DTM

Pietro Fittipaldi fecha acordo com equipe-cliente da Audi e faz temporada de estreia no DTM em 2019

A chegada de Pietro Fittipaldi à WRT, equipe-cliente da Audi, completou o grid do DTM para a temporada 2019. Além da marca de Ingolstadt e da BMW, que seguem no grid, a categoria vai contar com quatro carros da Aston Martin, que substitui a Mercedes a partir deste ano. O brasileiro mantém o posto de piloto de desenvolvimento da Haas

Grande Prêmio / Redação GP, de Sumaré
Pietro Fittipaldi é o mais novo brasileiro no grid do DTM. Aos 22 anos, o piloto, que ocupa também a função de piloto de testes e desenvolvimento da Haas na Fórmula 1, foi anunciado nesta quinta-feira (18) pela equipe belga WRT, uma das clientes da Audi, depois de ter feito parte dos testes de pré-temporada nesta semana em Lausitzring. Pietro vai formar dupla com outro novato no DTM, o sul-africano Jonathan Aberdein, de 21 anos. A rodada dupla que abre a temporada 2019 do DTM acontece entre 4 e 5 de maio, em Hockenheim, na Alemanha.
 
O anúncio da dupla da WRT fecha o grid com 18 carros para o novo ano do DTM. Um ano diferente e sem a presença da Mercedes, que agora foca suas forças na estreia na Fórmula E, a partir da temporada 2019/20 da categoria dos carros elétricos. 
 
A britânica Aston Martin substitui a marca alemã com quatro pilotos: Paul di Resta, Jake Dennis, Daniel Juncadella e Ferdinand Habsburg. A BMW vai manter a base dos últimos anos, exceção feita a Augusto Farfus, que mudou seu programa focando no Mundial de Endurance, com a fábrica bávara, e com o WTCR, representando a Hyundai. Assim, a BMW vai para 2019 no DTM com o Marco Wittmann, Bruno Spengler, Timo Glock, Philipp Eng, Joel Eriksson e Sheldon van der Linde, este no lugar de Farfus.
Pietro Fittipaldi vai ser o piloto da WRT na sua estreia no DTM em 2019 (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)
Já a Audi vem com René Rast, Jamie Green, Robin Frijns, Nico Müller, Loïc Duval, Mike Rockenfeller e os jovens Aberdein e Pietro Fittipaldi.
 
No DTM, Pietro cumpre com o objetivo que tinha traçado para 2019, de marcar presença full time em uma categoria ao longo da temporada. No ano passado, Fittipaldi desenvolveu programas paralelos e disputou seis corridas na Indy, uma etapa na Super Formula japonesa e também estava inscrito para correr as 6 Horas de Spa-Francorchamps pelo WEC, mas sofreu um grave acidente na sessão classificatória.
 
O brasileiro agradeceu à equipe belga pela “confiança e apoio” neste novo desafio na sua carreira, ressaltando o trabalho que fez ao longo da semana na sessão de pré-temporada.
 
“O teste em Lausitzring correu muito bem, fizemos um bom trabalho e testamos tudo o que queríamos. Foi minha primeira vez em Lausitz e minha primeira vez com o Audi RS5, que é diferente de tudo o que havia guiado até agora. Sabemos que temos muito trabalho pela frente e muito a aprender, mas, definitivamente, estou muito empolgado sobre o pacote e o projeto”, declarou.
 
Vincent Vosse, chefe da WRT, deu as boas-vindas a Fittipaldi. “Estamos empolgados em dar as boas-vindas a Pietro ao lado de Jonathan, e nós estamos totalmente preparados para assumir o desafio da nossa temporada inaugural em uma categoria fantástica como é o DTM. Na WRT, nós temos uma longa tradição de apostar na juventude e dar oportunidades concretas pra jovens talentosos e rápidos, e isso sempre valeu a pena”, disse.
 
“Isso nos deixa orgulhosos ao nos unirmos ao DTM com a mais jovem dupla de pilotos do grid em 2019”, complementou o dirigente.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.