Alonso fala em desafiar a si mesmo e se diz ansioso por participação nas 24h de Daytona: “Vai me tornar um piloto melhor”

Fernando Alonso acredita que a participação nas 24h de Daytona neste ano o fará um melhor piloto. O espanhol da F1 vai defender a United Autosports, equipe de Zak Brown, na famosa prova de longa duração dos EUA. A corrida acontece no fim deste mês

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Além da busca pelo tricampeonato na F1, Fernando Alonso tem como objetivo da carreira conquistar a chamada Tríplice Coroa do automobilismo mundial. Ou seja, obter vitórias em Mônaco, Indy 500 e 24h de Le Mans. Como já venceu em Monte Carlo, Alonso vem tentando as outras duas. Em 2017, foi a Indianápolis, mas uma quebra na parte final da prova o impediu de brigar pelo êxito. Neste ano, o bicampeão de 36 anos provavelmente vai em busca da maior corrida de longa duração do esporte a motor. Só que, antes de tentar a prova francesa, o espanhol vai disputar as 24h de Daytona no fim deste mês, como forma de preparação. E Fernando acredita que participar da corrida da Flórida vai, mais do que qualquer outra coisa, o tornar um piloto melhor.

 
Alonso vai defender a United Autosports, equipe de Zak Brown, que também comanda a McLaren do espanhol na F1. E vai dividir o Ligier JS P217 com Lando Norris, piloto de desenvolvimento do time inglês e campeão da F3 Europeia, e Phil Hanson. "É um grande prazer voltar a correr nos EUA e diante dos fãs americanos", afirmou o asturiano. "Em menos de um ano, terei feito duas das corridas mais lendárias do país, o que me deixa bastante orgulhoso", completou. 
Fernando Alonso já testou com a equipe (Foto: FIA WEC)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

"Sempre quis me desafiar em outras categorias do automobilismo, pois é isso que você precisa fazer para se tornar um piloto melhor. Sair da minha zona de conforto participando de uma corrida tão emblemática quanto as 24h de Daytona é algo simplesmente incrível. Estou muito ansioso por defender a United Autosports, atual campeã da classe LMP3 na Europa", acrescentou.

 
O veterano ainda falou do primeiro contato com a equipe. "No teste que tivemos na Espanha, em novembro passado, todos me fizeram me sentir em casa e muito bem-vindo. Estou realmente feliz em passar esse tempo com o time e meus companheiros de equipes. Apenas não posso esperar para entrar no carro e andar nesta famosa pista. Nos últimos dois meses, passei muito tempo vendo várias edições das 24h de Daytona, o que me fez querer ainda mais estar lá. Acho que vai ser algo bem divertido", emendou.
 
E Alonso não será o único piloto do Mundial no circuito norte-americano. Lance Stroll, da Williams, também vai disputar a prova. E outros ex-F1 também vão alinhar no grid, como Bruno Senna, que vai correr na mesma equipe do espanhol, e Paul di Resta.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube