Red Bull Kart Fight
10/12/2012 20:39

Japonês de apenas 13 anos vence final mundial do Red Bull Kart Fight. Konrad termina em quarto

Shinji Sawada deixou adversários muito mais velhos para trás para conquistar o título mundial do Red Bull Kart Fight. O brasileiro Fábio Konrad fez uma boa corrida de recuperação e fechou no quarto lugar
Warm Up
FELIPE GIACOMELLI, de São Paulo

Na final mundial do Red Bull Kart Fight, experiência definitivamente não foi importante. Com apenas 13 anos de idade, o japonês Shinji Sawada conquistou o título da competição, no último domingo (9), em Bolonha, na Itália. O brasileiro Fábio Konrad terminou com a quarta colocação.

Para ficar com a vitória, Sawada precisou vencer um emocionante duelo com o russo Vasily Rozhkov, dez anos mais velho que o representante nipônico. Os dois pilotos chegaram a se tocar algumas vezes na última volta, com o adolescente asiático recebendo a bandeira quadriculada na frente. O croata Ivan Visak completou o pódio.

Shinji Sawada venceu o Red Bull Kart Fight World Final (Foto: Olaf Pignataro e Marco Campelli / Red Bull Content Pool)

Após a prova, Shinji celebrou o título e destacou o alto nível da competição. “Não acredito! Estou realmente sem palavras”, disse o piloto. “Foi uma corrida muito difícil. O russo era muito rápido, assim como muitos outros pilotos. Tivemos uma grande disputa o tempo todo e, na última volta, nos tocamos algumas vezes. Foi muito apertado, mas consegui pular à frente na penúltima curva para receber a bandeira quadriculada”, completou.

O nipônico ainda se disse muito contente em poder ter conhecido os astros patrocinados pela Red Bull. “Não é só pela corrida. Foi minha primeira viagem para fora do Japão, então tudo é novo. Ter a oportunidade de conhecer lendas como Sebastian Loeb e David Coulthard é muito especial, mas ainda mais especial foi o Carlos Sainz Jr., que me ajudou muito com vários conselhos sobre a minha pilotagem. Não poderia ser melhor”, afirmou.

Fábio Konrad correu com o kart número 13 na Itália (Foto: Olaf Pignataro e Marco Campelli / Red Bull Content Pool)

O brasileiro Fábio Konrad, por sua vez, completou a prova na quarta colocação. Após largar em sexto, o piloto caiu para a oitava posição, mas conseguiu fazer uma boa corrida de recuperação, chegando a andar em terceiro. Apesar disso, acabou superado por Visak, terminando apenas 0s2 fora do pódio.

“Que corrida incrível. Larguei em sexto, mas cai para oitavo no começo e tive de vir recuperando. A três voltas do fim, assumi a terceira colocação, mas depois foi superado. Tive a sensação de que o Ivan foi um pouco duro comigo, mas corridas são assim, e o japonês e o russo estavam bem à frente da gente. Eles foram os mais rápidos durante as corridas e merecem todos os créditos”, disse Konrad.

Mirko Laurito (Itália), Vladislav Shendryk (Ucrânia), Joe Robin Richardson (Reino Unido), Tiago Teixeira (Portugal), Pablo Villasenor Inda (México) e Adeeb Kuzbar (Bahrein) completaram o grupo dos dez primeiros.


Últimas Notícias
sábado, 24 de fevereiro de 2018
Superbike
Indy
F1
F1
Indy
F1
Nascar
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook