Endurance

2º em 2016, Barrichello acerta com JDC e completa escalação do #85 nas 24 Horas de Daytona de 2019

Rubens Barrichello vai partir para sua quarta participação nas 24 Horas de Daytona. Segundo colocado em 2016, o brasileiro vai completar a escalação do protótipo #85 da equipe JDC
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 O carro da JDC, equipe de Rubens Barrichello em Daytona (Foto: Reprodução/Facebook)
Ano novo, temporada nova, mas Rubens Barrichello segue preenchendo bem seu calendário de corridas. Para 2019, o brasileiro já acertou presença nas 24 Horas de Daytona. Nesta quarta-feira (5), a equipe JDC anunciou a escalação de seus dois protótipos e, para o #85, colocou Rubens para fechar o time na prova de longa duração que acontece no último final de semana de janeiro.
 
Barrichello está com 46 anos e, em 2018, ocupa a terceira colocação na temporada da Stock Car. O paulista vai participar pela quarta vez da prova em Daytona, tendo a participação de 2016 como grande destaque, quando chegou em segundo ao lado dos irmãos Ricky e Jordan Taylor e de Max Angelelli. 
A escalação da equipe de Rubens Barrichello em Daytona (Arte: Divulgação)
Além da participação de 2016, Barrichello correu em 2015 e 2013 e abandonou ambas, sendo que a primeira delas foi em um time brasileiro com Nonô Figueiredo, Felipe Giaffone, Tony Kanaan e Ricardo Maurício. Agora, para 2019, o veterano terá companhia de Misha Goikhberg, Devlin DeFrancesco e, o mais conhecido dos parceiros, Tristan Vautier, ex-Indy.
 
"Estou muito animado em correr as 24 Horas de Daytona de novo, amo essa prova. Na verdade, adoro a categoria e quase venci essa corrida uma vez com os irmãos Taylor. Sei que a JDC fez um bom sexto lugar ano passado, espero que tenhamos uma boa prova e buscar para eles a melhor posição possível. Muito animado, não vejo a hora de chegar a corrida", comentou o brasileiro.
 
A JDC também confirmou o time do #84 com as presenças de Simon Trummer e Juan Piedrahita. Além deles, Stephen Simpson e Chris Miller fecham a escalação.