Copa GP

GP in Loco: Família Gandolfo relembra “inesquecível” participação nas 500 Milhas de Kart

Em Interlagos, Elisson Gandolfo e o pai dividem suas experiências de estarem na pista com grandes nomes do automobilismo brasileiro e esperam nova chance nesta temporada.

Grande Prêmio / GUILHERME BLOISI, de São Paulo

A segunda posição que Elisson Gandolfo conquistou no último sábado (17) em Interlagos foi espetacular e coloca o piloto na briga por uma das vagas na Scuderia GP para as 500 Milhas de Kart.
 
Evento este que Gandolfo já teve a oportunidade de participar na temporada passada com o GRANDE PRÊMIO. E uma das cenas que mais nos emocionou em 2018 foi o abraço do pai do piloto no filho, que se emocionou muito e foi às lágrimas depois de fazer seu stint na corrida.
 
Dividir um momento como esse em família não tem preço, nas palavras do próprio Elisson. “É inesquecível, foi um sonho que se realizou: andar nas 500 Milhas com ídolos meus, como o Rubinho (Barrichello). Passar na reta e ver todos vocês vibrando com isso e o meu pai emocionado”, afirmou.
O pai de Gandolfo, Evanil, reforçou as palavras ditas pelo filho. “Teve um momento que o Renato (Ribeiro, chefe da Scuderia GP) viu e me disse que ele estava mandando o Barrichello empurrá-lo. Quando ele chegou, eu chorei de alegria. Todo mundo veio nos abraçar, foi emocionante”.
 
Evanil é só elogios ao trabalho do filho como piloto. “Pelo jeito, o pessoal está falando que ele está pilotando bem, acho que ele aprendeu (risos). O Elisson vai lutar para conquistar a vaga novamente nas 500 Milhas”, disse, confiante.
Evanil Gandolfo (Foto: Gabriel Pedreschi/Grande Prêmio)
Na classificação, Gandolfo está na terceira posição da Taça GP 25 Anos com 23 pontos, nono na geral com 77. A próxima etapa da temporada 2019 da Copa GP acontece em setembro, no Kartódromo da Granja Viana.