Outras
08/07/2018 06:45

Piquet passa Alesi na largada, brilha na corrida 2 em Silverstone e vence pela primeira vez na GP3

Parece notícia dos anos 1990, mas é 2018. Companheiros de equipe na Trident, Giuliano Alesi e Pedro Piquet dividiram a primeira fila do grid na corrida deste domingo. Melhor para o brasileiro, que fez a ultrapassagem e jamais foi superado depois. O filho de Nelson Piquet comprovou a franca evolução na GP3 com o terceiro pódio em três etapas seguidas. Desta vez, no lugar mais alto
Warm Up / FERNANDO SILVA,  de Sumaré
 Pedro Piquet acelera para vencer a corrida 2 da etapa de Silverstone neste sábado (Foto: GP3)

Chegou definitivamente a vez de Pedro Piquet na GP3. O brasileiro, que completou 20 anos no último dia 3, venceu neste domingo (8) a corrida 2 da rodada dupla de Silverstone, triunfou pela primeira vez na categoria e comprovou a curva ascendente exibida desde a etapa de Paul Ricard. Foram nada menos que três pódios nas três últimas etapas. Desta vez, no lugar mais alto. A conquista foi acompanhada de perto pelo pai, Nelson Piquet, que esteve lado a lado com um dos seus contemporâneos da F1 e que também teve motivos para comemorar.
 
Giuliano Alesi largou na pole e dividiu a primeira fila com Piquet, seu companheiro de equipe na Trident. Mas foi o brasileiro quem levou a melhor e logo pulou para a liderança da prova. Nos boxes, os pais Nelsão e Jean Alesi acompanhavam as performances dos filhos na pista no lendário circuito de Silverstone. Os dois mantiveram as colocações e assim vieram até à 15ª e derradeira volta. O norte-americano Ryan Tveter completou o dia perfeito da Trident e fechou o pódio.
Pedro Piquet comemora a primeira vitória de um piloto brasileiro na GP3 (Foto: GP3)
Quem também se deu bem na corrida desta manhã de domingo foi o líder do campeonato, Anthoine Hubert, que ganhou quatro posições e terminou na quarta posição, terminando logo à frente de Callum Ilott, seu companheiro de equipe na ART Grand Prix e um dos seus principais concorrentes na luta pelo título. Leo Pulcini, da Campos Racing, cruzou a linha de chegada em sexto.
 
Nikita Mazepin finalizou em sétimo lugar, à frente do britânico Jake Hughes, outros dois pilotos da ART Grand Prix. Dorian Boccolacci, da MP, garantiu o nono lugar. Destaque especial para Tatiana Calderón. A pilota colombiana foi a protagonista de boas disputas durante a prova e mostrou todo seu arrojo e talento para terminar em décimo, muito perto de ultrapassar Boccolacci.
 
O resultado deste domingo fez Hubert chegar à contagem centenária. Com 100 pontos, o francês abriu seis de vantagem para Ilott, enquanto Leo Pulcini agora é o terceiro colocado com 73 tentos, dois a mais em relação a Nikita Mazepin. Pedro Piquet subiu uma posição no campeonato e agora ocupa o quinto lugar com 67 pontos, um a mais em relação a Alesi. 
Jean Alesi e Nelson Piquet acompanham a performance dos filhos em Silverstone (Foto: Reprodução)
A ascensão de Piquet nas últimas corridas é nítida. Dos 67 tentos somados, 65 foram conquistados de forma consecutiva nas últimas seis corridas, desde a rodada dupla de Paul Ricard.
 
A quarta etapa da temporada 2018 da GP3 acontece entre os dias 28 e 29 de julho no circuito de Hungaroring, em Budapeste, na Hungria.