas Arón sofreu uma queda na curva 19 com nove voltas para o fim, entregando o comando da disputa para o #5.

Disparado na ponta, Fenati não deu chances aos rivais, que promoveram uma quente batalha pelo segundo posto. Jorge Martín recebeu a bandeirada em segundo, com o companheiro de Gresini Fabio Di Giannantonio aparecendo para completar um top-3 dominado pela Honda.
 
Depois de duas provas apagadas, Enea Bastianini ficou com o quarto posto, à frente de Nicolò Bulega, Juanfran Guevara e John McPhee. Líder do Mundial, Joan Mir chegou a brigar pelo segundo lugar, mas acabou em oitavo, seguido por Philipp Oettl e Darryn Binder.

Com o resultado deste domingo, a vantagem de Mir em relação a Martín na liderança do Mundial caiu para seis pontos. McPhee tem o terceiro posto, seguido por Fenati e Migno.
 
Saiba como foi o GP das Américas de Moto3:
 

Confirmando a previsão do tempo, o domingo amanheceu ensolarado em Austin e os meteorologistas falavam em chance zero de chuva. Na hora da largada da Moto3, os termômetros apontavam 19°C, com o asfalto chegando a 28°C. A velocidade do vento era de 16 km/h.
 
Dominante ao longo de todo o fim de semana, Arón Canet confirmou o favoritismo em Austin e larga na pole — a segunda da carreira. Líder do Mundial, Joan Mir aparece na sequência, com Romano Fenati surgindo para completar uma primeira totalmente dominada pela Honda, o que não acontecia desde o GP de Aragão do ano passado.
 
Neste fim de semana, a Dunlop, fornecedora única dos pneus da Moto3, levou para a capital do Texas os pneus dianteiros macios ‘S’ e médios ‘M’ e traseiros médios ‘M1’ e duros ‘H3’.
 
No grid, os dianteiros médios foram a escolha mais popular, exceto para Guevara, Danilo e Atiratphuvapat, que calçaram os macios. Na traseira, a maioria foi de médio, mas o duro foi usado por Guevara, Rodrigo, Oettl, Loi, Sasaki, Suzuki, Migno, Ramírez, Arenas, Danilo, Norrodin, Bezzecchi, Pagliano, Pilkkinen, Martínez e Atiratphuvapat. 
 
Quando a largada foi dada em Austin, Canet fez uma ótima saída e se manteve na ponta sem ameaças, com Mir permanecendo em segundo, à frente de Bulega, Bastianini e Martín. Fenati despencou para o sexto posto.
 
Em um início ruim de temporada, Bastianini agiu logo e tomou o terceiro posto de Bulega, mas já vinha bem afastado de Mir, que aparecia 0s7 à frente.
 
Impecável ao longo de todo fim de semana, Canet ia imprimindo um ritmo forte e se afastando mais e mais de Mir.
 
Enquanto isso, Martín atacou Fenati, com Bulega aproveitando para passar. O #8 caiu para a sexta posição, à frente de Antonelli e McPhee.
 

Martín não esperou e atacou, saltando para o terceiro posto. Fenati também foi para cima de Bastianini e pegou a quarta colocação.
 
Ainda na segunda volta, Bo Bendsneyder perdeu o controle na curva nove e caiu, abandonando a corrida. O piloto da Red Bull KTM Ajo ficou furioso com a queda.
 
Enquanto isso, Canet abriu 1s146 de margem, mas a corrida foi interrompida pouco depois em bandeira vermelha. O estreante Kaito Toba, que já tinha sofrido uma queda no sábado, tinha se acidentado de novo, agora na curva 14, e recebia a atenção da equipe médica. O japonês deixou a pista caminhando normalmente apesar do susto inicial.

A paralisação durou pouco, mas forçou uma redução no número de voltas da disputa. Inicialmente, a Moto3 teria de completar 18 giros, mas ainda tinha 16 pela frente no momento da bandeira vermelha. A corrida, porém, foi reiniciada para apenas 12 voltas.
 
