Copa GP

Pilotos da Copa GP levam aprendizado no torneio para Copa São Paulo de Kart

Gustavo Ariel e Alex Campo participaram de etapa na Copa São Paulo de Kart e detalham ao GRANDE PRÊMIO como foi a experiência. Felipe Giaffone aponta que treinamentos como este dos pilotos da Copa GP são essenciais para um bom desempenho nas 500 Milhas de Kart.

Grande Prêmio / GUILHERME BLOISI, de São Paulo
Há três anos, o GRANDE PRÊMIO promove a Copa GP de Kart. A ideia principal baseou-se na fomentação da categoria no cenário do esporte a motor, além de proporcionar aos participantes uma oportunidade única de disputar as 500 Milhas de Kart. Em 2017, veio o pódio na categoria Thunder Light com o terceiro lugar. Em 2018, o desempenho não foi o mesmo, porém, os dez pilotos que compuseram a Scuderia GP saíram da Granja Viana com a sensação de dever cumprido.
 
E assim, nossos meninos vão se desenvolvendo e tornando-se conhecidos no kartismo, a ponto de terem oportunidades de aparecer em outros campeonatos disputados em São Paulo. É o que aconteceu com Gustavo Ariel e Alex Campo, que participaram de etapas da Copa São Paulo de Kart nesta temporada 2019. Ao GRANDE PRÊMIO, a dupla falou de como surgiu o convite para participar deste torneio.
 
“O Marco Resende, junto com a F-Kart, tomou a decisão de escolher três pilotos e, dentro de uma votação, acabei vencendo e me chamaram poucos dias antes da etapa”, afirmou Ariel. Já Campo foi convidado através do Karteiros e correu por uma categoria de entrada para os campeonatos federados. “A ideia do KGV com esta ação é justamente ser uma porta de entrada as demais categorias como F4, PRO 500, entre outras”.
O comentarista da Globo e do Sportv, Felipe Giaffone, proprietário do KGV aponta que participar de campeonatos como a Copa São Paulo de Kart na PRO 500 dão lastro e bagagem para ter um grande desempenho nas 500 Milhas, que acontece em dezembro. “É o melhor treino, pois o kart é para o campeonato, mesmo para quem já anda. É importante porque a corrida é diferente e, em um kart mais lento e a prova ser longa, acaba tendo uma tática diferente”, afirmou.
Felipe Giaffone (Foto: Vanderley Soares/Copa Truck)
Ariel afirmou que a principal diferença entre a Copa SP e a Copa GP passa exatamente pelo kart e pelo formato das corridas, como disse Giaffone. “Temos corrida o dia todo, de manhã até à noite. O nível dentro da pista não muda muito, até porque a Copa GP é um dos campeonatos mais competitivos que tem, são bem parecidos”. Alex segue a mesma linha de raciocínio, mas aponta outro detalhe que lhe chamou a atenção. “A diferença é que temos mais de 20 categorias na pista, pilotos com excelente currículo para poder conversar e, por vezes, até te dar uma dica”.
 
Giaffone aponta que o custo pode não ser tão alto para disputar campeonatos como este - hoje, para a categoria Super Rental a participação no treino de sexta e a corrida, no sábado, custa R$ 650 por etapa – mas garante que muito dinheiro não é fundamental para conquistar um grande resultado. “Você usa o mesmo chassi de qualquer categoria e o motor de dois tempos é muito mais leve e mais sensível às mudanças. O piloto começa a aprender muito sobre acerto e começa a adaptá-lo para sua pilotagem, coisa que nos karts de aluguel é igual para todo mundo”.
Gustavo Ariel (Foto: Gabriel Pedreschi/Grande Prêmio)
A Copa GP é um dos pilares do kartismo em São Paulo e, tanto Ariel como Alex, acreditam que o campeonato foi de fundamental importância para chegarem a este patamar de pilotagem, que os levaram à Copa São Paulo. “Andar duas vezes nas 500 Milhas me ajudaram a conquistar o pódio na Copa SP, além de andar com adversários fortes é bom para se manter ativo no indoor”, disse Ariel. Campo afirma que o grid da Copa GP é um dos mais fortes do esporte em São Paulo. “É fundamental nesta base: treinar e estudar para bater muitos desses caras me deu braço para chegar ao nível dos adversários na Copa SP”, completou.
Alex Campo (Foto: Gabriel Pedreschi/Grande Prêmio)
O Facebook do GRANDE PRÊMIO transmite a Copa São Paulo de Kart no próximo sábado, 10/08, a partir das 9h da manhã com as categorias Mirim/Cadete, Shifter Rok, K2 Shifter e Fórmula 4 Junior. Às 17h30, é a vez da categoria PRO 500.
 
Para desenvolver sua pilotagem, convidamos você para a próxima etapa da Copa GP de Kart que acontecerá no dia 17/08, ao meio-dia, no Kartódromo de Interlagos. As inscrições para a etapa podem ser feitas clicando aqui.