Rali
02/11/2016 06:30

Volkswagen segue Audi, sai do Mundial de Rali no fim de 2016 e deixa tetracampeão Ogier desempregado, diz revista

Na esteira do escândalo ‘Dieselgate’, a Volkswagen seguiu os passo da Audi no Mundial de Endurance e vai tirar seu vitorioso time de campo do Mundial de Rali ao fim da temporada 2016, que vai se encerrar com a disputa do Rali da Austrália entre 17 e 20 de novembro, informa a revista britânica ‘Autosport’. Será o capítulo de uma das histórias mais vencedoras do esporte em toda a década
Warm Up
Redação GP, de Sumaré
Após a verdadeira ‘bomba’ que explodiu com a decisão da Audi em deixar o Mundial de Endurance ao fim da temporada para focar seus esforços na F-E, outra montadora do grupo VAG deve tomar destino parecido. A Volkswagen, na esteira do ‘Dieselgate’, vai anunciar a decisão de deixar o Mundial de Rali (WRC) ao fim de 2016. A decisão, segundo informa a revista britânica ‘Autosport’, foi tomada durante uma reunião na manhã da última terça-feira, restando apenas o anúncio oficial por parte da montadora de Wolfsburgo.
 
Desta forma, o fim da participação da marca alemã terá lugar no Rali da Austrália, entre 17 e 20 de novembro. Havia uma expectativa de que a Volkswagen pudesse usar a nova versão do Polo R WRC, desenvolvido para o novo regulamento do Mundial de Rali no ano que vem, mas a montadora descartou a possibilidade durante a reunião.
Fim de uma era: a Volkswagen deve deixar o Mundial de Rali ao fim de 2016 (Foto: Volkswagen)
A decisão da Volkswagen encerra uma era curta, porém de muitas vitórias no Mundial de Rali. Com Sébastien Ogier e Julien Ingrassia, a marca faturou os quatro últimos títulos do Mundial e nada menos que 42 vitórias, tendo ainda outros dois conjuntos muito fortes no Polo R WRC, um dos carros mais vencedores da história da categoria. 
 
Tetracampeão mundial e grande dominante do WRC depois da aposentadoria do compatriota Sébastien Loeb, Ogier sai do topo do esporte para o rol dos desempregados, bem como seus companheiros de equipe Jari-Matti Latvala e Andreas Mikkelsen.
 
A saída da Volkswagen contrasta com o novo momento do Mundial de Rali, que terá um novo regulamento a partir da próxima temporada e continuará com a Hyundai e a Ford, esta sendo representada por equipes independentes, além dos retornos das equipes de fábrica da Citroën, que ficou de fora neste ano, e da volta da Toyota ao Mundial de Rali com o Yaris.
 


Últimas Notícias
sexta-feira, 19 de janeiro de 2018
MotoGP
Rali
Outras
MotoGP
F1
F1
F1
F-E
F1
F1
F1
F1
quinta-feira, 18 de janeiro de 2018
F1
Rali
Rali
Galerias de Imagens
Facebook