Apesar de ter sido a causa da bandeira vermelha, Toba voltou logo aos boxes e se aprontou para largar nas posições originais definidas na classificação. A equipe, no entanto, ainda precisava reparar a moto. 
 
Os demais pilotos, então, alinharam no grid e partiram para uma volta de instalação, com Pagliani, que caiu ainda no primeiro giro, partindo do pit-lane. Também acidentado, Bo Bendsneyder não conseguiu voltar, já que a KTM não chegou a tempo nos boxes.
 
Enquanto os demais faziam a volta de aquecimento, Toba partiu para a pista, se juntando à prova.
Jorge Martín ficou com o segundo posto (Foto: Gresini)
Na relargada, Canet acertou mais uma vez e se manteve na ponta, mesmo não saindo tão bem quanto antes. Fenati subiu para segundo, à frente de Di Giannantonio, Mir, Martín, Bulega, Bastianini, Antonelli e McPhee.
 
Ainda no primeiro giro, Fenati lançou um ataque para cima de Canet e tomou a ponta, mas sem escapar do espanhol.
 
Na abertura do giro seguinte, Canet recuperou a ponta com o auxílio do vácuo, mas não conseguiu se afastar como fez anteriormente. O pelotão que vinha atrás tampouco tinha muito atraso.
 

Na terceira volta, Arón apertou o passo e abriu 0s348 de margem para Fenati, a maior até então. Romano não deixou por menos e se aproximou de novo. Era a melhor apresentação do italiano em algum tempo. 
 
Sem demora, o #5 atacou por dentro na curva 12 e passou, mas errou a linha e permitiu o X. Fenati partiu para cima mais uma vez e tomou a ponta da corrida. Mais atrás, Mir passou Martín e se instalou em terceiro. Di Giannantonio caiu para quinto. 
 
Com a briga dos ponteiros, os demais iam chegando, devolvendo a animação tradicional da Moto3. 
 
Na abertura da volta seguinte, Canet usou o vácuo para retomar o comando da disputa mais uma vez. O espanhol de novo tentou acelerar e se afastar, mas Fenati permanecia empenhado na caçada.
 
Com nove giros para o fim, Toba caiu na curva dois, piorando um fim de semana já bastante ruim.
 
Pouco depois, Canet foi ao chão na curva 19 em uma queda feia, encerrando de maneira triste um fim de semana que vinha sendo impecável.
 
Assim, Fenati tomou a ponta, ganhando 0s852 de margem para Martín, o segundo colocado. Mir vinha em terceiro, à frente de Bulega.
 
Pouco depois, Mir passou Martín e assumiu o segundo posto.
 
Enquanto Fenati ia focado em sua fuga, Canet seguia sentado na área de escape, aparentemente discutindo com os médicos. 
 
Com Romano isolado na ponta, a briga pela segunda posição virou o foco da corrida, co Di Giannantonio tomando o segundo lugar de Mir. Martín e Bulega vinham atrás.
 
Bulega, aliás, entrou na briga e saltou para o segundo posto, à frente de Martín, Di Giannantonio e Mir. 
 
Martín avançou pouco depois, subindo para segundo, à frente de Di Giannantonio. MIr vinha em quarto, seguido por Bastianini e Bulega.
 
Com três voltas para o fim, Atiratphuvapat deu uma bela salvada na curva 9, rivalizando com o feito de Loris Baz no sábado.
 
Com o pelotão juntinho, Di Giannantonio saltou para segundo, à frente de Martín e Mir. Bastianini, McPhee, Bulega, Guevara e Oettl também vinham por perto.
 
Na sequência, Bastianini lançou um bonito ataque em Mir na curva sete e assumiu a sexta posição. Bulega vinha mais animado e já era o quarto. 
 
