Stock Car
02/04/2017 15:00

Zonta surpreende após largar em 25º, quebra jejum de mais de três anos e vence corrida 2 da Stock Car em Goiânia

Ricardo Zonta conquistou uma vitória muito especial na sua carreira. Depois de triunfar pela primeira e, até então, única vez na Stock Car, no fim de 2013, o paranaense surpreendeu e faturou a vitória na base da estratégia depois de largar no fim do grid. Foi um dia especial para a TMG/Shell Racing, que consolidou dobradinha com Átila Abreu terminando em segundo
Warm Up, de Goiânia / FERNANDO SILVA,  de Goiânia
 33704711456_d7441c73cd_o

A segunda corrida do fim de semana da etapa que abriu a temporada 2017 da Stock Car foi emocionante do começo ao fim e teve um desfecho especial. Ricardo Zonta consolidou uma reação surpreendente depois de estar entre os envolvidos no incidente na primeira volta da corrida 1. O curitibano de 41 anos partiu apenas da 25ª colocação e, na base da estratégia e da raça, brilhou para conseguir aparecer no momento certo, depois da janela de pit-stops, e partiu para a vitória após duelar de forma intensa e limpa com seu companheiro de TMG/Shell Racing, Átila Abreu, na tarde deste domingo (2) no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Goiânia.

Foi um grande resultado para Zonta, que quebrou um jejum de mais de três anos sem vitórias na Stock Car. A última vez que Ricardo subiu no topo do pódio foi na Corrida do Milhão, em Interlagos, no fiim da temporada 2013. Desde então, o piloto lutava para voltar a vencer na Stock Car, o que aconteceu neste domingo. O triunfo também foi especial porque Zonta homenageou seu sobrinho, Billy Zonta Gabardo, que não resistiu a um câncer raro e agressivo e morreu no começo de março. O piloto usou um capacete com o desenho usado por Billy, que também era piloto.
Ricardo Zonta brilhou neste domingo em Goiânia com uma grande vitória (Foto: José Mário Dias/Shell Racing)
Átila confirmou a grande performance da TMG/Shell Racing e fechou em segundo lugar, com Max Wilson confirmando o terceiro lugar, indo ao pódio pela segunda vez no domingo em Goiânia. Rubens Barrichello foi o quarto, euquanto Denis Navarro foi o quinto. Daniel Serra terminou em sexto depois de ter vencido a corrida 1 e se garantiu na liderança do campeonato, com 40 pontos, um a mais em relação a Wilson.

A próxima etapa da Stock Car em 2017 acontece em três semanas, no Velopark, em Nova Santa Rita, no Rio Grande do Sul.

Saiba como foi a corrida 2 da Stock Car em Goiânia

Com a regra do grid invertido em relação aos dez primeiros da corrida 1, Tuka Rocha partiu da primeira posição, com César Ramos dividindo a primeira fila, enquanto Felipe Fraga partiu em terceiro. Novo piloto da RCM, Tuka conseguiu se manter na frente, mas César Ramos perdeu muitas posições e acabou tocando no carro de Ricardo Maurício, que rodou e, por sorte, não foi acertado por nenhum dos outros pilotos na pista.

Cacá Bueno conseguiu largar bem e subiu para terceiro lugar, mas era bem pressionado por Átila Abreu e Galid Osman, enquanto Max era o sexto, seguido por Thiago Camilo. Ramos seguia em oitavo, à frente de Felipe Lapenna e Daniel Serra, o grande vencedor da corrida 1. Mas Ramos acabou sendo punido pela direção de prova com um drive-through por ter tocado no carro de Maurício na primeira volta.
César Ramos tocou no carro de Ricardo Maurício, que rodou na primeira volta (Foto: Reprodução)
Tuka resistia na frente, mas já passava a sofrer com a pressão de Fraga, enquanto Cacá chegava para a briga. Galid Osman conseguia passar Átila Abreu e subia para quarto lugar, também se colocando como um dos candidatos à vitória na corrida 2. Mais atrás, Márcio Campos rodou na curva 1 em incidente que envolveu Bia Figueiredo e Guga Lima, que abandonou.

Átila logo reagiu e, com a ajuda do botão de ultrapassagem, ganhou não apenas a posição de Galid, mas também passou Cacá Bueno para subir para terceiro, ficando só atrás de Tuka e Fraga. Serra voltava a fazer uma corrida segura e andava em oitavo lugar, mas sempre perto dos líderes. Nos boxes, Guilherme Salas encostava para abandonar.

Na abertura da sétima volta, finalmente a liderança da corrida mudou de mãos. Fraga fez a ultrapassagem sobre Tuka na reta dos boxes e tomou a ponta da prova, enquanto Cacá dava o troco em Átila e retomava a terceira colocação. Mas o piloto da TMG/Shell Racing deu o troco e voltou para o terceiro lugar. Logo depois, Rocha acionou o botão de ultrapassagem e quase passou Fraga, mas errou na curva 1 e posibilitou a Átila subir para segundo.
Fraga assume a primeira posição ao ultrapassar Tuka Rocha (Foto: Reprodução)
Fraga despontava como grande favorito à vitória e Átila vinha em segundo, enquanto uma frenética troca de posições no segundo pelotão marcava a corrida, com belas manobras de Galid Osman e Max Wilson. Tuka, por sua vez, perdia terreno e ficava longe da luta pela vitória.

