Rali
20/01/2018 14:52

Campeões nos UTVs, Varela e Gugelmin falam em “dever cumprido” e se emocionam: “Vencer o Dakar é um sonho”

A dupla de veteranos, Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin, não escondeu a emoção pela conquista do título do Rali Dakar na classe dos UTVs e afirmou que cumpriu a missão de vencer a maior competição do off-road do planeta
Warm Up / Redação GP, de Curitiba
 Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin venceram o Rali Dakar 2018 na categoria UTV (Foto: Duda Bairros/photosdakar.com)

Reinaldo Varela e o navegador Gustavo Gugelmin confirmaram a grande performance na 40ª edição do Rali Dakar e conquistaram o título na classe UTV neste sábado (20), na etapa derradeira da competição, que foi realizada nos arredores da cidade argentina de Córdoba. É a segunda vez consecutiva que a taça da categoria fica com uma dupla brasileira. Os dois competidores, a bordo do Can-Am Maverick X3, encerraram a disputa com uma diferença de quase 60 minutos para o francês Patrice Garrouste, que terminou na segunda colocação ao lado do copiloto Steven Griener. 
 
A dupla brasileira apresentou consistência desde o início da prova. Venceu cinco etapas, recorde entre os UTVs, incluindo os dois dias de disputas em formato maratona – nos quais os competidores rodaram mais de mil quilômetros sem apoio mecânico externo. "Estou muito emocionado", disse Varela, que já ganhou o Rali dos Sertões no Brasil e que possui toda uma carreira voltada para o off-road. É sua primeira conquista no Dakar.
Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin venceram o Rali Dakar 2018 na categoria UTV (Foto: Duda Bairros/photosdakar.com)

"Dedico o título a minha família, que está sempre ao meu lado, ao navegador Gustavo Gugelmin, responsável por uma navegação perfeita, e para a equipe South Racing Can-Am/Divino Fogão, que proporcionou o melhor UTV e a melhor estrutura possíveis. O Can-Am Maverick X3, mais uma vez, mostrou que está pronto para qualquer situação", continuou. 

"Hoje foi uma etapa muito longa para nós. Porque ela não terminava, não terminava, muitos carros passando... E a gente naquela ansiedade para terminar. Mas dessa vez deu tudo certo, nosso Can-Am X3 terminou perfeito, tudo maravilhoso", concluiu o campeão.


O catarinense Gugelmin, que cumpriu a sua terceira participação no Dakar, possui 19 anos de experiência nas competições off-road. “O título do Dakar é um sonho realizado”, afirmou o navegador.
 
“Foi muito difícil chegar até aqui, agora estou muito feliz e tranquilo, com a sensação de dever cumprido. O Brasil está no topo do mundo e espero que essa conquista traga mais apaixonados para o esporte”, concluiu Gugelmin.