Em uma briga caseira da Gresini, Di Giannantonio ia pressionando Martín pelo segundo posto, mas o espanhol defendeu bem a posição até a bandeirada com 4s504 de atraso para Fenati. Di Giannantonio ficou em terceiro.
 


Moto3, GP das Américas, Austin, corrida:

1 5 ROMANO FENATI ITA ONGETTA Honda 27:15.841
2 88 JORGE MARTÍN ESP GRESINI Honda +4.504
3 21 FABIO DI GIANNANTONIO ITA GRESINI Honda +4.527
4 33 ENEA BASTIANINI ITA ESTRELLA GALICIA 0,0 Honda +4.673
5 8 NICOLÒ BULEGA ITA VR46 KTM +4.968
6 58 JUANFRAN GUEVARA ESP RBA Mahindra +5.618
7 17 JOHN MCPHEE ING BRITISH TALENT TEAM Honda +5.687
8 36 JOAN MIR ESP KIEFER Honda +5.852
9 65 PHILIPP OETTL ALE SCHEDL GP KTM +6.594
10 40 DARRYN BINDER RSA WORLDWIDE KTM +12.709
11 19 GABRIEL RODRIGO ARG RBA KTM +13.240
12 16 ANDREA MIGNO ITA VR46 KTM +13.285
13 95 JULES DANILO FRA ONGETTA Honda +13.290
14 23 NICCOLÒ ANTONELLI ITA RED BULL KTM AJO +13.412
15 11 LIVIO LOI BEL KIEFER Honda +13.491
16 42 MARCOS RAMÍREZ ESP WORLDWIDE KTM +23.922
17 12 MARCO BEZZECCHI ITA CIP Mahindra +24.347
18 71 AYUMU SASAKI JAP SIC Racing Team KTM +24.650
19 7 ADAM NORRODIN MAL SIC Racing Team Honda +24.795
20 14 TONY ARBOLINO ITA SIC58 Honda +25.166
21 75 ALBERT ARENAS ESP ASPAR Honda +26.811
22 6 MARÍA HERRERA ESP ARGIÑANO & GINÉS KTM +27.431
23 84 JAKUB KORNFEIL TCH SAXOPRINT Peugeot +37.960
24 41 NAKARIN ATIRATPHUVAPAT TAI TEAM ASIA Honda +41.408
25 96 MANUEL PAGLIANI FRA CIP Mahindra +43.789
26 48 LORENZO DALLA PORTA ITA ASPAR Mahindra +44.004
27 4 PATRIK PULKKINEN FIN SAXOPRINT Peugeot +51.071
28 18 GABRIEL MARTINEZ-ABREGO MEX MOTOMEX KTM +51.438
  24 TATSUKI SUZUKI JAP SIC58 Honda NC
  44 ARÓN CANET ESP ESTRELLA GALICIA 0,0 Honda NC
  27 KAITO TOBA JAP TEAM ASIA Honda NC
  64 BO BENDSNEYDER HOL RED BULL KTM AJO NC
             
POLE ARÓN CANET ESP ESTRELLA GALICIA 0,0 Honda 2:14.644 147.4 km/h
VOLTA MAIS RÁPIDA ARÓN CANET ESP ESTRELLA GALICIA 0,0 Honda 2:15.583 146.3 km/h
RECORDE LUIS SALOM ESP RED BULL KTM AJO 2:16.345 145.5 km/h
MELHOR VOLTA ARÓN CANET ESP ESTRELLA GALICIA 0,0 Honda 2:14.644 147.4 km/h
             
    Condições do tempo   PISTA SECA   ar: 20ºC | pista: 30ºC

PADDOCK GP #74 DEBATE: QUAIS OS PILOTOS COM POTENCIAL DE FUTURO CAMPEÃO MUNDIAL DE F1?



Últimas Notícias
quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018
F1
Stock Car
Stock Car
F1
MotoGP
F1
F1
F1
MotoGP
F1
F1
MotoGP
F1
MotoGP
MotoGP
Galerias de Imagens
Facebook