Copa GP

Pilotos aprovam ajuste no regulamento da Copa GP de Kart a partir da Taça GP 25 anos

A mudança no regulamento consiste em valorizar as baterias classificatórias. Agora, os seis melhores colocados nesta prova vão somar pontos no último mini-torneio do ano

Warm Up / VINÍCIUS PIVA, de São Paulo
A Copa GP de Kart abre o terceiro e último mini-torneio do ano, a Taça Grande Prêmio 25 anos, no dia 17 de agosto, com uma novidade. A partir desta prova, a sétima do calendário 2019, as baterias classificatórias também vão contabilizar pontos para o campeonato.
 
Os seis primeiros colocados na bateria que antecede a final ganharão, pela ordem, nove, seis, quatro, três, dois e um ponto.
 
A ideia é tornar as corridas classificatórias ainda mais disputadas. Vale lembrar, porém, que os pontos vão valer apenas para a Taça GP 25 anos, que dará ao campeão uma vaga direta nas 500 Milhas da Granja, e não para a tabela de classificação geral.
 
Os pilotos ouvidos pelo GRANDE PRÊMIO se mostraram favoráveis a este ajuste no regulamento.
A disputa por uma vaga nas 500 Milhas vai ficar ainda mais acirrada (Foto: Gabriel Pedreschi/Grande Prêmio)
"Sou a favor. É bom porque dá mais valor para a preliminar. Valendo pontos para o mini-torneio dá uma graça a mais, é mais gostoso disputar, achei muito bom", avalia Fábio Nakiri, vice-campeão da Taça Edgard Mello Filho.
 
Sidney Rogério, o primeiro piloto da Copa GP a conseguir uma vaga para as 500 Milhas da Granja Viana, também avaliou a mudança como positiva, principalmente porque, no fim das contas, vai premiar o piloto mais regular do dia.
 
"Acheio o ajuste no regulamento importante porque a etapa consiste em duas corridas. É o conjunto do resultado que faz o campeão do fim de semana. Acho que privilegia o piloto mais regular, e não só o piloto que vai bem em uma corrida", diz Rogério.
 
Rodrigo Chafick, que conseguiu seu primeiro pódio na Copa GP na sexta etapa do campeoanato, vai na mesma linha de Rogério. 
 
"Tenho feito as classificatórias melhores do que as finais. E a partir da próxima etapa que vai valer ponto na classificatória, acho que as coisas vão melhorar para mim porque eu tenho sido constante", afirma Chafick. 
 
Elisson Gandolfo também espera melhor sorte a partir dessa nova regra, já que vinha fazendo boas apresentações na primeira corrida do dia.
 
"Acho que foi legal, vai dar uma dinâmica diferente, mudou para melhor. Eu estava conseguindo bons resultados na classificatória, mas nas finais ou pegava kart ruim ou me envolvia em algum acidente", opina Gandolfo. 
 
"Espero continuar com essa sorte que eu estava de pegar kart bom na classificatória e fazer bons resultados. Como antes não valia, acho que agora tende a melhorar se eu continuar nesse ritmo", acrescenta.
 
A primeira etapa da Taça GP 25 anos acontecerá no dia 17 de agosto, no kartódromo de Interlagos. Depois, será a vez da Granja Viana receber a segunda etapa, em 21 de setembro. A decisão da terceira vaga da Scuderia GP nas 500 Milhas será no dia 12 de outubro, também na Granja. 
Corsa