MotoGP
13/07/2018 09:53

Lorenzo ponteia 1-2 da Ducati com Petrucci em treino marcado por queda de Kallio na Alemanha

Jorge Lorenzo foi o mais rápido na segunda sessão de treinos da MotoGP em Sachsenring. 0s257 mais lento, Danilo Petrucci formou o 1-2 da Ducati, com Andrea Iannone colocando a Suzuki no terceiro posto. Marc Márquez ficou em quinto, com Valentino Rossi só em 17º
Warm Up / JULIANA TESSER, de São Paulo
 Jorge Lorenzo (Foto: Michelin)

Jorge Lorenzo comandou uma dobradinha da Ducati no segundo treino da MotoGP em Sachsenring. Com a melhor de suas 22 voltas em 1min20s885, o #99 liderou Danilo Petrucci com uma margem de 0s257.
 
Líder do Mundial, Marc Márquez passou a maior parte da sessão no topo da tabela, mas, já nos minutos finais, viu a situação mudar. Lorenzo levou a melhor trazendo junto Petrucci, com Andrea Iannone aproveitando a última de suas 21 voltas para avançar para avançar para terceiro.
Jorge Lorenzo foi o mais rápido nesta tarde em Sachsenring (Foto: Michelin)
Aproveitando a boa forma da Ducati, Andrea Dovizioso ficou com a terceira colocação, 0s040 melhor que Márquez, que ficou apenas em quinto.
 
Melhor Yamaha, Maverick Viñales fez o sexto registro, 0s063 melhor que Takaaki Nakagami, o sétimo. Jack Miller, Cal Crutchlow e Álvaro Bautista completam o top-10.
 
Valentino Rossi foi 0s899 mais lento que Lorenzo e ficou apenas em 17º, 0s003 melhor que Johann Zarco, o 18º.
 
Escalado de última hora para substituir o lesionado Franco Morbidelli, Stefan Bradl ficou em 21º, só 0s152 mais lento que Dani Pedrosa, o 20º.
 
O treino desta tarde, porém, ficou marcado por um forte acidente de Mika Kallio. O wild-card da KTM caiu na curva 8 e atingiu o air-fence, por pouco não sendo impactado pela moto. O finlandês foi levado ao centro médico.
 
Saiba como foi o segundo treino da MotoGP em Sachsenring:
 
Com o sol ainda brilhando no céu de Sachsenring, a MotoGP voltou para a pista com temperaturas ligeiramente mais elevadas. Na hora do segundo treino, os termômetros marcavam 23°C, com o asfalto chegando a 36°C. A velocidade do vento era de 13 km/h.
 
Com um par de pneus médios, Márquez abriu a sessão no topo da tabela, 0s382 à frente de Lorenzo. Rins era o terceiro. 
 
O #93 logo baixou sua marca para permanecer na ponta, passando a exibir 0s550 de margem para Lorenzo, ainda em segundo. Dovizioso e Petrucci vinham na sequência.
 
Bautista, então, chegou a 1min22s207 e assumiu a quarta colocação, 0s858 atrás de Márquez. Petrucci caiu para quinto. 
 
Ainda nos primeiros minutos da sessão, Mika Kallio sofreu uma queda assustadora na curva 8. O finlandês escapou da pista e percorreu a brita sem reduzir consideravelmente a velocidade. O #36, então, foi ejetado da RC16 e bateu contra o air-fence, mesmo destino de sua moto. O piloto de testes da KTM ficou visivelmente com dores e precisou ser retirado da pista de maca.
Mika Kallio precisou da ajuda dos médicos após o acidente (Foto: Reprodução)
Enquanto isso, Dovizioso passou Lorenzo pelo segundo posto e se instalou a 0s401 de Márquez. Viñales vinha em quarto, seguido por Nakagami.
 
Os pilotos, então, partiram para a primeira rodada de pit-stops. Márquez seguia liderando, com Dovizioso, Lorenzo, Viñales, Nakagami, Petrucci, Bautista, Syahrin, Rins e Zarco completando o top-10.

