Por competitividade, DTM copia F1 e terá asa traseira móvel e pneus macios na temporada 2013

Entretanto, ao contrário da principal categoria do automobilismo mundial, a asa móvel poderá se usada a 2s do carro à frente e em qualquer ponto da pista, mas apenas uma única vez por volta

Na tentativa de aumentar a emoção das corridas, a organização do DTM anunciou nesta terça-feira (9) novidades para a temporada 2013. A exemplo do que acontece na F1, neste ano os competidores vão poder usar a asa traseira móvel e pneus macios para facilitar ultrapassagens, aumentando a competitividade.

Apesar disso, há algumas diferenças entre o artifício do DTM e o da F1. No campeonato alemão, os competidores vão poder usar o DRS toda vez que estiverem a 2s do carro à frente. Não haverá um ponto de ultrapassagem, fazendo com que a peça possa ser usada em qualquer parte do circuito, mas apenas uma única vez por volta.

O DTM terá asa traseira móvel em 2013 (Foto: DTM)

Assim como acontece na F1, a asa só será fechada quando o piloto acionar o freio. Outra novidade são os pneus macios, que devem ser cerca de 1s por volta mais rápidos no início do stint.

Para aumentar as estratégias, a janela de parada nos boxes também foi ampliada. Agora as equipes só não podem chamar os pilotos ao pit-lane na primeira volta da corrida e nas três últimas. Por fim, os competidores poderão trocar pneus para o Q4 do treino classificatório. Até o ano passado, ele eram obrigados a usar na definição da pole-position o mesmo composto do Q3.

Secretário da entidade que chancela o esporte a motor na Alemanha, Christian Schacht elogiou o novo regulamento e disse que fazer mudanças de olho na competitividade é uma característica do DTM, que sempre foi pioneiro no automobilismo.

“O DTM é bastante inovador, e nós temos muitas coisas para fazer como resultado disso”, disse o dirigente. “Tanto a asa traseira móvel quanto os pneus macios provaram que estão funcionando bem durante os testes. A segurança é bastante importante para nós, então há alguns detalhes técnicos na asa móvel para fazer com que o movimento da asa garanta a máxima tração”, declarou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube