Albuquerque volta a colocar trio de Fittipaldi na ponta em segundo teste para 24 Horas de Daytona. Norris supera Alonso

O carro #5 da Action Express, que tem Christian Fittipaldi e João Barbosa como titulares e Filipe Albuquerque como convidado nas provas mais longas contou justamente com Albuquerque para liderar o segundo teste coletivo em Daytona. Fernando Alonso e Lance Stroll não conseguiram superar membros de seus trios, respectivamente Lando Norris e Robin Frijns

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

O segundo turno do primeiro dia de testes das 24 Horas de Daytona, nesta sexta-feira (5), terminou mais uma vez com a liderança do trio que ocupa o carro #5. Com Filipe Albuquerque como o mais rápido, dono de uma volta em 1min37s196, João Barbosa e Christian Fittipaldi findaram o dia com total controle dos testes por parte da Action Express.

 
Houve uma mudança desta vez: as equipes impulsionadas pela Cadillac não dominaram completamente. O Oreca #54 da CORE teve Colin Braun como o mais veloz, 0s107 atrás dos líderes, e ficou na segunda colocação. Além de Braun, Romain Dumas e Jonathan Bennett guiam a máquina. O terceiro posto ficou com o #10, de Jordan Taylor, Renger van der Zande e Ryan Hunter-Reay, mas novamente com Van der Zende sendo o mais veloz.  
 
Entre os nomes da F1 presentes na sessão, foi o trio de Lance Stroll que se posicionou melhor, na sexta colocação. A melhor volta, no entanto, ficou a cargo de Robin Frijns. 

Na imponente escalação da Penske, Simon Pagenaud foi o mais rápido e colocou o trio do #6 – uma parceria entre ele, Juan Pablo Montoya e Dane Cameron – na 11ª colocação. No outro trio, o do #7, Helio Castroneves foi quem andou mais forte e se pôs na 14ª colocação. Ao lado de Castroneves, estão Graham Rahal e Ricky Taylor.

 
Na equipe de Zak Brown, a United Autosports, e seu time mais estrelado, o trio de Fernando Alonso se posicionou melhor, na 13ª colocação. A melhor volta dentre Alonso, Phil Hanson e Lando Norris, porém, foi do jovem Norris. O outro trio da equipe, que contém Paul di Resta, Bruno Senna e Hugo de Sadeeler, teve Sadeeler como o mais veloz e fechou em 18º.
O #5 da Action Express (Foto: Reprodução/Twitter)
Na classe GTLM, a Porsche #912 teve Laurens Vanthoor – do trio com Gianmaria Bruni e Earl Bamber – com o melhor tempo: 1min44s065. O domínio da Porsche continuou com o #911 na segunda colocação, aí com Nick Tandy como o mais rápido de um trio que também conta com Patrick Pilet e Frederick Makowiecki. A Ganassi #67, com o Ford GT, ficou na terceira posição impulsionada por Scott Dixon, que tem a seu lado Ryan Briscoe e Richard Westbrook.
 
Já na classe GTD, Franck Pereira, a bordo do Lamborghini Huracán #11 da GRT Grasser, foi o líder com 1min47s175 – também compóem o trio Mirko Bortolotti e Rolf Ineichen. O segundo posto ficou com o Porsche 911 #54 da Manthey, que tem Steve Smith, Harald Proczyk, Sven Muller e Matteo Cairoli, que foi o mais rápido. O terceiro posto ficou o Audi R8 #44 da Magnus, com Markus Winklehock o mais rápido em meio a um quarteto com John Potter, Andy Lally e Andrew Davis.
 
Os testes continuam no sábado, às 13h50 (de Brasília).
EM BUSCA DO SONHO DA F1

PIETRO FITTIPALDI REVELA QUE NEGOCIOU COM A SAUBER PARA 2018

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube