Derani vê “corrida fantástica para fãs” e lamenta 2º em Daytona: “Demos tudo”

Pipo Derani terminou as 24 Horas de Daytona na segunda colocação com o Cadillac #31 da Action Express Racing após uma disputa emocionante que durou até a última volta

Pipo Derani esteve muito próximo de conquistar sua segunda vitória nas 24 Horas de Daytona, mas viu o compatriota Felipe Nasr segurar seu companheiro de equipe, Tom Blomqvist, até as últimas voltas para garantir uma vitória épica. A equipe do Cadillac #31, que também contou com o britânico Jack Aitken, terminou apenas dois segundos atrás do Porsche de Nasr, em um final impressionantemente disputado.

Após largar na pole-position com direito a recorde da pista, o time se viu na disputa pela vitória na última hora. Blomqvist chegou a assumir a liderança, mas perdeu o posto após o último pit-stop e não conseguiu ultrapassar novamente o carro #7 da Penske. Atual campeão do IMSA, Derani lamentou ver a vitória escapar por tão pouco, mas destacou a qualidade da corrida e disse que aproveitou bastante os duelos na pista.

Relacionadas


“Correr essa prova, é sempre uma emoção. Estamos aqui para aproveitar também esses momentos. Foi uma corrida fantástica para os fãs. Claro que queríamos a vitória, mas não há nada melhor do que lutar lado a lado com outros grandes competidores e ter um final tão incrível, em uma corrida que foi muito disputada do início ao fim”, contou Pipo.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Cadillac #31 terminou em segundo (Foto: José Mário Dias)

“O Tom fez um trabalho fantástico para tentar superar o Felipe e estava mais difícil estar fora da pista do que dentro. Demos tudo o que podíamos, mas no final eles ficaram com a vitória. Mas estou muito orgulhoso, porque o trabalho de toda a equipe foi fantástico. Não cometemos um único erro durante toda a semana. Nosso carro estava muito competitivo. Estivemos na frente, brigando do início ao fim. Foram grandes disputas”, afirmou o brasileiro.

Derani venceu as 24 Horas de Daytona logo em seu ano de estreia e também já tinha um pódio com um segundo lugar em 2019. Atual campeão do IMSA, o piloto de 30 anos valorizou bastante o resultado de olho em mais um título da categoria de endurance americana.

“Foi ótimo começar o ano assim. No ano passado, terminamos em quinto lugar aqui, em uma temporada de altos e baixos, que no final terminou com a conquista do título. Então, temos certeza de que podemos estar ainda mais fortes em 2024. Começar a temporada com uma pole e um segundo lugar, nos dá muita esperança e nos mostra que estamos no caminho certo para lutar por mais um campeonato”, concluiu Pipo.

O IMSA retorna agora entre os dias 13 e 16 de março, para as 12 Horas de Sebring, prova que Derani já venceu em quatro ocasiões (2016, 2018, 2019 e 2023).

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias do GP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.