Com 14 voltas completadas, Fraga rodou ao escorregar no óleo deixado pelo carro de Sergio Jimenez, perdendo a liderança para Átila. Felipe caiu para quarto, sendo superado também por Cacá Bueno e Thiago Camilo. Galid vinha em quinto em uma corrida que não tinha nada definido, até porque a janela para o pit-stop obrigatório foi aberta dois giros depois.

Novo líder, Átila continuou por mais tempo na pista antes de fazer seu pit-stop na volta 18 da corrida. O sorocabano conseguiu voltar em segundo lugar e, na prática, o líder de fato, já que Rubens Barrichello ainda precisava fazer sua parada. Com o pit-stop do piloto da Full Time, Átila voltou à liderança da corrida, e com uma surpresa na segunda colocação: Ricardo Zonta, que largou em 25º lugar depois de ter sido um dos envolvidos no incidente na primeira volta da corrida 1.
Duelo entre companheiros de equipe: Ricardo Zonta passa Átila para liderar em Goiânia (Foto: Reprodução)
Átila e Zonta faziam a dobradinha da TMG/Shell Racing em Goiânia. Mas Zonta estava mais rápido e conseguia fazer a ultrapassagem sobre seu companheiro de equipe, com direito à melhor volta da corrida: 1min25s389. O veterano lutava para voltar a vencer na Stock Car. Mas Abreu não se dava por vencido e, na volta 21, acionou o botão de ultrapassagem para voltar à liderança.

Zonta respondeu na volta seguinte e reassumiu a ponta da corrida quando faltavam pouco mais de cinco minutos para o fim da prova. Ricardo passou e conseguiu abrir alguma vantagem perante seu companheiro de equipe, ficando muito perto de consolidar uma recuperação surpreendente. Max Wilson vinha em terceiro, com Barrichello em quarto. Vencedor da corrida 1, Serra aparecia em sexto lugar.

Após 29 voltas de uma corrida pra lá de empolgante, Zonta comemorou uma grande e histórica vitória, depois de vencer pela última vez na Corrida do Milhão de 2013, em Interlagos. Átila confirmou a dobradinha da TMG/Shell Racing com o segundo lugar, enquanto Max Wilson confirmou uma grande campanha com dois pódios e o terceiro lugar da corrida 2, à frente de Barrichello e Denis Navarro. Serra fechou em um bom sexto lugar, à frente de Allam Khodair e Thiago Camilo. Cacá Bueno foi o nono, enquanto Felipe Fraga, depois de receber um toque de Valdeno, fechou o rol dos dez primeiros colocados.

Stock Car, Goiânia, corrida 2:

1 10 RICARDO ZONTA PR TMG Chevrolet 29 voltas  
2 51 ÁTILA ABREU SP TMG Chevrolet +2.968  
3 65 MAX WILSON SP RC Chevrolet +5.252  
4 111 RUBENS BARRICHELLO SP FULL TIME Chevrolet +7.799  
5 5 DENIS NAVARRO SP CIMED Chevrolet +11.042  
6 29 DANIEL SERRA SP RCM Chevrolet +14.838  
7 18 ALLAM KHODAIR SP FULL TIME Chevrolet +15.227  
8 21 THIAGO CAMILO SP A.MATTHEIS Chevrolet +18.953  
9 0 CACÁ BUENO RJ CIMED Chevrolet +21.877  
10 88 FELIPE FRAGA PA CIMED Chevrolet +23.497  
11 77 VALDENO BRITO PB CARLOS ALVES Chevrolet +23.786  
12 8 RAFAEL SUZUKI SP CAVALEIRO Chevrolet +24.828  
13 1 ANTONIO PIZZONIA AM RX MATTHEIS Chevrolet +24.846  
14 70 DIEGO NUNES SP FULL TIME BASSANI Chevrolet +25.886  
15 46 VITOR GENZ RS CARLOS ALVES Chevrolet +26.388  
16 4 JÚLIO CAMPOS PR RX MATTHEIS Chevrolet +32.357  
17 90 RICARDO MAURÍCIO SP RC Chevrolet +35.491  
18 25 TUKA ROCHA SP RCM Chevrolet +35.736  
19 12 LUCAS FORESTI DF FULL TIME ACADEMY Chevrolet +44.578  
20 80 MARCOS GOMES SP CIMED Chevrolet +1 volta  
21 44 ALBERTO VALÉRIO MG FULL TIME BASSANI Chevrolet +2 voltas  
22 83 GABRIEL CASAGRANDE PR VOGEL Chevrolet +4 voltas  
23 28 GALID OSMAN SP A.MATTHEIS Chevrolet +10 voltas NC
24 73 SÉRGIO JIMENEZ SP HOT CAR Chevrolet +17 voltas NC
25 110 FELIPE LAPENNA SP CAVALEIRO Chevrolet +20 voltas NC
26 31 MÁRCIO CAMPOS RS BLAU Chevrolet +23 voltas NC
27 3 BIA FIGUEIREDO SP FULL TIME ACADEMY Chevrolet +23 voltas NC
28 30 CÉSAR RAMOS RS BLAU Chevrolet +23 voltas NC
29 9 GUGA LIMA PR HOT CAR Chevrolet +25 voltas NC
30 117 GUILHERME SALAS SP VOGEL Chevrolet +25 voltas NC

PADDOCK GP #71 ANALISA ETAPAS DE ABERTURA DAS TEMPORADAS 2017 DA F1 E MOTOGP