De volta à pista, Xavier Siméon sofreu uma queda sem maiores consequências na curva três.
 
Viñales, por outro lado, saltou para o segundo posto, 0s299 mais lento que Márquez. Mais atrás, Zarco se instalou em quinto.


Em sua 16ª volta nesta tarde, Bautista subiu para a terceira colocação, 0s308 atrás de Márquez. Crutchlow também foi melhor e passou a ocupar a quarta colocação.
 
Ainda nesta fase intermediária da sessão, um sustinho para Márquez, que precisou reagir rápido para não atingir a traseira de Zarco.

Quem também deu um salto considerável na tabela foi Aleix Espargaró. Com 1min21s718, o #41 assumiu o quinto posto, 0s369 atrás de Márquez. 

Com cerca de três minutos para o fim, Bautista saltou para a segunda colocação, 0s219 atrás de Márquez. Pouco depois, porém, Lorenzo registrou 1min20s885 e assumiu o comando da sessão, 0s257 à frente de Petrucci, o segundo.
 
Dovizioso, então, subiu para quarto, com Jack Miller avançando para a quinta colocação. Mais atrás, Bradley Smith tinha o décimo posto.
 
Com poucos segundo ainda no cronômetro, Nakagami saltou para a quinta colocação, mas caiu na sequência, com Iannone passando ao terceiro posto e Viñales para o sexto já com a bandeira quadriculada tremulando.
 
Sem mais tempo, ninguém bateu a marca de Lorenzo, que ficou com a liderança, seguido por Petrucci e Iannone.
 


MotoGP, GP da Alemanha, Sachsenring, treino livre 2:

1 99 JORGE LORENZO ESP  DUCATI 1:20.885  
2 9 DANILO PETRUCCI ITA PRAMAC DUCATI 1:21.142 +0.257
3 29 ANDREA IANNONE ITA SUZUKI 1:21.204 +0.319
4 4 ANDREA DOVIZIOSO ITA  DUCATI 1:21.309 +0.424
5 93 MARC MÁRQUEZ ESP HONDA 1:21.349 +0.464
6 25 MAVERICK VIÑALES ESP YAMAHA 1:21.384 +0.499
7 30 TAKAAKI NAKAGAMI JAP LCR HONDA 1:21.447 +0.562
8 43 JACK MILLER AUS PRAMAC DUCATI 1:21.497 +0.612
9 35 CAL CRUTCHLOW ING LCR HONDA 1:21.540 +0.655
10 19 ÁLVARO BAUTISTA ESP ÁNGEL NIETO DUCATI 1:21.568 +0.683
11 42 ÁLEX RINS ESP SUZUKI 1:21.616 +0.731
12 44 POL ESPARGARÓ ESP KTM 1:21.680 +0.795
13 41 ALEIX ESPARGARÓ ESP APRILIA GRESINI 1:21.718 +0.833
14 38 BRADLEY SMITH ING KTM 1:21.743 +0.601
15 53 TITO RABAT ESP AVINTIA DUCATI 1:21.777 +0.573
16 55 HAFIZH SYAHRIN MAL TECH3 YAMAHA 1:21.777 +0.858
17 46 VALENTINO ROSSI ITA YAMAHA 1:21.784 +0.892
18 5 JOHANN ZARCO FRA TECH3 YAMAHA 1:21.787 +0.892
19 45 SCOTT REDDIING ING APRILIA GRESINI 1:22.003 +0.899
20 26 DANI PEDROSA ESP HONDA 1:22.305 +0.902
22 6 STEFAN BRADL ALE MARC VDS HONDA 1:22.457 +1.118
23 12 THOMAS LÜTHI SUI MARC VDS HONDA 1:22.555 +1.420
23 17 KAREL ABRAHAM RTC ÁNGEL NIETO DUCATI 1:22.767 +1.882
24 36 MIKA KALLIO FIN KTM 1:23.194 +2.309
25 10 XAVIER SIMÉON BEL AVINTIA DUCATI 1:23.437 +2.552