Copa GP

Flávio Alvez define vitória como “mais difícil da carreira” na etapa de Interlagos da Taça JP de Oliveira

Piloto vinha de uma sequência ruim na temporada, mas contou com a sorte e venceu duas das três baterias disputadas neste sábado (18), sua primeira vitória oficial na Copa GP de Kart

Warm Up / GUILHERME BLOISI, de São Paulo
O cara dominou tudo em Interlagos, não teve para ninguém. As vitórias, tanto na bateria classificatória como na final, deram a Flávio Alvez a primeira vitória na temporada e um novo ânimo para a sequência da Copa GP de Kart.
 
Ao GRANDE PRÊMIO, Alves traçou um panorama do campeonato até aqui e era só sorrisos ao final do pódio. “Na abertura, até ganhei a classificatória, mas me envolvi em um acidente e acabei não pontuando bem. As outras duas etapas eu não tive tanta sorte com o kart, mas dessa vez deu tudo certo”, afirmou. 
 
A diferença entre ele e o segundo colocado foi de apenas quatro décimos, o que mostra o tamanho do equilíbrio da prova disputada neste sábado (18).

“Foi a conquista mais difícil da minha carreira, aprendi muito a me defender na pista, estava muito focado. Qualquer um poderia ter ganho”.
 
Alvez ressaltou a força do grid da Copa GP, o que torna a vitória em Interlagos ainda mais especial. “O nível dos pilotos é muito alto, não dá para errar. Os carros dos quatro primeiros estavam muito próximos e era muito difícil sair ali do resto do bolo. Quis me manter entre o primeiro e o segundo para atacar no final”.
Flávio Alvez e Dagmar Viana (Foto: Gabriel Pedreschi/Grande Prêmio)
A Taça João Paulo de Oliveira dá sequência à Copa GP no próximo dia 1º de junho, com largada na Granja Viana a partir das 15h30 (horário de Brasília), com cobertura completa do GRANDE PRÊMIO.