Copa GP

Ariel fala em evolução na pilotagem, comemora nova chance nas 500 Milhas e garante: “Vamos pra cima”

Gustavo Ariel engatou uma sequência de bons resultados no fim da Copa Stratum GP e garantiu, mais uma vez, uma vaga na equipe para disputar as 500 Milhas da Granja Vianna. O mais jovem piloto do time celebrou a oportunidade de correr a prova pelo segundo ano consecutivo e disse que dá para brigar pela vitória
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Gustavo Ariel (Foto: Rodrigo Berton)
Stratum
A gente sabia que este ano seria mais complicado, ter mais pilotos de nível alto e estou surpreso de ter ganhado a vaga. No meio do campeonato as coisas começaram a mudar. Comecei a andar bem, eu estava com a cabeça melhor, tomar as melhores decisões. 
 
É um trabalho que está sendo feito desde 2015, perdi quase 30 quilos, me acostumar com a pilotagem, com a tocada de cada kart, saindo de frente, de traseira. Estou feliz com esse desenvolvimento, é o resumo de tudo o que está acontecendo. Correr novamente as 500 Milhas significa que o trabalho está sendo bem feito e vamos a mais uma corrida profissional e, se Deus quiser, mais para frente, também em busca da carreira profissional.
 
Para uma prova de longa duração penso que o ideal é ter dois karts. No ano passado fomos muito bem, no final da prova evoluímos bastante, nos treinos a evolução foi constante. Espero dar o melhor para a equipe, dar tudo o que a equipe precisa. Estou muito melhor como piloto também em relação ao ano passado. Tudo vai ser melhor este ano, como equipe, eu na pilotagem. Espero alcançar os objetivos da equipe e vamos para cima do pódio novamente, brigar com essas feras. Vai ser sensacional de novo.
 
Acho que dá para ganhar a corrida na Thunder. Lógico que brigar com o Rubinho vai ser mais complicado (risos), mas tudo é possível, está todo mundo partindo do zero. Estamos nos preparando o ano inteiro e eles não estão, só vão começar a se preparar agora. Mas é questão de treinar bastante, aproveitar o tempo de pista na quinta e na sexta, o warmup no sábado. A equipe está bem forte, vamos para cima e acho que dá para ganhar na Thunder e vamos ver o que a gente consegue na profissional.
 
Vai ser um traçado de alta, quase 80% no acelerador, se não for mais. Então é um trabalho em equipe, todo mundo se ajudando, não querendo colocar o kart em qualquer lugar. Vai ser muito bom com dois karts, os pilotos são de nível altíssimo, estão disputando a ponta a Copa Stratum GP inteira. Vamos pra cima e, se Deus quiser, ganhar essa corrida.
Corsa