Stock Car
11/09/2016 14:00

Fraga supera Barrichello no duelo entre juventude e experiência e vence Corrida do Milhão da Stock Car em Interlagos

A oitava edição da Corrida do Milhão foi empolgante do início ao fim, com inúmeras disputas de posição ao longo de mais de 45 minutos de prova. Felipe Fraga travou uma grande batalha com Rubens Barrichello e faturou o cobiçado Milhão de Reais, disparando na liderança da temporada da Stock Car
Warm Up, de Interlagos / FERNANDO SILVA,  de Interlagos
 Eis o novo milionário da Stock Car: Felipe Fraga, cada vez mais líder (Foto: Fernanda Freixosa/Vicar)

A luta pelo prêmio de R$ 1 milhão foi um verdadeiro duelo de gerações: de um lado, Rubens Barrichello, que aos 44 anos buscava seu segundo Milhão depois de ter vencido a principal prova da Stock Car em 2014. Do outro, estava o líder da temporada, grande destaque do ano e franco favorito ao título. Felipe Fraga, aos 21 anos, vem se acostumando a quebrar recordes na Stock Car. Pouco mais de dois anos e meio após ter se tornado o mais jovem vencedor da história da categoria, então com 18 anos, o tocantinense voltou a brilhar e levou a melhor na batalha contra Barrichello em uma Corrida do Milhão empolgante do início ao fim na manhã deste domingo (11) em Interlagos, garantindo a premiação milionária pela primeira vez por apenas 0s411 diante de um público excepcional.

Valdeno Brito, vencedor da primeira Corrida do Milhão, em 2008, fez brilhante prova depois de ter largado em 11º. O paraibano foi aguerrido para ganhar posições e superou rivais de peso para conquistar o último degrau do pódio em Interlagos. Max Wilson acabou na quarta posição, enquanto Allam Khodair fechou o top-5.

Diego Nunes fez grande corrida e colocou o carro da Bassani em sexto lugar, à frente de Julio Campos, que chegou a andar por um bom tempo em terceiro, mas perdeu rendimento nas voltas finais. Daniel Serra, na última Corrida do Milhão com a Red Bull, passou em nono, à frente de Gabriel Casagrande e Vitor Genz. Cacá Bueno rodou após passar pela chicane na penúltima volta e bateu no muro da Curva do Café, abandonando a disputa.

Fraga, além de vencer o Milhão, abriu grande vantagem na liderança do campeonato. Agora, Felipe soma 163 pontos, enquanto o novo vice-líder, Max Wilson, tem 130. Barrichello subiu bem e agora soma 124, seguido por Valdeno, com 122. Quem teve o maior prejuízo foi Marcos Gomes. O atual campeão entrou no fim de semana como vice-líder, mas após ter ficado de fora em razão de um incidente com Ricardo Maurício na largada, despencou para sexto, ficando com 112. Cacá Bueno também perdeu posições e caiu para oitavo, com 105.

A próxima etapa do campeonato acontece daqui a duas semanas, no Autódromo Ayrton Senna, em Londrina, no Paraná.
Felipe Fraga vence a Corrida do Milhão da Stock Car em Interlagos (Foto: Fernanda Freixosa/Vicar)
Saiba como foi a Corrida do Milhão em Interlagos

Três pilotos ficaram lado a lado na largada: Barrichello por dentro, Ricardo Maurício no meio e Felipe Fraga por fora. Dos três, quem levou a pior foi o piloto da RC, que se envolveu em um incidente no S do Senna com Marcos Gomes, com os dois ficando para trás. Ou seja: dois dos grandes favoritos ao Milhão ficaram de fora da briga ainda na primeira volta. Outro piloto que tinha problemas era Lucas Foresti, que entrava nos boxes com o carro avariado.

Sem a concorrência de Maurício e Gomes, Barrichello escapou na frente, mas tinha Fraga na sua alça de mira. Aos poucos, o líder do campeonato começava a pressionar e tinnha a seu favor o melhor carro do grid. Julio Campos vinha em terceiro, aparecendo muito bem na prova e despontava como candidato ao Milhão. Destaque para Ricardo Zonta, que vinha em quarto, seguido por Valdeno Brito, que pulou de 11º para quinto.
Marcos Gomes e Ricardo Maurício se chocam na largada em Interlagos (Foto: Fernanda Freixosa/Vicar)
No mesmo instante, Gomes voltava para os boxes para abandonar a corrida. Era um revés na pior hora possível: não apenas na luta pelo Milhão, mas sobretudo em termos de título. Fora de combate, Marquinhos via seu companheiro de equipe encostar em Barrichello. Por sua vez, Cacá Bueno, mentor da carreira de Fraga, vinha em sétimo. Átila Abreu estava em 18º depois de ter largado do pit-lane.

Era o duelo entre a experiência de Barrichello e a juventude de Fraga. Na quinta volta, Felipe colocou de lado e tentou passar o campeão de 2014 na curva do Lago. Os dois ficaram lado a lado e travaram uma bela batalha, mas Fraga levou a melhor e assumiu a liderança da corrida, partindo em busca do seu primeiro Milhão. Só que o piloto da Full Time não tinha desistido da luta e ainda trazia consigo Julio Campos, que entrava na batalha pelo prêmio milionário.
O grande duelo: a juventude de Felipe Fraga contra a experiência de Rubens Barrichello (Foto: Fernanda Freixosa/Vicar)
Mas não demorou muito para Fraga mostrar a superioridade do carro da Cimed e começar a abrir vantagem perante os rivais. Na volta 11, o mais jovem vencedor da Stock Car tinha 2s099 de frente para Barrichello. Campos vinha em terceiro, mas era seguido muito de perto por Ricardo Zonta, outro piloto que mostrava boa performance. Valdeno Brito aparecia na sequência, com Max Wilson em sexto e Cacá Bueno no sétimo lugar.

