Stock Car
02/04/2017 13:47

Serra faz corrida segura, sobra e vence corrida de abertura da temporada 2017 da Stock Car em Goiânia

Em corrida marcada por um grande incidente na primeira volta, Daniel Serra não teve problemas e manteve o domínio exibido em todo o fim de semana. Na estreia pela RC Eurofarma, o piloto largou na pole e só perdeu a liderança na janela de pit-stops para confirmar uma vitória tranquila em Goiânia
Warm Up, de Goiânia / FERNANDO SILVA,  de Goiânia
 Daniel Serra (Foto: Duda Bairros/Vicar)

 
Daniel Serra conquistou uma vitória soberana na etapa de abertura da temporada 2017 da Stock Car, realizada na tarde deste domingo (2) em Goiânia. Na estreia pela equipe RC Eurofarma, o paulista de 33 anos consolidou o amplo domínio exercido em todo o fim de semana, quando liderou todas as atividades, com exceção do segundo treino livre. Serrinha controlou a corrida e, mesmo com uma pressão de Thiago Camilo nas voltas finais, confirmou o favoritismo e cruzou a linha de chegada na frente, faturando sua 12ª vitória na Stock Car.

Camilo conseguiu um grande resultado depois de ter largado em terceiro lugar. Agora correndo pela A.Mattheis/Ipiranga, Thiago ganhou o segundo posto depois de ficar perto de Max Wilson o tempo todo. Depois, até esboçou ameaçar o líder Serra, mas confirmou o segundo lugar em Goiânia. Max Wilson fechou a corrida 1 em terceiro lugar e garantiu outro carro da Eurofarma no pódio depois de lutar muito contra um dos seus companheiros de equipe, Ricardo Maurício, quarto colocado. Átila Abreu, da TMG/Shel Racing, fechou o top-5.
Daniel Serra consolidou a grande performance no fim de semana com vitória em Goiânia (Foto: Duda Bairros/Vicar)
Companheiro de equipe de Camilo, Galid Osman foi o sexto colocado, terminando à frente de Cacá Bueno, na sua corrida de estreia com a Cimed. Felipe Fraga, atual campeão da Stock Car e um dos companheiros de Cacá na Cimed, foi o oitavo, à frente de César Ramos, em uma grande corrida na estreia da Blau na categoria, enquanto Tuka Rocha, também da RCM, completou o rol dos dez primeiros colocados. E será Tuka o piloto que vai largar na pole da corrida 2 logo mais, a partir das 14h10 (horário de Brasília).

A prova foi marcada por um incidente na primeira volta que envolveu vários pilotos, como Rubens Barrichello, Júlio Campos, Antônio Pizzonia e Ricardo Zonta, que vão focar na segunda prova deste domingo


Saiba como foi a corrida 1 da etapa de Goiânia da Stock Car

Uma grande confusão envolvendo vários carros marcou a primeira volta da prova. Júlio Campos acabou tocando no carro de Marcos Gomes e, na esteira do incidente, vários carros rodaram e bateram. Não foi um acidente grave, mas vários competidores tiveram suas avarias: além de Campos e Gomes, Márcio Campos, Felipe Fraga, Antônio Pizzonia, Rubens Barrichello, Ricardo Zonta, Allam Khodair, Gabriel Casagrande e Bia Figueiredo. Quem estava mais à frente não teve problemas. Serra largou bem e manteve a liderança da prova.
Um grande incidente marcou a primeira volta da corrida 1 em Goiânia (Foto: Reprodução)
Com a relargada, dada na terceira volta da prova, Serrinha manteve a ponta, seguido de perto por Max Wilson, Thiago Camilo, Átila Abreu e Ricardo Maurício fechando o top-5. Galid aparecia em sexto, enquanto Cacá Bueno, que se deu muito bem no início da prova, pulou da 15ª posição na largada para o sétimo lugar, à frente de Tuka Rocha, Guilherme Salas e Felipe Fraga. Barrichello voltava à pista, assim como seu companheiro de Full Time, Khodair.

Aos poucos, Serrinha conseguia abrir alguma vantagem perante Wilson e mostrava o ritmo consistente que marcou sua jornada em Goiânia. Camilo acompanhava tudo de perto, enquanto Maurício subia para quarto depois de ultrapassar Átila. Mas o sorocabano andava perto do carro #90 da RC. Barrichello, sem ritmo competitivo, voltava para os boxes para se preparar para a segunda corrida do domingo.
Salas e Fraga disputaram a nona colocação durante a prova (Foto: Reprodução)
A luta pelo nono lugar também era bem acirrada e envolvia quatro pilotos: Salas, Fraga, Diego Nunes e, um pouco mais atrás, Rafael Suzuki, que conseguia fazer uma boa corrida depois de ter largado em 20º e ter escapado da confusão na primeira volta. Fraga fazia o uso do botão de ultrapassagem para ganhar a nona colocação e buscava somar pontos mesmo com seu carro avariado após o incidente. Lá na frente, Serrinha mantinha uma boa vantagem sobre o segundo pelotão, com Max Wilson e Camilo logo atrás. Thiago pressionava o carro #65 da RCM/Eurofarma e lutava pelo segundo lugar.

