Stock Car
23/03/2018 13:40

Ao ajudar Barrichello a chegar ao pódio após suspeita de AVC, parceiro Albuquerque brinca: “Ele tem sete vidas”

Após o segundo lugar na Corrida de Duplas da Stock Car, no começo de março, Rubens Barrichello e Filipe Albuquerque trocaram palavras de carinho no pódio - mostrando a relação de respeito entre os pilotos que foram parceiros na abertura da temporada da principal categoria brasileira
Warm Up
FELIPE NORONHA, de São Paulo

Que Rubens Barrichello se emocionou muito no pódio da Corrida de Duplas da Stock Car, disputada no início de março em Interlagos, o público do automobilismo já leu. Que Filipe Albuquerque, o parceiro português do piloto brasileiro na prova pela Full Time, se "divertiu" com o amigo na pista, também. Mas houve uma cena curiosa no pódio, registrada apenas pelo GRANDE PRÊMIO, que mostra como ambos amam o esporte.

Durante a conversa com o GP, Barrichello só citou a porcentagem de pessoas que saem bem de uma suspeita de AVC, como ele, após Albuquerque dizer que tanto ele como Rubinho "têm o privilégio levar a vida nas pistas". O brasileiro reconheceu isso com um sorriso emocionado, ainda em meio às lágrimas que deixou cair durante o pódio. E afirmou: "Tive uma coisa que 14% das pessoas que tiveram saem como saí. (...) Eu voltei do hospital mais rápido, mais forte e mais choroso, pode ter certeza absoluta."

Em seguida, Albuquerque soube escolher palavras para que o companheiro na Corrida de Duplas não mais precisasse comentar, só concordar com a cabeça e dizer, rapidamente, "é isso".

"É muito especial. Costuma-se dizer que é a segunda chance da vida. Ele tem sete vidas", afirmou o português.
Rubens Barrichello e Filipe Albuquerque em Interlagos (Foto: Fernanda Freixosa/Vicar)
" Já bateu muita F1, esteve no hospital agora, um susto, e agora está aqui. Voltou cheio de coração, cheio de rapidez", seguiu com os elogios Albuquerque.

Ainda deu tempo dele mostrar o respeito e, até, sua idolatria pelo brasileiro, de tantas marcas na F1. "E ir ao pódio logo na primeira corrida deste calibre, com tantos pilotos bons, é uma emoção muito grande. Estou muito feliz de não ter errado, não ter prejudicado o Rubinho", completou.

Rubinho continuará a viver uma de suas "sete vidas" no final de semana dos dias 7 e 8 de abril, quando a Stock Car vai ao Autódromo Internacional de Curitiba. Desta vez, sem Albuquerque, sem um parceiro. Mas, com certeza, criando mais histórias em um ano já emocionante.
”RECOMEÇA A BRIGA”

MERCEDES COMEÇA TEMPORADA AINDA À FRENTE DA FERRARI


Últimas Notícias
domingo, 24 de junho de 2018
F3
F1
F1
DTM
Outras
F1
F2
sábado, 23 de junho de 2018
F1
Indy
Indy
F2
Indy
Indy
F1
Indy
Galerias de Imagens
Facebook