Entretanto, com a pista acima dos 40ºC, Barrichello voltava a apertar o ritmo e diminuía bem a vantagem de Fraga para reafirmar que ainda estava na briga pelo Milhão. A distância do primeiro pelotão para Julio Campos, o terceiro, já era de quase 4s, de modo que a batalha pela vitória parecia mesmo estar restrita à dupla. Mais atrás, Cacá Bueno disputava posição com Diego Nunes e caía para décimo lugar.

Enquanto Barrichello chegava de vez em Fraga, a batalha pelo quarto lugar também estava bastante empolgante. Zonta perdia terreno e era superado pelo aguerrido Valdeno Brito. Max também fazia a ultrapassagem sobre o paranaense e ganhava mais uma posição em uma espetacular Corrida do Milhão, que tinha desfecho imprevisível.

Quando restavam poucos minutos para o fim da disputa, Fraga voltava a acelerar para ter algum respiro na luta contra Barrichello. Mais atrás, Campos perdia rendimento e acabou sendo ultrapassado. Primeiro, por Valdeno, que assumia um excelente terceiro lugar depois de ter largado em 11º. Depois, Max Wilson e Allam Khodair conseguiram passar o carro da C2. Ainda assim, Julio fazia uma boa prova e lutava para somar bons pontos em Interlagos.
Valdeno Brito travou boa disputa com Max Wilson e garantiu o pódio em Interlagos (Foto: André Santos)
Na penúltima volta da corrida, Cacá Bueno acabou perdendo o controle do carro ao passar pela chicane, travou os pneus e acabou batendo no muro da Curva do Café, ficando de fora da prova. Mas se o pentacampeão tinha motivos para lamentar sua saída da corrida, ao menos Cacá teve a chance de comemorar a vitória do seu protegido, Felipe Fraga, na Corrida do Milhão. O triunfo veio na base da raça e com uma disputa que durou a linha de chegada. No fim, o jovem talento da Stock Car bateu Barrichello por meros 0s411 para levar o prêmio milionário e abrir vantagem na liderança do campeonato.

Stock Car, Corrida do Milhão, Interlagos, final: 

1 88 FELIPE FRAGA PA CIMED Peugeot 47:16.057 28 voltas
2 111 RUBENS BARRICHELLO SP FULL TIME Chevrolet +0.411  
3 77 VALDENO BRITO PB TMG Chevrolet +5.180  
4 65 MAX WILSON SP RC Chevrolet +10.972  
5 18 ALLAM KHODAIR SP FULL TIME Chevrolet +11.732  
6 70 DIEGO NUNES SP BASSANI Chevrolet +14.078  
7 4 JÚLIO CAMPOS PR C2 Chevrolet +18.585  
8 29 DANIEL SERRA SP RED BULL Chevrolet +22.508  
9 83 GABRIEL CASAGRANDE PR C2 Chevrolet +24.367  
10 46 VITOR GENZ RS CARLOS ALVES Peugeot +38.496  
11 110 FELIPE LAPENNA SP HOT CAR Chevrolet +38.542  
12 26 RAPHAEL ABBATE SP HOT CAR Chevrolet +43.129  
13 3 BIA FIGUEIREDO SP BASSANI Peugeot +44.248  
14 28 GALID OSMAN SP RCM Chevrolet +50.220  
15 56 DANILO DIRANI SP RZ Chevrolet +51.136  
16 63 NESTOR GIROLAMI ARG CARLOS ALVES Peugeot +53.831  
17 21 THIAGO CAMILO SP RCM Chevrolet +1 volta  
18 0 CACÁ BUENO RJ RED BULL Chevrolet +2 voltas  
19 73 SÉRGIO JIMENEZ SP CAVALEIRO Peugeot +2 voltas  
20 51 ÁTILA ABREU SP A.MATTHEIS Chevrolet +2 voltas  
21 11 CÉSAR RAMOS SP RZ Chevrolet +5 voltas NC
22 10 RICARDO ZONTA PR A.MATTHEIS Chevrolet +6 voltas NC
23 74 POPÓ BUENO RJ CAVALEIRO Peugeot +6 voltas NC
24 8 RAFAEL SUZUKI SP VOGEL Chevrolet +16 voltas NC
25 9 GUGA LIMA PR TMG Chevrolet +23 voltas NC
26 12 LUCAS FORESTI DF FULL TIME PRO GP Chevrolet +24 voltas NC
27 5 DENIS NAVARRO SP VOGEL Chevrolet +25 voltas NC
28 80 MARCOS GOMES SP CIMED Peugeot +27 voltas NC
29 90 RICARDO MAURÍCIO SP RC Chevrolet +28 voltas NC
PADDOCK GP #45 COMENTA FIM DE SEMANA COM F1, INDY, MOTOGP E WEC