A expectativa estava com uma das novidades da temporada, a janela de reabastecimento, que foi aberta na volta 15. Antes da parada, Diego Nunes e Lucas Foresti conseguiam fazer a ultrapassagem sobre Suzuki, que estava na alça de mira de César Ramos. Dentre os líderes, Maurício foi o primeiro a fazer seu pit-stop, com Cacá Bueno um pouco mais atrás. Ricardo Zonta, depois de ficar por um bom tempo nos boxes da TMG/Shell Racing, voltava à prova para se preparar para a corrida 2.

Serra parou na volta seguinte, assim como Camilo e Max Wilson. Thiago ganhou a posição de Wilson na parada, se colocando como principal oponente de Serrinha na batalha pela vitória em Goiânia. Em meio às paradas dos pilotos, Suzuki chegou a liderar momentaneamente a prova, mas logo Serra retomou a ponta da corrida após o fim da janela de pit-stops. Barrichello e Khodair voltavam à pista para um shakedown, uma preparação visando a corrida 2, assim como fizera Zonta minutos antes.

Camilo ganhou a posição de Max no pit-stop em Goiânia (Foto: Reprodução)
Com a parada de Vitor Genz, Serra retomou a liderança da corrida, seguido por Camilo e Max Wilson, com Maurício em quarto e Galid fechando o rol dos cinco primeiros, se colocando à frente de Átila e Cacá Bueno. Serrinha continuou com seu ritmo forte rumo à vitória, mesmo tendo Camilo por perto, enquanto Max tinha de segurar a pressão de um dos seus companheiros de equipe, Maurício. No fim das contas, Serra confirmou a vitória, com Camilo em segundo e Max fechando o pódio depois de resistir aos ataques de Ricardinho nas voltas finais da corrida.

Stock Car, Goiânia, corrida 1:

1 29 DANIEL SERRA SP RCM Chevrolet 28 voltas  
2 21 THIAGO CAMILO SP A.MATTHEIS Chevrolet +1.291  
3 65 MAX WILSON SP RC Chevrolet +3.720  
4 90 RICARDO MAURÍCIO SP RC Chevrolet +3.915  
5 51 ÁTILA ABREU SP TMG Chevrolet +17.779  
6 28 GALID OSMAN SP A.MATTHEIS Chevrolet +19.027  
7 0 CACÁ BUENO RJ CIMED Chevrolet +23.370  
8 88 FELIPE FRAGA PA CIMED Chevrolet +24.520  
9 30 CÉSAR RAMOS RS BLAU Chevrolet +25.893  
10 25 TUKA ROCHA SP RCM Chevrolet +27.847  
11 70 DIEGO NUNES SP FULL TIME BASSANI Chevrolet +30.336  
12 110 FELIPE LAPENNA SP CAVALEIRO Chevrolet +31.551  
13 8 RAFAEL SUZUKI SP CAVALEIRO Chevrolet +33.945  
14 117 GUILHERME SALAS SP VOGEL Chevrolet +36.019  
15 12 LUCAS FORESTI DF FULL TIME ACADEMY Chevrolet +36.315  
16 46 VITOR GENZ RS CARLOS ALVES Chevrolet +36.709  
17 80 MARCOS GOMES SP CIMED Chevrolet +39.810  
18 73 SÉRGIO JIMENEZ SP HOT CAR Chevrolet +41.504  
19 44 ALBERTO VALÉRIO MG FULL TIME BASSANI Chevrolet +47.210  
20 9 GUGA LIMA PR HOT CAR Chevrolet +52.372  
21 31 MÁRCIO CAMPOS RS BLAU Chevrolet +1:25.349  
22 5 DENIS NAVARRO SP CIMED Chevrolet +1 volta  
23 77 VALDENO BRITO PB CARLOS ALVES Chevrolet +1 volta  
24 111 RUBENS BARRICHELLO SP FULL TIME Chevrolet +18 voltas NC
25 10 RICARDO ZONTA PR TMG Chevrolet +19 voltas NC
26 3 BIA FIGUEIREDO SP FULL TIME ACADEMY Chevrolet +21 voltas NC
27 18 ALLAM KHODAIR SP FULL TIME Chevrolet +22 voltas NC
28 1 ANTONIO PIZZONIA AM RX MATTHEIS Chevrolet +22 voltas NC
29 83 GABRIEL CASAGRANDE PR VOGEL Chevrolet +24 voltas NC
30 4 JÚLIO CAMPOS PR RX MATTHEIS Chevrolet   NC

PADDOCK GP #71 ANALISA ETAPAS DE ABERTURA DAS TEMPORADAS 2017 DA F1 E MOTOGP